Coluna Bernadete Alves - dia 13/02/2018

Personagens do Carnaval 2018 pedem para tirar o Brasil da lama

A insatisfação do povo brasileiro com os políticos e as políticas sociais foi geral. O grito de carnaval em 2018 também foi um grito de basta. A corrupção virou enredo das escolas Paraíso do Tuiuti, Mangueira e Beija-Flor. Nas arquibancadas do Sambódromo o folião aproveitou a festa para mostrar que não tolera mais ser enganado. O “Carnaval do protesto” uniu sambódromo e blocos espalhados pelas ruas do Brasil que gritaram contra as reformas, Rede Globo, críticas contra os políticos, Judiciário, políticas públicas e não pouparam o governo Temer.

A atriz Claudia Raia desfilou pela Unidos da Tijuca que homenageou o fenomenal Miguel Falabella. E depois Claudia Raia foi um dos destaques da Beija-Flor, que encerrou os desfiles na Marquês de Sapucaí, no Rio de Janeiro, na manhã desta terça-feira (13/2). Após a dispersão, em entrevista à jornalista e apresentadora Fátima Bernardes, ela disse que a escola de Nilópolis fez uma apresentação histórica.

“A gente quis cantar outro hino, mas a gente só conseguiu cantar o hino do lamento, o hino do socorro. Pelo amor de Deus, alguém faz alguma coisa, tira o Brasil dessa lama, desse buraco”, desabafou Claudia.

Em entrevista à colunista Mônica Bergamo, do Jornal Folha de S.Paulo, a produtora artística deixou claro que não sabe em quem votar. “Tô completamente perdida”. Perguntada sobre Huck ela respondeu: “Tomara que ele não se eleja. Tomara que ele não queira [se candidatar]. É meu amigo, adoro. Justamente por isso eu não gostaria que ele entrasse para a política. Ele tem uma família maravilhosa, filhos. Não é fácil a vida política. Não é. Ele é um cara que faz tanto do lado de fora [da política] que pode continuar fazendo isso e deixar que os políticos se digladiem, sabe?”, declarou Claudia Raia.

A Paraíso do Tuiuti desfilou críticas sociais e políticas na primeira noite na avenida. Operários obrigados a se desdobrar denunciavam as más condições de trabalho e criticavam a reforma trabalhista. Carteiras rasgadas mostravam que muitos brasileiros vivem sem direitos no trabalho informal.

A Estação Primeira de Mangeira ironizou o corte de verbas e transformou o prefeito carioca Marcelo Crivella em Judas. "Prefeito, pecado é não brincar o Carnaval!" A Mangueira teve, de acordo com as críticas, o enredo mais comentado e aguardado do Carnaval: "Com dinheiro ou sem dinheiro, eu brinco". A verde e rosa bateu de frente com a administração municipal, e mostrou sua indignação após o corte de verbas das escolas de samba pelo prefeito Marcelo Crivella. "A Mangueira tem muita coragem para fazer as reivindicações dela", comentou a cantora Alcione, no estúdio da Globo, após passar pela Sapucaí em um dos carros de sua escola do coração. "Levantou a bandeira do samba e passou o recado como só a Mangueira pode fazer".

A Beija-Flor deu um recado claro contra os corruptos, a intolerância, a violência. O prédio da Petrobras foi para a avenida e, quando as paredes abriam, o que se via eram as estruturas de um país desigual. O homem da mala com dinheiro sambou na nossa cara. A foto famosa da chamada gangue dos guardanapos ganhou vida na avenida. Ainda teve a ala “No Circo Brasil, o Palhaço é o Povo” e ainda carregando nas costas o peso dos impostos. Protestos contra a violência e críticas aos políticos e às questões sociais foram uma marca forte e indiscutível do Carnaval 2018.

Lamachia recebe brasileira que é parlamentar na Itália

O presidente nacional da OAB, Claudio Lamachia, recebeu em audiência no dia 07 deste mês a advogada Renata Bueno, única brasileira a ocupar vaga de deputada na Itália em 2013. Desde cedo a brasiliense seguiu os passos do pai, Rubens Bueno, político paranaense, Deputado Federal pelo Partido Popular Socialista (PPS) e atualmente líder do Grupo Parlamentar Brasil-Itália. Renata é militante partidária desde os 16 anos, sempre acompanhou a vida pública de seu pai e coordenou vários projetos políticos.

A advogada foi membro da Comissão de Gestão Pública da OAB/PR, Conselheira da Diretoria do Conselho da Mulher Executiva (CME) da Associação Comercial do Paraná (ACP), é membro do Instituto dos Advogados do Paraná (IAP) e diretora da Fundação Astrogildo Pereira de Estudos Políticos (FAP). Entre as atividades desenvolvidas como vereadora em Curitiba destacou-se com o projeto “Cidadão do Futuro”, realizado mensalmente com a participação de estudantes de ensino fundamental e médio de escolas públicas e privadas. No Legislativo Municipal presidiu a Comissão Especial de Direitos Humanos da Câmara e participou das comissões de Legislação, Justiça e Redação, Especial da Copa do Mundo 2014 e foi Relatora de Revisão da Lei Orgânica de Curitiba.

Na visita ao presidente da OAB Nacional, Renata Bueno falou como funciona o Legislativo italiano e como os representantes de outros países podem participar do parlamento. Ela apresentou a Lamachia propostas para reciprocidade da advocacia entre Itália e Brasil e projetos de legislação modelo. Sua principal bandeira como deputada ítalo-brasileira foi representar os italianos que moram na América do Sul (principalmente os duplos cidadãos que vivem na circunscrição). Renata é responsável por um diálogo aberto entre Itália, Brasil e demais países da América do Sul. Ela representa legitimamente a “voz” de cada cidadão que tem na Itália suas raízes.

O encontro também contou com a presença do conselheiro federal da OAB Carlos José Santos da Silva, Paulo Henrique dos Santos Lucon, presidente do Instituto Brasileiro de Direito Processual, e Elaine Starling, conselheira da OAB-DF que também se candidata a uma vaga de deputada no país europeu agora em 2018 pelo Colégio Eleitoral da América do Sul.

Acadêmicos do Tatuapé é bicampeã do carnaval de São Paulo

Pelo segundo ano consecutivo a escola de samba Acadêmicos do Tatuapé foi a grande vencedora do carnaval de São Paulo. Com o enredo “Maranhão, os Tambores vão Ecoar na Terra da Encantaria”, a escola contou a história do Maranhão a partir das particularidades de seu povo, da riqueza cultural e das belezas naturais.

A fantasia da rainha de bateria da Acadêmicos do Tatuapé, Andréa Capitulino, custou cerca de R$ 100 mil segundo a própria musa. "É uma fantasia que tem muita pedraria, muito faisão, cristais importados, e vem representando as cores quentes do Maranhão, representando o sol, o calor daquela gente alegre, festeira", disse.

A arquitetura singular, que une o casario colonial adornado de azulejos às habitações populares típicas da capital São Luís, mereceram tratamento especial do carnavalesco da escola, o maranhense Wagner Santos. “Para mim, é uma honra muito grande falar do meu estado, porque foi uma oportunidade que a escola me deu, foi um grande presente. Dedico a todo o povo do Maranhão, estamos muito felizes. Obrigado Maranhão, obrigado São José de Ribamar por este título”, disse Wagner, que dedicou a vitória aos seus conterrâneos.

A escola da zona leste de São Paulo abusou dos adereços de fauna e flora, levou carros colossais e fantasias ricas em detalhes. Com alas compactas e desfile técnico, empolgou o público com paradinhas da bateria e uma batida reggae, estilo musical que nasceu na Jamaica e que é muito ouvido pelos maranhenses.

O presidente da Acadêmicos do Tatuapé, Eduardo Santos, disse que a vitória se deve a dedicação e esforço dos 3,2 mil componentes da escola. “O principal responsável é o nosso componente que trabalha, que ensaia e faz tudo para nós. De novo, o resultado foi muito sofrido, foi na última nota do último quesito”.

A Acadêmicos do Tatuapé surgiu em 1952, com o nome Unidos da Vila Izabel. Chegou ao terceiro lugar do carnaval em 1969 e 1970, mas em 1986 encerrou as atividades por cinco anos. Em 1991, iniciou um processo de resgate que incluiu a sucessiva promoção pelos diversos grupos do carnaval até retornar ao Grupo Especial em 2004. Caiu em 2006 e retornou à elite em 2013 para permanecer de vez. Em 2017, a agremiação havia vencido o carnaval paulistano com o enredo Mãe África Conta a Sua História: do Berço Sagrado da Humanidade à Abençoada Terra do Ouro.

A vice-campeã foi a Mocidade Alegre com um enredo sobre a cantora Alcione. Celebrando os 70 anos da “Marrom”, o samba-enredo Alcione: a Voz Marrom Que Não Deixa o Samba Morrer cantou a origem maranhense e diversas facetas da artista, como sua ligação com a escola de samba Mangueira, do Rio de Janeiro, além da participação da cantora na luta contra a ditadura. O desfile das campeãs será na sexta-feira, dia 16.

As escolas Unidos do Peruche e Independente Tricolor foram rebaixadas para o Grupo de Acesso.

 
Coluna Bernadete Alves - dia 12/02/2018

Caminhar melhora saúde física e mental

Estudos comprovam que a caminhada é uma das melhores atividades para garantir proteção a saúde física e mental e garantir até mesmo a perda de peso. A prática regular da caminhada pode funcionar até mesmo como um remédio natural contra os sintomas de depressão, uma vez que, durante a atividade, ocorre liberação de endorfina, hormônio responsável pela sensação de bem-estar e relaxamento.

Segundo um trabalho científico da Universidade de Exeter, Inglaterra, caminhar por apenas 15 minutos por dia diminui drasticamente a vontade de comer doces e controlar a compulsão alimentar. Isso porque a atividade provoca sensação de bem-estar parecida com a que o chocolate libera no organismo.

Além de melhorar a capacidade respiratória, reduzir problemas cardiovasculares e combater compulsão por doces, andar ainda pode ajudar a emagrecer. Porém, a caminhada só contribui para a perda de peso quando respeitadas regras relacionadas a velocidade, tempo e regularidade.

Pesquisadores da Universidade de Exeter também asseguram que atividade física de intensidade moderada, como caminhar, reduz os sintomas de abstinência, fator que mais dificulta o abandono do tabagismo.

De acordo com um estudo feito com 33 mil pessoas e publicado pela revista Stroke, mulheres que caminharam mais de três horas por semana apresentaram 43% menos riscos de ter um derrame em comparação com aquelas que não praticavam nenhuma atividade.

Uma pesquisa realizada pela Universidade da Califórnia, EUA, com 6 mil voluntários, descobriu que uma simples caminhada já pode reduzir substancialmente o risco de Alzheimer, já que atividade física tem sido associada a uma melhor capacidade mental em pessoas mais velhas.

Simples de realizar, de impacto quase zero e sem custos, caminhar pode ainda ajudar a controlar diabetes, pois a insulina (substância responsável pela absorção de glicose) é produzida em quantidade maior durante a prática. Isso ocorre porque o esforço físico estimula a circulação sanguínea e a atividade do pâncreas e do fígado.

Caminhar é muito bom e ideal para todas as idades. De acordo com o médico ortopedista Paulo Lobo, a movimentação do corpo e o impacto dos pés no solo promovem estímulos elétricos que aumentam a absorção de cálcio e, consequentemente, fortalecem os ossos.

Em Brasília existem vários locais para caminhar com segurança e tranquilidade. Um lugar bacana e muito frequentado é o Parque da Cidade Dona Sarah Kubitschek, que tem uma das melhores pistas de caminhada. Lá as pessoas se divertem e ainda podem passear com seus animais de estimação. Tem também as quadras residenciais do Plano Piloto, o Eixão nos domingos e feriados e o Pontão do Lago Sul.

Carnaval 2018 teve intensos protestos políticos

Em época de carnaval os protestos contra políticos, reformas e relações de trabalho se intensificam. Aqui em Brasília o Pacotão é exemplo disso. Em São Paulo, Rio ou qualquer parte do Brasil as pessoas ficam ligadas em tudo que está acontecendo na folia e qualquer coisa torna-se motivo de comentários, polêmicas e até fofocas. E as redes sociais fazem a festa.

Na Sapucai neste ano não foi diferente. Para superar o acidente de 2017 a Tuiuti leva para a avenida paneleiros e surpreendeu pela forte crítica política e social ao Vampiro Neoliberal. Com o enredo "Meu Deus, meu Deus, está extinta a escravidão?", sobre os 130 anos da Lei Áurea, a escola trouxe o tema para o presente no último setor do desfile, mostrando com muita ironia que a escravidão permanece até hoje, mas de forma diferente.

A carnavalesca Paraíso da Tuiuti se tornou uma das mais queridinhas do Carnaval 2018 após recontar a história da escravidão brasileira em um carro representando um novo navio negreiro, com o presidente Michel Temer transformado em um "Vampiro Neo Liberalista", e batedores de panela (em referência aos protestos contra o governo do PT), também lembrados nas fantasias da ala "Manifestoches", com a característica camisa da seleção brasileira de futebol. A arquibancada respondeu à passagem da alegoria com gritos de "Fora, Temer".

A escola também criticou a corrupção com políticos de cuecas com cifrões e as reformas trabalhista e da previdência em alas como a "Guerreiros da CLT", que também lembraram o trabalho precário em fazendas e confecções. A escola Paraíso do Tuiuti levantou a multidão e recebeu muitos elogios e fortes aplausos,enquanto Fátima Bernardes e Alex Escobar se mantiveram calados durante o protesto. Os comentaristas deveriam lembrar que discordar e criticar faz parte da democracia e fica mais forte durante a folia.

Para o jornalista Florestan Fernandes Júnior, nada é mais revelador da "escravidão do jornalismo brasileiro" do que o silêncio no momento em que a última ala da Paraíso do Tuiuti entrou na Sapucaí. "Ninguém no estúdio da Globo se atreveu a narrar o que via. Uma cena patética e constrangedora. Durante longos minutos as imagens mostravam uma plateia vibrando com o carro alegórico que trazia em destaque um Temer Vampirizado". Para Florestan "Só faltou a Tuiuti mostrar os repórteres escravos dos senhores da comunicação que não têm liberdade sequer para dizer o que todos viram em cores e ao vivo", diz o jornalista.

Causou estranheza e repulsa dos telespectadores a Rede Globo ter censurado a exibição da crítica ao governo Temer. A emissora deixou de mostrar essa parte do desfile da escola na tradicional reprise hoje à tarde. A atitude da escola Tuiuti alegrou muitas pessoas, que logo se irritaram com a maior emissora brasileira e o assunto repercutiu pela internet, principalmente no Twitter .

“O desfile dos melhores momentos da Paraíso do Tuiuti foi calada pela rede Globo. E isso ocorreu depois do excelente desfile que a escola fez denunciando toda a desigualdade social e o golpe dado pela direita no Brasil, que porventura foi apoiado pela mídia. Engraçado, não?”, questionam os internautas.

 
Coluna Bernadete Alves - dia 11/02/2018

Barroso intima Segóvia a dar explicações sobre inquérito de Temer

O ministro do Supremo Tribunal Federal, Luís Roberto Barroso, relator do inquérito dos Portos no STF, determinou a intimação do diretor-geral da Polícia Federal, Fernando Segóvia, para que explique as declarações que deu à Reuters onde teria antecipado o resultado de um inquérito policial que investiga o presidente Michel Temer. Em despacho deste sábado (10), o ministro Barroso afirma que quer ouvir Segóvia para que ele “confirme as declarações” publicadas e “se abstenha de novas manifestações a respeito”.

Em entrevista concedida ontem (9) à Agência Reuters e divulgada no portal da empresa, Segovia afirma que os “indícios são muito frágeis” e sugere que o inquérito "pode até concluir que não houve crime”. De acordo com o ministro Luis Roberto Barroso, como a investigação não foi concluída e ainda há “diversas diligências pendentes”, o assunto não deveria ser “objeto de comentários públicos”.

Temer é investigado por corrupção ativa, passiva e lavagem de dinheiro por ter, supostamente, recebido vantagens indevidas de uma empresa para editar o chamado Decreto dos Portos. Além dele, são investigados o ex-deputado federal Rodrigo Rocha Loures, que foi assessor especial de Temer, e mais dois empresários.

Na entrevista à Agência Reuters o diretor-geral da PF diz que o decreto editado “em tese não ajudou a empresa”. “Em tese, se houve corrupção ou ato de corrupção, não se tem notícia do benefício. O benefício não existiu”, afirmou o diretor, conforme reprodução da Reuters.“No final, a gente pode até concluir que não houve crime. Porque ali, em tese, o que a gente tem visto, nos depoimentos, as pessoas têm reiteradamente confirmado que não houve nenhum tipo de corrupção, não há indícios de, realmente, de qualquer tipo de recurso ou dinheiro envolvidos. Há muitas conversas e poucas afirmações que levem realmente a que haja um crime”, disse, ainda segundo a Reuters.

No despacho, o ministro Luís Roberto Barroso lembra que não recebeu o relatório final do delegado encarregado pelas investigações e pede que o Ministério Público tome as providências que entender cabíveis sobre o caso. O relator do processo questiona ainda a fala em que Segóvia teria ameaçado o delegado responsável, que “deve ter autonomia para desenvolver o seu trabalho com isenção e livre de pressões”.

“Tendo em vista que tal conduta, se confirmada, é manifestamente imprópria e pode, em tese, caracterizar infração administrativa e até mesmo penal, determino a intimação do senhor diretor da Polícia Federal, delegado Fernando Segóvia, para que confirme as declarações que foram publicadas, preste os esclarecimentos que lhe pareçam próprios e se abstenha de novas manifestações a respeito”, determinou Luís Roberto Barroso.

Galinho de Brasília arrasta 10 mil foliões às ruas

Pessoas de todas as idades se reuniram na zona central do Plano Piloto na tarde de hoje para curtir o Carnaval junto com o Galinho de Brasília, bloquinho que já tem tradição na capital federal pela homenagem que faz ao original Galo da Madrugada, em Recife. O Galinho saiu do Setor de Autarquias Sul e fez percurso pelas quadras CLS 202/402, CLS 203/403, CLS 203/204, CLS 201/202 e pelo Eixinho L, antes de retornar ao ponto de partida. De acordo com o governo do Distrito Federal, 10 mil pessoas compareceram ao bloco.

O Galinho é o querido das famílias com crianças, jovens e adolescentes que curtiram o frevo com toda a segurança. Atrás dos três trios elétricos, foliões fantasiados de diferentes cores e personagens se animavam com as músicas do frevo. O público jovem era o mais empolgado.

Pouco depois que o bloco começou a sair, ainda eram vistas inúmeras crianças brincando próximas de suas famílias, mulheres grávidas e vendedores ambulantes abusando da criatividade do marketing. Ao lado de jovens que, fantasiados de pescadores, buscavam “pescar” as garotas com latinhas de cerveja, uma banquinha oferecia potinhos com glitter, com a propaganda: “Brilhe aqui”.

A música, não importa o ritmo, eleva o espírito e faz muito bem.

Na Funarte teve a apresentação do Essa Boquinha Eu Já Beijei e o Tuthankasmona que ao som de funk, pop e axé, os foliões curtiram o Carnaval em clima de respeito, azaração e muita diversão. As fantasias foram um charme à parte. De acordo com a Policia Militar os dois blocos reuniram cerca de 10 mil pessoas.

A animação do brasiliense também rolou no Setor Comercial Sul, com o batuque do Patubatê, com samba, frevo, maracatu e marchinhas. Pela manhã, o Café com Samba, sob comando da bateria Sapeka-Aí, animou a praça de alimentação da Torre de TV. Na Asa Norte, 2 mil pessoas desfilaram no Concentra Mas Não Sai.

 
Coluna Bernadete Alves - dia 10/02/2018

Copacabana Palace festeja 95 anos com Gipsy Folia

O Hotel Belmond Copacabana Palace recebeu na zona sul do Rio de Janeiro, várias celebridades lindamente vestidas para o tradicional Baile do Copa, a festa carnavalesca black tié, em comemoração aos 95 anos, com o tema Gipsy Folie.

Inaugurado em 1923, o hotel realizou o primeiro baile de Carnaval no ano seguinte à abertura. Nos anos 1980, a festa foi interrompida por alguns anos e retomada nos anos 1990. A edição deste sábado foi o 25º Baile do Copa.

A anfitriã Andréa Natal, diretora geral do hotel, escolheu o carnavalesco, cenógrafo e figurinista Mário Borriello para ambientar os salões Golden, Nobre e Frontais com a história da cultura cigana. O artista inspirou-se numa imaginária história de amor de uma trupe nômade do Leste Europeu.

“No Baile do Copa, a regra é ser feliz, dançar e se divertir. Ano passado, trouxemos a influência japonesa. Agora, mostramos as tradições ciganas, por isso, as cores dourada e vermelha protagonizaram o ambiente do Gipsy Folie”, declarou Andréa Natal.

A decoração, com muito dourado e vermelho continha elementos da cultura cigana como bolas de cristal e cartas de baralho. Como já é tradicional da festa, os convidados, fantasiados ou de black tie, passavam por um tapete vermelho em frente ao hotel. Uma multidão do lado de fora assistia, animada. Para entreter o público, bailarinos faziam danças ciganas em frente ao hotel.

Lindas fantasias tomaram conta dos salões do o icônico hotel que teve como rainha da festa a atriz Isis Valverde, que chegou ao baile recepcionada pelos músicos do Cordão da Bola Preta. A atriz brilhou em seu “reinado”, numa belíssima fantasia. O luxo da “folia cigana” lembrou dos Carnavais de antigamente.

A sereia Ritinha de “A Força do Querer”, da Rede Globo, encarou uma cigana, com look de Jean Paul Gaultier para Rosa Chá e muitas joias, que juntas somavam R$ 50 mil. Com figurino que deixava o corpo à mostra, a atriz levou três horas para ficar pronta. "Hoje sei da suntuosidade e do tradicionalismo do Baile do Copa. Isso me moveu. Estou muito emocionada", declarou.

Os convidados foram recepcionados por violinistas, bailarinos e contorcionistas, vestidos à caráter. Ciganas entretinham os presentes em tendas com a leitura de seus futuros. Carroças, cavalos e cestos de palha simulavam o acampamento imaginado por Borriello.

Nos salões Frontais, lustres rústicos com velas, fitas, tulipas e flores campestres coloriam o lugar. Destaque para a profusão de leques artesanalmente trabalhados nas mãos dos convidados, como a do designer de sapatos Christian Louboutin, a estilista Patrícia Vieira e a apresentadora Sabrina Sato.

O Cordão da Bola Preta e Fabiana Carla animaram a festa ao som de marchinhas carnavalescas e sambas-enredos, além de aproveitar a ocasião para comemorar 100 anos. A cantora Priscila Luz interpretou músicas baianas e o DJ Papagaio manteve a pista lotada madrugada adentro. O jantar elaborado por David Mansaud foi servido em madeiras rústicas, contrastando com as criações francesas do chef.

Muitas musas brilharam no Baile do Copa 2018 como Marina Ruy Barbosa,Vera Fischer, Jessyka Alves, Bárbara França, Carla Diaz , Yasmin Brunet, Antônia Fontenelle, Renata Kuerten, Leticia Sabatella, Fernanda Motta, Mayana Neiva, Manuela Scarpa, Maria João Bastos, Juliana Silveira, Narcisa Tamborindeguy, Juliana Silveira e João Vergara. Os atores Ricardo Pereira e José Fidalgo dentre outras personalidades.

O ator francês Vincent Cassel e sua namorada Tina KunaKey, prestigiaram o Baile do Copa mas não permitiram o assédio dos fãs. De Brasília os assíduos frequentadores do Copacabana Palace, a empreendedora Susie El Haje Lobo e seu marido o médico Paulo Lobo, o jornalista Marcelo Chaves e Carlinhos Beauty.

 
Coluna Bernadete Alves - dia 09/02/2018

Abertura das Olimpíadas de Inverno 2018 uniu as duas Coreias

A cidade de Pyeongchang, Coreia do Sul, foi palco da abertura oficial dos Jogos Olímpicos de Inverno nesta sexta-feira, 9 de fevereiro. A cerimônia foi aberta pelo presidente do país, Moon Jae-in, às 21h40 (horário local, 10h40 em Brasília). O evento se transformou em um símbolo da aproximação das duas Coreias, que hoje desfilaram sob uma mesma bandeira, com a presença de Kim Yo-jong, irmã do líder norte-coreano Kim Jong-um, e do presidente honorário da Coreia do Norte, Kim Yong-nam.

Aplausos quando o presidente da Coreia do Sul, Moon Jae-in, cumprimentou a irmã do ditador norte-coreano Kim Jong-un, Kim Yong-nam. Os norte-coreanos também sentaram-se próximos ao vice-presidente dos Estados Unidos, Mike Pence, que, por sua vez, não esboçou nenhum cumprimento aos representantes de Pyongyang.

Conhecido por ser um dos países mais tecnológicos do mundo, a organização do evento usou muitos drones para fazer um show espetacular.Tanto dentro do estádio até durante uma gravação apresentada nos telões, quando os equipamentos simularam um atleta e os arcos políticos, os drones roubaram a cena. Ao todo, na cena dos anéis, foram usados 1.218 drones.

Jogos de luzes, performances artísticas, dançarinos representando a "Terra de Paz" e belíssimos fogos de artifício. Em um dos momentos mais esperados, as delegações das duas Coreias desfilaram sob bandeira única no estádio olímpico. Todos de branco, eles carregavam as bandeiras da "Coreia unificada" e foram ovacionados de pé pelos espectadores no estádio olímpico de Pyeongchang. A cerimônia de abertura foi disputadíssima com ingressos que custaram cerca de 1.500 euros (cerca de 6.040 reais); os ingressos mais baratos, para modalidades menos populares, custam aproximadamente 40 euros. Mesmo assim o estádio estava lotado.

As duas Coreias marcharam juntas no desfile de abertura graças ao súbito degelo em suas relações desde as conversações de janeiro. A delegação norte-coreana foi liderada pelo chefe de Estado Kim Yong-nam – uma figura protocolar – mas também Kim Yo-Jong, a irmã do líder Kim Jong-un. A delegação, que chegou ao Sul em um avião particular nesta sexta-feira às 13h30 (2h30 em Brasília), encontrou durante a abertura não apenas com o presidente do Sul, Moon Jae-in, partidário de uma aproximação com o país vizinho. E também o vice-presidente dos EUA, Mike Pence, que advertiu, ao chegar ao país na quinta-feira, que “todas as possibilidades continuam abertas”.

O atleta Edson Bindilatti levou a bandeira do Brasil na cerimônia de abertura do Jogos Olímpicos de Inverno 2018. Delegação brasileira tem 10 competidores nestas Olimpíadas na Coreia do Sul.Isabel Clark no snowboard; Isadora Williams na patinação artística; Jaqueline Mourão e Victor Santos no esqui cross-country; Edson Bindilatti, Odirlei Pessoni, Rafael Souza, Edson Martins e Erick Vianna (reserva) no bobsled; e Michel Macedo no esqui alpino. Michel, entretanto, se machucou em uma sessão de treinamentos na última terça-feira e desfalcará o Brasil nas primeiras provas às quais está inscrito. Por outro lado, Jaqueline se tornará a atleta brasileira que mais participou de Jogos Olímpicos, com seis edições somadas (contam os Jogos de verão em Atenas 2004 e Pequim 2008, quando ela integrava a equipe de mountain bike, além dos de inverno em Turim 2006, Vancouver 2010 e Sochi 2014).

Os 80 representantes da delegação russa, que desfilaram nesta sexta-feira sob bandeira neutra e sem hino. Uma voluntária designada pelo Comitê Organizador dos Jogos, sustentou a bandeira olímpica durante o desfile da equipe da Rússia, que participa com 168 atletas convidados. Devido à suspensão contra o Comitê Olímpico Russo pela corrupção do sistema de doping no país, nestes Jogos só podem participar, sob bandeira neutra, uma seleção de esportistas russos convidados pelo Comitê Olímpico Internacional (COI). As autoridades do país decidiram não boicotar o evento para não prejudicar os esportistas cuja participação nas competições foi autorizada pelo COI.

Apesar do intenso frio, que chegou a -10ºC de sensação térmica, o evento contou com diversos momentos que emocionaram os participantes. O porta-bandeiras de Tonga, Pita Tautafoua, conhecido como o 'besuntado das Olimpíadas', mais uma vez roubou a cena na entrada das delegações. Ele entrou com o torso nu, besuntado de óleo, e com uma saia típica de seu país assim como tinha feito nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, em 2016.

Marcando a reaproximação entre as Coreias, a tocha olímpica foi carregada até a pira por suas atletas da equipe feminina do hóquei: uma norte-coreana e uma sul-coreana. A tocha dos Jogos de Inverno foi acesa pela patinadora Yuna Kim, campeã olímpica em Sóchi em 2014. Mantendo o clima de paz, um quarteto de cantores sul-coreano entoou a canção "Imagine", de John Lennon, enquanto uma pomba branca da paz era montada no centro do estádio. A música, que é um símbolo de paz, emocionou quem estava vendo o espetáculo ao vivo ou pela internet.

Durante duas semanas, mais de 3.000 atletas de 93 equipes participarão da competição, na cidade sul-coreana de Pyeongchang. As modalidades do evento serão disputadas em 12 sedes (cinco para gelo e sete para neve) situadas em torno do condado sul-coreano de PyeongChang (localizado a 130 quilômetros ao leste da capital, Seul), até o dia do encerramento dos jogos, em 25 de fevereiro. Os atletas vão disputar 103 medalhas em 15 modalidades esportivas: biathlon, bobsled, combinado nórdico, curling, hóquei no gelo, luge, skeleton, snowboard, esqui alpino, esqui de fundo, esqui acrobático, salto de esqui, patinação de velocidade, patinação de velocidade em pista curta e patinação artística. Os atletas serão assistidos por 17.300 voluntários, a imprensa e milhares de espectadores que viajarão a essa cidade litorânea para acompanhar as competições.

Estes são os Jogos Olímpicos mais politizados desde a guerra fria. A Coreia do Norte, a grande protagonista depois de aceitar, contra todos os prognósticos, participar do evento organizado pela Coreia do Sul, afirma não querer transformar a competição em palanque político. Mas ontem, 24 horas antes da cerimônia de abertura no condado de Pyeongchang, o norte enviou uma dupla mensagem: realizou um desfile para exibir mísseis intercontinentais em sua capital, uma advertência sobre a fragilidade do incipiente degelo entre os dois países. No sul, por outro lado, a delegação norte-coreana participou de iniciativas de fraternidade.

Além disso, a Coreia do Norte enviou mais de 200 torcedores e uma equipe de lutadores tae-kwon-do para participar de quatro exibições. Na quinta-feira, uma orquestra feminina, a Samjiyon, fez uma apresentação no Centro de Arte de Gangneung, com opiniões divididas.“Vim porque acredito que as duas Coreias são apenas uma e devemos nos reunificar. Falamos a mesma língua, compartilhamos a mesma história e o mesmo sangue. Temos que nos aproximar”, disse na fila de entrada Kim Joung-gu, executivo de 42 anos e um dos 560 felizardos que conseguira um ingresso, das quase 40.000 pessoas que participaram de um sorteio.

Os 22 atletas da Coreia do Norte, cercados por um forte esquema de segurança, participarão de cinco disciplinas – patinação artística, patinação de velocidade, esqui alpino, esqui cross-country e hóquei no gelo feminino, nesta última em uma equipe conjunta com a Coreia do Sul. No bloco que os atletas ocupam na Vila Olímpica de Gangneung, uma bandeira gigante de seu país tremula há alguns dias, algo que, em qualquer outro momento, em qualquer outro ponto do Sul, é rigorosamente proibido; mas aqui é permitido pelo Comitê Olímpico Internacional.

Carnaval do DF tem segurança reforçada e animação até o dia 27

Com previsão de cerca de 2 milhões de pessoas nos blocos e festas do carnaval 2018 de Brasília, a Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF) preparou um esquema especial para aumentar a segurança da população. Para o carnaval de 2018, o efetivo contará com 5,55 mil policiais militares em viaturas, no policiamento a pé, a cavalo, de trânsito, em motocicleta, com helicóptero e com as equipes das Rondas Ostensivas Táticas Motorizadas (Rotam), do Patrulhamento Tático Móvel (Patamo) e do Batalhão de Operações de Choque (BPChoque).

As informações foram dadas pelo comandante do Batalhão de Trânsito da PMDF, coronel Alexandre de Souza Oliveira, o chefe do Departamento Operacional da PMDF, coronel Marcilon Back, e o comandante do CPRM, coronel Carlos André da Silva. Segundo o chefe do Departamento Operacional da PMDF, o coronel Marcilon Back, o plano foi organizado com base nos números previstos para cada folia e nas estatísticas do ano passado.

O comandante do Batalhão de Trânsito da PMDF, coronel Alexandre de Souza Oliveira, explicou que o Baratona e o Raparigueiros ocuparão o Eixo Monumental, e o Engenhoca ficará no estacionamento do Estádio Nacional de Brasília Mané Garrincha. Independentemente do desabamento, essas mudanças já haviam sido decididas. “Os moradores da região reclamavam do barulho, da circulação de foliões nas áreas dos prédios e de depredações depois da passagem dos blocos”.

O coronel explicou que devido a atos de vandalismo em trens da Companhia do Metropolitano do Distrito Federal (Metrô-DF) no pré-carnaval, haverá reforço de policiais militares em todas as estações de metrô.Além disso, para deter vans piratas e, principalmente, condutores alcoolizados, a fiscalização de trânsito será intensificada. “Em todo o Brasil, o número de acidentes por motoristas que bebem aumenta muito”, justificou o coronel Alexandre.

A operação terá maior reforço da Polícia Militar no domingo (11) e na terça-feira (13), datas com maior movimento. A previsão de público é de, respectivamente, 546 mil pessoas, nos 33 eventos do dia, e de 500 mil, em 23 atrações. O coronel Marcilon Back destacou que o quantitativo de PMs na operação de carnaval em caráter extraordinário não acarretará prejuízo ao policiamento normal da cidade. De acordo com informações do Governo do Distrito Federal, estão previstas cerca de 200 atividades para todas as idades no DF até 27 de fevereiro. A programação pode ser conferida no www.agenciabrasilia.df.gov.br.

A Defesa Civil orienta os foliões a tomar cuidado neste período de chuva. Com o corpo molhado é preciso redobrar a atenção com instalações elétricas, geradores de energia e estruturas metálicas ,que podem estar energizadas. Nessas ocasiões, subir em trios elétricos também é perigoso.

Caso uma criança seja perdida, a orientação das Forças de Segurança é procurar um policial, um bombeiro, um agente de trânsito ou alguém uniformizado da segurança da festa. Ou ligar para o SOS Criança DF, por meio do aplicativo WhatsApp, pelo número (61) 99212-7776. O telefone SOS Criança estará disponível 24 horas por dia até a terça-feira (13) de carnaval.

 
Coluna Bernadete Alves - dia 08/02/2018

Concurso do McDonald’s dá anel em ouro em formato de Big Mac

A rede de restaurantes McDonald’s está promovendo um concurso de tuites para celebrar o Valentines Day, Dia dos Namorados nos Estados Unidos, que acontece no dia 14 de fevereiro. O vencedor do concurso vai ganhar um belíssimo anel em ouro 18 quilates com safira, esmeraldas e diamante avaliado em US$ 12,5 mil (cerca de R$ 41 mil) a quem fizer a melhor declaração de amor ao Big Mac.

No vídeo que apresenta a competição, o McDonald’s sugere: “Torne seu Dia dos Namorados inesquecível, ao ganhar um anel que é inacreditável”. A Joia com sete camadas reproduz sanduíche mais famoso da rede de fast-food, inclusive o gergelim do pão em diamantes e as folhas de alface em esmeraldas.

Para concorrer ao anel, é preciso declarar seu amor por hambúrgueres, e marcar a publicação com a hashtag #BlingMacContest. A competição vale entre 7 de fevereiro e o dia 14 de fevereiro, o Valentines Day. O resultado será divulgado no dia 28 de fevereiro.

Cartórios podem emitir Carteira de Identidade e Passaporte

Já é possível aos cartórios brasileiros dar início ao processo para que emitam carteira de identidade e passaportes para cidadãos brasileiros. A prestação desse serviço requer, no caso da emissão de registro de identidade (RG), que a associação local dos cartórios formalize convênio com a Secretaria de Segurança Pública do estado. Já o convênio para a emissão de passaportes terá de ser firmado entre a Polícia Federal e a associação nacional dos cartórios de registro natural.

A medida administrativa que possibilita os cartórios a prestarem também este serviço foi anunciada pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ) no dia 26 de janeiro. Nas duas situações os acordos deverão passar por análise e homologação do Poder Judiciário. No caso dos convênios locais caberá às corregedorias dos tribunais estaduais. Quanto aos convênios para a emissão de passaporte, eles terão de passar pela Corregedoria Nacional de Justiça, a quem caberá avaliar as viabilidades jurídica, técnica e financeira.

O juiz auxiliar da corregedoria Marcio Evangelista disse por meio de nota, que a medida não afetará a confiabilidade do passaporte brasileiro. “A Polícia Federal continuará responsável por emitir o passaporte. O convênio só permitirá o compartilhamento do cadastro de informações dos cidadãos brasileiros com os cartórios, que apenas colherão as digitais e confirmarão para a Polícia Federal a identidade de quem solicitar o documento”.

A oferta desses serviços em cartório vai depender de convênios firmados entre as associações de cartório e os órgãos expedidores de documentos. A emissão de passaporte, por exemplo, depende de convênio com a Polícia Federal; já a emissão da Carteira Nacional de Habilitação (CNH) depende de convênio com o Departamento de Trânsito (Detran) de cada unidade da federação. Para ter acesso a esse serviço, no entanto, será necessário o pagamento de uma taxa extra.

Além destes documentos de identificação, os cartórios de registro civil do país poderão alterar informações em certidões de nascimento, permitir que os pais escolham a naturalidade do filho de acordo com o local de nascimento ou com a cidade onde a família reside. As mudanças vieram com a Lei nº 13.484/17, que transformou os cartórios de registro civil em ofícios da cidadania.

Reservatório do Descoberto atinge 50,1% do volume

As fortes chuvas que atingem o Distrito Federal nos últimos dias trouxe um alívio para a situação hídrica vivida há um ano. O Descoberto, principal reservatório do Distrito Federal, ultrapassou o marco de 50% da capacidade. De acordo com a medição da Agência Reguladora das Águas, ele marcou 50,1%. Apesar do simbolismo, a Companhia de Saneamento (Caesb) afirma que, até o fim do período de chuva, não se fala em fim de racionamento, que já dura um ano.

A chegada do reservatório do Descoberto a 50% também representa que a expectativa da Adasa em atingir o nível no período de chuvas foi além das expectativas, Pela curva de acompanhamento da agência, a previsão era de que o Descoberto só atingisse a metade do volume em abril, mantendo o mesmo nível em maio.

Na manhã desta quinta-feira duas das três comportas da Usina Hidrelétrica do Paranoá foram abertas em 10 centímetros. A medida atendeu o previsto na resolução da Adasa nº 27/2017, que define os níveis do Lago Paranoá para 2018.  A Companhia Energética de Brasília, por meio da subsidiária CEB Geração, abriu as comportas para que a cota do lago não ultrapasse o limite de 1.000,8 metros em relação ao nível do mar. Na manhã de hoje, a medição registrava 1.000,65 metros.

Segundo a Companhia de Saneamento Ambiental do DF, o volume escoado do Lago Paranoá não altera a capacidade de captar 700 litros por segundo da Estação de Tratamento de Água do Lago Norte. Além disso, a água excedente retirada, por questões geográficas, não teria como alcançar os reservatórios de Santa Maria e do Descoberto.

 
Coluna Bernadete Alves - dia 07/02/2018

Luiz Fux assume presidência do TSE e promete linha dura contra ficha suja

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Luiz Fux, tomou posse ontem à noite no cargo de presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). A cerimônia contou com a presença do presidente Michel Temer, a presidente do STF, ministra Cármen Lúcia, o presidente do Congresso Nacional, senador Eunício Oliveira, a procuradora-geral da República, Raquel Dodge; e o presidente do Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Claudio Lamachia, dentre outras autoridades.

Luiz Fux nasceu no Rio de Janeiro e formou-se em direito pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Uerj). Foi desembargador do Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro (TJ-RJ) de 1997 a 2001.Fux é doutor em direito processual civil pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Uerj) desde 2009. Foi ministro do Superior Tribunal de Justiça (STJ) de 2001 a 2011 até ser nomeado pela presidenta Dilma Rousseff para o Supremo Tribunal Federal.

Após ser empossado na Presidência do Tribunal Superior Eleitoral, o ministro Luiz Fux deixou claro que a atuação proativa do Tribunal estará alicerçada em dois pilares fundamentais: aplicar sem hesitação a Lei da Ficha Limpa (LC nº 135/2010) nas Eleições de 2018 e combater as notícias falsas, as tão propagadas fake news. “A Justiça Eleitoral, como mediadora do processo político sadio, será irredutível na aplicação da Ficha Limpa, conquista popular que introduziu na ordem jurídica um instrumento conducente o Brasil a um patamar civilizatório ótimo. [...] Vale dizer em claras palavras e bom-tom: ficha suja está fora do jogo democrático”, advertiu o ministro.

Sobre as fake news, o presidente do TSE disse que os exemplos de eleições no exterior evidenciam que os candidatos preferem destruir a honra alheia através de notícias falsas por meio de redes sociais em vez de revelar as próprias aptidões e qualidades.“Notícias falsas, fake news, derretem candidaturas legítimas. Uma campanha limpa se faz com a divulgação de virtudes de um candidato sobre o outro, e não com a difusão de atributos negativos pessoais que atingem irresponsavelmente uma candidatura”, afirmou Fux.

O presidente do TSE disse que a Justiça Eleitoral não pretende tolher a liberdade de expressão e de informação legítima do eleitor. “O papel do TSE, portanto, é o de neutralizar esses comportamentos anti-isonômicos e abusivos”, explicou. No combate às fake news, o ministro Fux falou que a imprensa será a primeira parceira do TSE e estará na linha de frente, auxiliando a Justiça Eleitoral como fonte primária de aferição da verossimilhança da notícia.

O novo presidente informou que será criada a Academia da Democracia, formada por integrantes do meio jurídico-político e da sociedade civil, com a missão de realizar eventos que visem a aprimorar o sistema governamental brasileiro. No campo social, o ministro disse que serão criados três programas fundamentais por meio da Escola Judiciária Eleitoral: Políticos do Futuro, Inclusão Legal e Justiça Itinerante. “Essas iniciativas são, a um só tempo, ousadas e plenamente factíveis”, declarou Luiz Fux.

Para encerrar o ministro Luiz Fux disse que uma gestão eficiente do Tribunal Superior Eleitoral exige a interlocução permanente e a efetiva cooperação com os Poderes da República.“Afinal, os Três Poderes, Legislativo, Executivo e Judiciário, devem ter um projeto, um pacto democrático e republicano de felicidade e de solidariedade pelo país, cientes de que não há democracia sem política”, concluiu o novo presidente do TSE.

A presidência do TSE é ocupada por ordem de antiguidade entre os três ministros do STF que também compõem o tribunal eleitoral. Dois ministros oriundos do Superior Tribunal de Justiça (STJ) e dois membros da advocacia completam a composição do TSE. O ministro Luiz Fux ocupará a vaga deixada pelo ministro Gilmar Mendes, que completa o período máximo de dois anos no cargo.

O TSE é o órgão responsável por organizar as eleições no País,como por exemplo, na aceitação ou rejeição das candidaturas para as eleições. No entanto, o ministro Luiz Fux não deve avaliar as candidaturas dos políticos que quiserem concorrer às eleições deste ano, isso porque o prazo para que tais candidatos sejam oficializados é até o dia 15 de agosto, dia em que o ministro Fux completará o segundo biênio e deverá deixar o tribunal. O próximo a ingressar na Corte Eleitoral é o ministro Luis Roberto Barroso.

A vice-presidência do TSE será ocupada a partir de hoje pela ministra Rosa Weber que a partir de 15 de agosto assume a presidência e presidirá as eleições de outubro deste ano. A ministra Rosa Weber nasceu em Porto Alegre e formou-se na Faculdade de Direito da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). Foi juíza do Trabalho de 1976 a 1991. Foi também juíza do Tribunal Regional do Trabalho da 4ª Região de 1991 a 2006. Rosa Weber passou a integrar o Tribunal Superior do Trabalho (TST) em fevereiro de 2006. Tornou-se ministra do Supremo Tribunal Federal (STF) em 19 de dezembro de 2011. Foi ministra substituta da Corte eleitoral em 12 de junho de 2012 e tomou posse como integrante efetiva do Tribunal Superior Eleitoral em 24 de maio de 2016.

Depois da cerimônia no Plenário do TSE, os convidados se dirigiram ao Salão Nobre para os cumprimentos. Familiares, amigos, governadores de Estado e juristas enfrentaram longa fila para abraçar o novo comandante da Corte Eleitoral, um jurista que não tem medo de aplicar a lei.

Aos jornalistas, o ministro do TSE, Tarcísio Vieira de Carvalho Neto, enalteceu o discurso do presidente, no qual, segundo ele, foram “assentada as linhas mestras da sua administração, dentre as quais, a partir das capacidades da Justiça Eleitoral, ser respeitado e estimulado o voto do eleitor cada vez mais consciente do seu papel social”.

Neve complica o trânsito e atividades turísticas em Paris

Uma onda incomum de frio tomou conta da capital da França causando transtornos no trânsito e fazendo com que a Torre Eiffel encerrasse as visitações. Os turistas tiveram de admirar a torre coberta de neve dos jardins perto do monumento.O manto de neve rara deixou o cenário de Paris mais lindo e os turistas aproveitaram para fazer muitos cliques.

Paris e mais 28 departamentos franceses têm alerta laranja pelas condições perigosas do tempo. Meteorologistas franceses informam que o acúmulo de neve em Paris ontem chegou a 10 centímetros e que hoje a situação é a mesma.

 
Coluna Bernadete Alves - dia 06/02/2018

Produtor de cinema Bento Viana inaugura galeria

O espaço Bento Viana Galeria, na QI 17 do Lago Sul, foi inaugurado com a exposição “Voz do Olhar”, acervo com mais de 500 mil imagens autorais do fotógrafo, reunidas ao longo de seus 25 anos de carreira. A curadoria é do pernambucano Diógenes Moura. O espaço assinado por Vanessa Passos, abrigará oficinas de fotografia ministradas por Bento Viana. “Será um local para pensarmos a fotografia e trocarmos experiências”, diz o famoso fotógrafo.

Bento nasceu no Rio de Janeiro e veio para Brasília em 1979, quando tinha 8 anos de idade. Ele conta que foi Carlos Terrana que lhe ensinou a arte de fotografar. “Estávamos na nave da igreja Dom Bosco quando apontei a objetiva para os seus famosos vitrais e cliquei. A foto era em preto e branco, e o universo cromático daquele lugar segue vivo em minha memória até hoje”, relembrou Bento Viana.

O fotógrafo Bento Viana é conhecido por clicar a cidade por ângulos inusitados e belíssimas imagens. Bento é autor dos livros “Brasília Vista do Céu” e “Do Céu, Brasília” e das cerca de 40 exposições individuais e coletivas e principalmente a “A Volta ao Mundo em 80 Fotos”, se prepara para lançar o 6º livro “Do Céu, cidade maravilhosa”, em homenagem a sua terra natal.

Aos 46 anos, o editor da revista Traços, acredita que ainda há muito espaço para a fotografia profissional. E ele está certo porque é um mestre em mostrar Brasília na plenitude da cidade. Bento Viana Galeria é uma nova opção do circuito da arte em Brasília e para aprender a arte de fotografar.

O evento reuniu cerca de 200 convidados, entre fotógrafos, arquitetos, designers, colecionadores e entusiastas das artes. Dentre eles Celso Martins, Moema Leão, George Zardo, Bruno Stuckert, Lorena Monjardim, Rafael Noleto, Andrea Bichara, Amador Outerelo, Mercedes Urquiza, Tiago Correia, Daniela Kniggendorf, Anna Christina, Fernando Moraes,dentre outras personalidades.

Bento Viana recebeu seus convidados com delícias servidas pelo restaurante Taypá del Peru e drinques especiais. O anfitrião brinda a capital do país com uma galeria especializada em fotografias de arte. “Como todo brasiliense que se preze, adoro a arquitetura, os horizontes e a luz natural de Brasília.

Bento Viana é brasileiro, geógrafo, fotógrafo e produtor premiado de cinema e vídeo, com mais de vinte e cinco anos de experiência no mercado. Tudo que faz é com muito brilhantismo. Lembro quando ele produziu o livro “Do Céu, Brasília”, de todo o seu esforço e dedicação para entregar uma obra perfeita. Foram mais de 15 dias de sobrevoos do nascer ao por do sol para captar imagens únicas que mostrassem a beleza da monumental capital do país.

Sou fã de Bento Viana. Ele consegue fazer um panorama da própria obra com os olhos do coração. Suas obras nos remetem às pranchetas de Niemeyer e Lúcio Costa. Suas imagens mostram seu olhar apurado da Brasília em sua concepção. Obrigada Bento por encantar nosso coração com sua arte. Parabéns e sucesso sempre!

 
Coluna Bernadete Alves - dia 05/02/2018

Neymar Jr. completa 26 anos e festeja em grande estilo

O craque do PSG e da Seleção Brasileira, Neymar Jr., completa hoje 26 anos e para comemorar seu aniversário reuniu os amigos e familiares, na madrugada desta segunda-feira, para uma grande festa de gala em Paris. De chapéu e traje de gala, Neymar chegou ao local da festa acompanhado do filho Davi Lucca e de Bruna Marquezine. A atriz e o jogador estavam usando novas alianças de compromisso.Diversas celebridades, não só do mundo do futebol, aplaudiram a chegada do aniversariante.

A festa de Neymar foi em um mega salão e contou com shows de Rodriguinho, Alok e Maluma, além de uma apresentação com esportistas radicais e dançarinos de street dance. O bolo de aniversário tinha sete andares, todo em branco com decorações em preto, o luxuoso (e pesado) bolo precisou ser carregado por dois garçons.

Neymar chorou durante o “Parabéns a Você”, na voz do cantor colombiano Maluma, enquanto espumantes com velas de faísca brindavam o craque dos gramados.O DJ Alok ficou responsável pela animação da festa e o aniversáriante dançou muito samba e pagode.O cardápio de drinks tinha nomes temáticos como: “The Neymar Jr.”, “Jogo Bonito”, Caneta”, The Dribbler” e “Seleção in Rússia”.

O atacante Neymar recebeu vários companheiros de equipe como Marquinhos, Thiago Silva, Daniel Alves, Lo Celso, Di María, Mbappé, Pastore e até Cavani e o técnico Unai Emery. Gabriel Jesus, que não vem jogando pelo Manchester City devido a uma lesão no joelho, também foi para Paris prestigiar o companheiro de Seleção Brasileira.

Além deles, o ex-jogador Ronaldo Fenômeno, que além de amigo pessoal é também responsável pela imagem do craque, o cantor Thaiguinho, o youtuber Matheus Mazzafera, o ex-atleta de vôlei Giba, os apresentadores Luciano Huck e Angélica, Sasha Meneguel e o namorado Bruno Montaleone, Giovanna Ewbank, Isabel Goulart, Hugo Gloss, o jogador de pôquer André Akkari, a ex-BBB Emily, namorada de Jota Amâncio, também estiveram na festa de gala. Neymar bancou a viagem de mais de 50 convidados só do Brasil, entre eles a familia, amigos e colegas do Santos. A festa de Neymar bombou nas redes sociais.

Bosque dos Tribunais ganha gestão compartilhada

O governo de Brasília firmou acordo de cooperação técnica com o Superior Tribunal de Justiça, o Tribunal Superior Eleitoral e com o Tribunal Superior do Trabalho, com o objetivo de tornar compartilhada a gestão do Parque Bosque dos Tribunais. O acordo entra em vigor hoje e terá duração de 60 meses, podendo ser prorrogado mediante termo aditivo.

Assinaram o documento o governador Rodrigo Rollemberg; a presidente do Superior Tribunal de Justiça (STJ), ministra Laurita Vaz; o presidente do TST, ministro Ives Gandra da Silva Martins Filho; o presidente do TSE, ministro Gilmar Mendes; o presidente do Ibram, Aldo César Vieira Fernandes; e o secretário de Gestão do Território, Thiago de Andrade. A cerimônia aconteceu na sede do STJ.

De forma colaborativa o governo de Brasília, o STJ, o TSE, e o TST poderão administrar, reformar e fazer obras de infraestrutura. O documento não estabelece acordo financeiro prévio. Cada órgão se responsabilizará pelas benfeitorias que fizer. Os tribunais podem propor, implementar e monitorar atividades, projetos, obras e serviços de engenharia para compor o plano de trabalho.

Por parte do governo de Brasília, o Instituto Brasília Ambiental (Ibram) e a Secretaria de Gestão do Território e Habitação ficarão responsáveis pela área. Cabe ao Ibram elaborar o plano de uso do parque; oferecer apoio técnico para o manejo ambiental e a recuperação das áreas degradadas; analisar projetos, obras e serviços de engenharia; e emitir autorizações ambientais. A Secretaria de Gestão do Território e Habitação fica encarregada de também analisar projetos, obras e serviços de engenharia, além de emitir alvarás de construção.

O governador de Brasília, Rodrigo Rollemberg, disse que um dos objetivos é criar um espaço de entretenimento e de prática de esportes para os servidores dos tribunais e para a população de Brasília. “É motivo de muita alegria assinar este termo de cooperação. Nesse parque, já plantamos mais de 4 mil espécies nativas do Cerrado, no sentido de valorizar esse bioma, um dos mais importantes do mundo, responsável por 70% do abastecimento de água nas Bacias do Paraná, do Tocantins e do São Francisco”, disse o chefe do Executivo local.

A ministra Laurita Vaz, presidente do Superior Tribunal de Justiça, falou que o projeto teve início em 2008, e a parceria foi possível por causa do esforço conjunto. “Esta urbanização é uma antiga reivindicação dos servidores dos tribunais”, declarou a ministra. Em março de 2017, o parque ganhou 2,5 mil mudas de árvores nativas do Cerrado, entre elas ipês e jacarandás.

 
Coluna Bernadete Alves - dia 04/02/2018

Edison Garcia é o novo Procurador-Geral do INSS

O presidente do Instituto Nacional do Seguro Social, Francisco Lopes, empossou no último dia 31, Edison Antonio Costa Britto Garcia, como novo procurador-geral da Procuradoria Federal Especializada. Com 30 anos de experiência na advocacia pública, Edison Garcia ocupava a procuradoria do IPEA no Ministério do Planejamento. O cargo de procurador-geral do INSS estava vago há sete meses.

Edison Garcia é graduado em direito pelo UniCeub, em1983 e pós-graduado com LLM no IBMEC SP em Direito Societário, em 2007. Atualmente é Superintendente da Associação de Investidores no Mercado de Capitais em São Paulo. Integra o Conselho de Auto-Regulação de Mercado de Capitais da ANBID. Professor de Pós-Graduação na Universidade Anhembi Morumbi em São Paulo. Foi Conselheiro da OAB/DF, e procurador do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea).

O novo procurador-geral também atuou no Gabinete da Advocacia-Geral da União (AGU). Integrou o Conselho de Recursos do Sistema Financeiro Nacional por dois mandatos – 2000 a 2004. Foi Secretário de Estado de Planejamento e Coordenação Geral do Governo do Estado de Mato Grosso. Já ocupou diversos cargos públicos no Governo Federal. É Conselheiro Suplente no Conselho de Contribuintes do Ministério da Fazenda desde 1994. Lotado na Comissão de Valores Mobiliários, autarquia do Ministério da Fazenda, onde também foi Superintendente. Edison Garcia Iniciou sua vida profissional militando na Advocacia Empresarial.

O presidente do INSS, Francisco Lopes, enalteceu as qualidades do novo Procurador-Geral e disse que o Instituto precisa de agilidade na resolução de processos. Contratar pessoal é o princípio fundamental para a solução do problema. “O Dr. Edison é uma pessoa aguardada ansiosamente, estudou a Casa, conhece como funciona e vai ser, com certeza, um grande gestor da Procuradoria. Conseguiremos resultados muito mais rápidos e consistentes. Nós temos um problema que é a falta de peritos e servidores, uma das metas é a implementação digital. Nós temos que preparar o INSS pro futuro”.

O Procurador-Geral falou sobre o INSS ser a fonte de esperança de milhões de brasileiros que desejam uma aposentadoria merecida, além dos benefícios como o auxílio-doença. Destacou que a procuradoria do Instituto exerce papel de destaque entre os órgãos federais, contando com 1.700 procuradores nas suas regionais em todo o país, no auxílio consultivo e judicial à entidade.

Edison Garcia falou que o trabalho será árduo, porém necessário, uma vez que é preciso dar celeridade aos processos que tramitam na casa. “É com grande honra que eu integro esta Procuradoria Federal, que foi o berço e é uma grande escola de procuradores. Daremos segmento com passos firmes para que possamos dar ao INSS e ao cidadão brasileiro o benefício que lhe é de Direito Constitucional. Ele merece e contribui para isso”.

O presidente da OAB/DF, Juliano Costa Couto, falou que o novo procurador-geral reúne todas as características para o cargo. “Sabemos da competência de Edison. Ganha o INSS que terá um excelente gestor. Nossos votos de sucesso”, declarou Juliano Costa Couto.

Rogério Filomeno, vice-presidente da Associação Nacional dos Advogados Públicos Federais, disse que Edison Garcia é uma pessoa com uma larga vivência na Administração Pública, conquistou vários cargos importantes. “A gente só tem a desejar que ele possa colocar os projetos em prática. Ele é um procurador muito importante e a Procuradoria tem um belo papel a cumprir”. O presidente da ANPPREV, Antonio Rodrigues, também prestigiou a solenidade de posse do novo procurador-geral do INSS, o advogado Edison Garcia.

No Dia Mundial contra o Câncer a Asco anuncia nova terapia

A data foi instituída em 2005 pela União Internacional para Controle do Câncer (UICC) para unir a população mundial pelo controle do câncer. O objetivo principal da data é fazer com que toda a sociedade discuta o assunto para ajudar a controlar a doença que mata milhões de pessoas todos os anos ao redor do mundo.O câncer é uma das principais causas de morte em todo o mundo. Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), mais de 14 milhões de pessoas desenvolvem a doença todos os anos.

Boas doses de amor e apoio são fundamentais para manter o otimismo, a saúde emocional e a vontade de controlar a doença. A Sociedade Americana de Oncologia Clínica (Asco, na sigla em inglês) divulgou neste domingo, o maior avanço no tratamento contra o câncer do último ano: A terapias à base de CAR - T Cells. A técnica que usa as próprias células de defesa do paciente curou a doença em casos quase sem esperança – e foi eleito como maior progresso na oncologia.

Também chamadas de Linfócitos T com Receptores Quiméricos de Antígenos, essas novas estratégias basicamente transformam as células de defesa do próprio paciente em supersoldados, capazes de enfrentar tumores malignos.Resumindo: os médicos extraem células do sistema imune da pessoa com câncer e mexem no DNA dessas unidades para que desenvolvam um receptor capaz de identificar e destruir o câncer. Aí, reinserem essas tropas de elite no indivíduo para que elas arrasem a enfermidade. A promessa de 2018 pode, em tese, ser usada contra inúmeros tumores.

O oncologista Bruce Johnson, presidente da Asco, em comunicado à imprensa, comemora o novo tratamento. “É marcante ver décadas de desenvolvimento tecnológico se fundirem em um novo tipo de tratamento. O sucesso das CAR -T Cells demonstra o impacto profundo de novos tratamentos no prolongamento da vida das pessoas com câncer”. “A boa nova é que, segundo as pesquisas mais recentes, o processo de pegar a célula, colocá-la num veículo específico, levá-la a um centro e, depois, devolvê-la ao paciente não abalou sua efetividade. No entanto, o próprio custo da operação pode dificultar a viabilidade em grande escala. Teremos de aguardar os próximos capítulos para ver até onde esse tratamento a princípio revolucionário vai nos levar”, concluiu o oncologista.

O problema do novo tratamento é que o preço é praticamente proibitivo hoje em dia: chega a 1 milhão de dólares. A técnica, hoje, está autorizada só nos Estados Unidos. A Novartis, por exemplo, conta até o momento com um único centro desses nos Estados Unidos.

As CAR-T Cells podem marcar o início de uma nova era de tratamento personalizado contra diversos tumores. Mas os obstáculos para isso não são pequenos.Enquanto este novo tratamento esta só disponível nos EUA, os oncologistas da Associação Italiana de Oncologia Médica (Aiom) afirmam que “o câncer se vence também jogando antecipadamente, seguindo a regra de ouro da palavra mágica: prevenção". Segundo eles a melhor prevenção contra a doença é "seguir um estilo de vida correto, desde uma idade precoce".

As atitudes de ouro são: Não fumar: 30% de todos os cânceres estão relacionados ao consumo de tabaco. Consumo moderado de álcool: a única bebida essencial para o corpo é a água. É necessário beber pelo menos 1,5 ou 2 litros por dia. Siga uma dieta saudável e equilibrada: Coma frutas e legumes regularmente: limite os alimentos a uma quantidade de calorias. Evite bebidas açucaradas, conservas, alimentos ricos em sal, além da gordura da carne vermelha. Praticar atividade física moderada todos os dias. Manter um peso corporal saudável: obesidade e ingestão de gordura elevada são fatores de risco importantes a serem evitados. Não use lâmpadas solares : desta forma, você pode reduzir o risco de melanoma e outros tipos de câncer de pele.Proteja-se contra doenças sexualmente transmissíveis : use sempre preservativos durante a relação sexual.

Evite o uso de substâncias dopantes: os esteroides anabolizantes elevam o risco de tumores, especialmente no fígado, próstata e nos rins. Participe de programas de vacinação e leve os seus filhos, principalmente quando for prevenção de hepatite B e D papilomavírus (HPV). A amamentação reduz o risco de câncer: se puder, alimente seu bebê. Cuidado! A terapia de reposição hormonal pós-menopausa pode aumentar o risco de câncer. Participe de programas de triagem para diagnóstico precoce de câncer colorretal, de mama e tumores do colo uterino.

Em apoio a campanha de prevenção ao câncer, a sede do governo de Brasília ficará iluminada nas cores laranja e azul, até o dia 11 deste mês, para alertar o quanto é importante a prevenção da doença.

 
<< Início < Anterior 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 Próximo > Fim >>

Página 8 de 240
RocketTheme Joomla Templates