Coluna Bernadete Alves - dia 20/07/2018

Neymar promove leilão beneficente e fala sobre as polêmicas da Copa

O jogador Neymar Jr., atacante do Paris Saint-Germain e da seleção brasileira, promoveu o 2º Leilão Beneficente do Instituto Projeto Neymar Jr., evento que tem como meta arrecadar dinheiro para os projetos sociais da instituição, em Praia Grande, no litoral paulista. O craque estava acompanhado da namorada Bruna Marquezini, de seus pais e irmãos.

Pelo tapete vermelho do Unique de São Paulo desfilaram cerca de 700 pessoas. Dentre os ilustres convidados estavam o presidente do PSG, Nasser Al-Khelaifi, atrizes, atores, modelos, cantores como Leonardo, Latino e Roberta Miranda, jogadores em férias no Brasil como Daniel Alves, o humorista Tom Cavalcanti, os apresentadores de televisão Pedro Bial, Sabrina Sato, Patricia Abravanel, Ana Paula Padrão, Gloria Maria e Roberto Justus, dentre outras personalidades.

Neymar encarou a imprensa pela primeira vez depois da derrota do Brasil para a Bélgica na Copa do Mundo da Rússia. O jogador foi alvo de uma série de críticas na comunidade do futebol em razão do desempenho na Copa, de ex-jogadores a rivais, de imprensa estrangeira a comentaristas brasileiros. O craque estava cercado de um pelotão de amigos celebridades prontos para defendê-lo.

Sobre as críticas durante e depois da copa e sobre sua imagem ele falou: "Desvalorização? Eu saí da Copa e estão até agora falando do meu nome. Então não desvalorizou. Não me esquecem nunca”.O ídolo rebateu a tese de que teve a marca desvalorizada com o fracasso na Rússia.

Ele também falou sobre a farta produção de memes de internet , sobre supostos exageros com imagens de Neymar no chão durante a Copa do Mundo e que ficou como a principal marca do craque no torneio, ele disse que suas costas são bem largas e já está acostumado com tudo. “Eu levo na brincadeira, não fico bravo. Só dou risada, e aí a gente entra na onda. Foi um momento ali em que eu estava com as crianças e resolvi fazer”.

"Você acha que eu quero ficar sofrendo falta toda hora? Eu não posso pedir licença para o marcador: 'dá licença que eu quero passar'. Eles vão continuar batendo. Até porque eu sou rápido e mais leve e por isso eu caio. E dói, machuca. Depois da partida tenho que colocar gelo por horas.Quem não viveu isso de verdade nunca vai saber", declarou Neymar.

Neymar pai também se manifestou."Tudo na vida do Neymar é exagerado, tanto nos elogios, quanto nas críticas. Isso é normal, está no roteiro. A gente só tem que ter tranquilidade, refletir, saber o que fez certo”."O Neymar é o mesmo desde a época do Santos. É o mesmo jogador, não mudou nada. Conquistou tudo que conquistou da mesma forma. Por que mudar se as coisas estão dando certo?", afirmou Neymar pai.

Entre os principais itens do leilão, apresentado por Gloria Maria e Patrícia Abravanel, estavam duas camisas autografas por Pelé e Neymar, que foram arrematadas por R$ 110 mil; uma vaga para jogar uma partida de "futebol de cinco" no time do atacante; encontro com o craque do PSG durante a gravação do programa "Neymar Jr. Entre Amigos", a ser exibido pelo SBT e Fox Sports: encontro com a modelo Gisele Bündchen em Nova York (arrematado por R$ 40 mil) ; uma viagem para a Posada Maria Bonita Noronha, de propriedade de Bruno Gagliasso  e Gio Ewbank, que fica em Fernando de Noronha (por R$ 120 mil);  dentre os 24 lotes leiloados.  Ao todo, foram arrecadados R$ 3,5 milhões, para os projetos sociais de Neymar Jr.

“Estou muito honrado de estar fazendo o segundo leilão. Queria agradecer de coração pelo investimento. Não tem coisa melhor do mundo do que ajudar os outros”, declarou Neymar. O craque brasileiro é o 13º dentre as 100 celebridades mais bem pagas de 2018, na Revista Forbes.

Base Aérea celebra os 145 anos de nascimento do Pai da Aviação

 

Alberto Santos Dumont, o brasileiro que revolucionou o mundo com sua inventividade e genialidade, nasceu no dia 20 de julho de 1873, no sítio Cabangu, localizado no município de Palmyra, interior de Minas Gerais. O filho do engenheiro Henrique Dumont e da senhora Francisca Santos, mudou-se para Paris em 1892. Foi lá que realizou o seu primeiro voo em um balão. Foi ali que Alberto Santos Dumont viu despertar a sua a paixão pela conquista dos ares.

Com incentivo e financiamento do seu pai iniciou suas pesquisas e projetos. “Durante toda a viagem acompanhei as manobras do piloto; compreendia perfeitamente a razão de tudo enquanto ele fazia. Pareceu-me que nasci mesmo para a Aeronáutica. Tudo se me apresentava muito simples e muito fácil; não senti vertigem, nem medo”, descreveu Santos Dumont.

O Balão “Brasil”, criado em julho de 1898, foi o primeiro invento. Santos Dumont não queria ficar a mercê dos ventos. Projetava, financiava, construía e testava suas aeronaves, com apoio dos mecânicos franceses.Fez experimentos até chegar ao 14-Bis, seu primeiro invento com asas em 1906.O objetivo era voar com aparelho mais pesado que o ar.

Em 23 de outubro de 1906, no Campo de Bagatelle, Alberto Santos Dumont entrou definitivamente para a história, executando um voo de 60 metros com altura estimada entre dois a três metros. Não havia dúvida que um brasileiro havia realizado o primeiro voo. Em 12 de novembro, o Pai da Aviação ampliou deu feito, conseguindo voar por 223 metros a uma altura de 6 metros.

Santos Dumont queria mais e foi então que aperfeiçou seu maior invento: o Aeroplano. Dessa forma, produziu uma sequência de quatro versões de uma mesma aeronave. A primeira Nº 19 voou em fins de 1907 com o qual estabeleceu um recorde de velocidade, voando a 95 km/h. Sua criação, apelidada pela população parisiense de Demoiselle, assemelha-se muito ao atual ultraleve.

Este ser humano visionário, movido por um espírito inquieto e empreendedor, viria se tornar uma das mais importantes personalidades da era moderna, deixando seu perpétuo legado na conquista dos ares. “Inventar é imaginar o que ninguém pensou; é acreditar no que ninguém jurou; é arriscar o que ninguém ousou; é realizar o que ninguém tentou. Inventar é transcender.” – Alberto Santos Dumont.

Consagrado por sua contribuição ímpar no desenvolvimento da aviação, Santos Dumont tornou-se um ícone mundialmente conhecido, recebendo homenagens, desde monumentos até nomes de aeroportos e cidades, aonde teve como excepcional consagração em 19 de outubro de 1913 quando o Aeroclube de França inaugurou em Saint Cloud – Paris, um ícaro em bronze que consagrou para a posteridade os voos de “Santos-Dumont – pioneiro da locomoção aérea“; no qual na época nenhum inventor merecera, ainda em vida, tal homenagem.

Pai da Aviação nos concedeu, muito mais do que suas invenções, um exemplo de tenacidade, coragem e abnegação ao perseguir seus sonhos. Pelo legado que nos deixou, nós integrantes da aeronáutica brasileira nos curvemos, neste momento, rendendo-lhe o mais profundo reconhecimento. Santos Dumont faleceu no dia 23 de julho de 1932. Oito dias após a sua morte a cidade onde ele nasceu e retornou após a fama e o sucesso, passou a se chamar Santos Dumont em sua homenagem.

Para festejar os 145 anos do Marechal do Ar, Alberto Santos Dumont, o presidente Michel Temer participou hoje da solenidade militar na Base Aérea de Brasília junto com os representantes das Forças Armadas.

 
RocketTheme Joomla Templates