Coluna Bernadete Alves - dia 14/07/2018

Brasília Capital Moto Week 2018 vai incentivar a sustentabilidade

O lançamento da 15ª edição do Brasília Capital Moto Week, o maior encontro motociclístico da América Latina, no mezanino da Torre de TV foi bem prestigiado. Os organizadores, Marco Portinho, Juliana Jacinto e Pedro Affonso, querem comemorar os 15 anos do festival com o foco e protagonismo feminino. Dentre as novidades do universo motociclístico, muitos legados sociais como o “Caveiras do Bem”.

“Queremos comemorar os 15 anos do festival com uma cara nova, um evento novo. Vamos falar mais sobre as pessoas, a devoção pelo universo motociclístico e a inclusão. Para tanto criamos o Caveiras do Bem, para mostrar a essência dos motociclistas, que somos todos iguais e desmistificar a imagem de pessoas que usam preto e têm várias tatuagens”, declara Juliana Jacinto, uma das organizadoras.

A sustentabilidade é um dos pontos abordados neste ano e os organizadores querem incentivar ações contínuas, como destinação correta dos restos e uso do lixo orgânico do evento para compostagem de mudas e plantação de 10 mil árvores. Além disso, a intenção da produção é despertar a consciência dos participantes para fazer o bem.

Quem aplaudiu a novidade foi o ex-secretário do Meio Ambiente Igor Tokarski que participou do coquetel de lançamento ao lado de seus pais Elin e Donizete Tokarski. Igor defende e apoia a coleta seletiva e a destinação adequada dos resíduos e o reflorestamento. “Reciclar é a palavra de ordem para a preservação do meio ambiente”, diz Tokarski.

Marco Antônio Portinho, um dos organizadores do Capital Moto Week, disse que no ano passado o festival, com o apoio do governo de Brasília, plantou 2 mil mudas de árvores e que este ano a meta é 10 mil. Portinho diz que na praça de alimentação estará disponível o canudo compostável, feito de material biodegradável que se decompõem mais rapidamente no meio ambiente. Todo Staff do evento usará squeeze ao invés de garrafa descartável e haverá com pontos de reabastecimento de água. 

Brasília Capital Moto Week acontece de 19 a 28 deste mês, na Granja do Torto e reunirá milhares de motociclistas do Brasil e exterior. O festival terá shows de peso como Capital Inicial, Titãs, Scalene, Raimundos e outras 48 atrações musicais. Além de casamentos, espaço voltado para as motociclistas, Moto kids, globo da morte, bares temáticos e uma série de atrações que prometem conquistar até quem não está familiarizado com o mundo das duas rodas.

O protagonismo feminino vai estar presente no espaço Lady Bikers, que conta com salão de beleza Hélio Diff, lojas de roupas e acessórios, farmácia, espaço zen e tatoo. São inúmeras opções disponíveis. Entre elas, a galeria de arte de Ralfe Braga, cinema e várias atividades. A programação completa está disponível no site www.capitalmotoweek.com.br, onde também podem ser adquiridos ingressos, ou na loja conceito do Capital Moto Week, no piso superior do Shopping Iguatemi, em Brasília-DF.A Cherry Comunicação é a responsável pelo marketing e identidade do evento de 2018.

Geração belga conquista 3º lugar na Copa do Mundo da Rússia

A Bélgica derrotou a Inglaterra, neste sábado por 2 a 0, pela disputa do 3º lugar da Copa do Mundo da Rússia, em São Petersburgo, e ficou com a medalha de bronze do Mundial. Este foi o melhor resultado da seleção na história do torneio. Em uma partida movimentada, os belgas mostraram superioridade sobre o adversário durante toda a partida. Fizeram o primeiro gol aos quatro minutos, marcado por Meunier, e não tiveram problemas para segurar o ataque inglês. Aos 37 minutos do segundo tempo, o segundo gol saiu dos pés do craque Hazard. O terceiro lugar em 2018 foi a melhor colocação já alcançada pelo país em uma Copa. Antes, o melhor resultado havia sido um quarto lugar em 1986.

Os belgas dominaram o 1º tempo da partida, sem correr grandes riscos. Já na etapa final, os ingleses conseguiram chegar mais ao ataque e ficaram perto de empatar, principalmente aos 25 minutos, quando o volante Dier conseguiu encobrir Courtois e só não fez o gol devido ao corte providencial de Alderweireld em cima da linha.

Para a partida com a Bélgica, o técnico Gareth Southgate decidiu substituir quase todo o meio-campo do time inglês, com as entradas de Delph, Dier e Loftus-Cheek nos lugares de Henderson, Lingard e Dele Alli. Sem alcançar o empate, o time ficou vulnerável nos contra-ataques, em um destes, Hazard ampliou o placar e garantiu o triunfo belga. A Inglaterra ficou com o 4º lugar, mesmo resultado da seleção na Copa de 1990, quando alcançou ás semifinais pela última vez.

Após três vitórias na primeira fase, a Bélgica eliminou Japão, Brasil e caiu para a França nas semifinais. Com a vitória sobre a Inglaterra, a equipe comandada por Roberto Martínez ultrapassou a 4ª posição alcançada pelos belgas no Mundial de 1986 e consolidou a campanha de 2018 como a melhor da história da seleção em 13 participações.

Com a vitória de hoje a equipe de Hazard também ficou muito próxima de ter o melhor ataque da competição. O técnico Roberto Martínez destacou o ataque belga, que marcou 16 gols na competição. "A gente começou pressionando muito alto e isso cansa um pouco e cai a concentração. Mas a gente poderia ter marcado mais um gol. Tivemos quatro ou cinco oportunidades. O número de gols que a gente marcou no torneio fala por si. Essa equipe quebrou um recorde e esse legado vai ficar durante muitos anos", declarou o treinador.

Quando terminou a disputa Ingleses e belgas se cumprimentaram no campo, como se tivessem jogado um amistoso. As comemorações eram discretas entre os belgas. Os atletas da Inglaterra não demonstraram tristeza pelo quarto lugar e aplaudiram sua torcida antes de deixarem o gramado. Ao final, os jogadores e comissão técnica belga receberam medalhas de bronze pelo terceiro lugar conquistado.

Parabéns a geração de ouro da Bélgica.

 
RocketTheme Joomla Templates