Coluna Bernadete Alves - dia 21/06/2018

Começou hoje o solstício de junho: O inverno no Brasil

Neste 21 de junho de 2018, começa no Hemisfério Sul o solstício de inverno, o momento em que a Terra está mais distante do Sol. Tecnicamente, o verdadeiro solstício de junho marca o momento no qual o sol está diretamente sobre o Trópico de Câncer. Um evento celestial que marca o inicio do Inverno que aconteceu às 11:07 UTC (08:07 no horário de Brasília). No Hemisfério Norte tem o dia mais longo do ano, porque lá acontece o solstício de verão.

Esse fenômeno acontece porque o eixo de rotação da Terra não é exatamente perpendicular a seu plano orbital, sendo assim, pela metade do ano o Hemisfério Norte fica levemente inclinado em direção ao sol e, na outra metade, o Hemisfério Sul fica similarmente inclinado.

No Hemisfério Sul, onde está localizado o Brasil, esta estação é caracterizada pelas temperaturas baixas, dias mais curtos e noites mais longas. As regiões Sul e Sudeste do país são as mais afetadas com características típicas do inverno, sendo o restante do Brasil marcado por temperaturas mais equilibradas, com pouca variação térmica.

O solstício é um fenômeno astronômico que acontece duas vezes no ano: em junho e em dezembro. Esse evento marca o dia mais curto e a noite mais longa do ano, ou vice-versa. No Hemisfério Norte, o dia mais longo do ano acontece em junho e o mais curto em dezembro; no Sul, temos o inverso disso. A palavra ‘solstício’ deriva do latim ‘solstitium’, que significa ‘o sol fica parado’. Nesse dia, o sol se move tão devagar que parece não se mexer.

O pesquisador Ari Laakso explica que neste solstício de junho, o círculo ártico pode ter um sol que nunca se põe. Durante o mesmo período, a polar acontece no círculo antártico. No Ártico, o sol da meia noite pode acontecer em países como Noruega, Finlândia, Islândia, Suécia e Canadá. No Antártico, o fenômeno só acontece na Antártica. A luz do sol ilumina o céu durante a noite.

Laakso registrou a paisagem a bordo do navio quebra-gelo MSV Nordica, que atravessa a Passagem do Noroeste, pelo Arquipélago Ártico Canadense.O monumento Stonehenge, no Reino Unido, é um destino popular para acompanhar tanto o solstício de verão quanto o de inverno, graças às suas ligações com os bretões que faziam rituais de adoração ao sol ali.

A posição do sol em relação à Terra tem um grande impacto na agricultura tanto no Brasil como em várias partes do mundo. Os índios Aymara, da Bolívia,por exemplo, celebram o começo de um novo ciclo agricultor a cada solstício de junho.

O fim do inverno é também marcado por outro fenômeno astronômico: o equinócio de setembro, período quando o Sol incide com maior intensidade nas regiões próximas à linha do Equador. No Brasil e em todo o hemisfério Sul, o equinócio acontece em 22 de setembro de 2018, marcando o fim do inverno e começo da primavera. No equinócio, o dia tem a mesma duração no hemisfério Norte e no hemisfério Sul.

Brasília retratada em forma de dança e concreto

A Street Jam Cia. de Dança, uma das maiores companhias da dança Hip Hop do DF, estreia, amanhã, dia 22 de junho, o espetáculo "Candangus – Dança e Concreto". Trata-se de uma homenagem à capital do país, cujo conjunto urbanístico modernista é Patrimônio Cultural da Humanidade.

Com direção e coreografia de Giovanni Carvalho, o espetáculo se utiliza de dança e música para celebrar os trabalhadores anônimos que construíram Brasília. O nome do espetáculo, inclusive, faz uma relação entre o nome científico em latim da borboleta Ouleus fridericus candangus, endêmica do bioma cerrado, e o apelido dado aos construtores, chamados de candangos. Os protagonistas do espetáculo interpretam estes guerreiros, vindos de todos os estados para erguer a nova capital.

As coreografias marcantes mostram a criação do Plano Piloto, remetendo à Juscelino Kubitschek e aos monumentos da capital federal. O espetáculo faz, ainda, uma passagem para as cidades satélites que desenvolveram-se depois, as regiões administrativas, ressaltando também a difusão do hip hop para as mesmas.

CANDANGUS – DANÇA E CONCRETO, Teatro Sesc Paulo Autran (CNB 12, AE 2/3, Taguatinga Norte), nos dias 22, 33 e 24 de junho,entrada franca mediante 1 kg de alimento não perecível. Mais informações: 3451-9103.

 
RocketTheme Joomla Templates