Coluna Bernadete Alves - dia 10/06/2018

Corpo de Bombeiros Militar do Distrito Federal ganha auditório

Ao som da Banda Sinfônica do CBMDF e da Orquestra Sinfônica do Teatro Nacional Cláudio Santoro, foi inaugurado o primeiro auditório Corpo de Bombeiros Militar do Distrito Federal e um salão, anexo ao lado, com o acervo do museu histórico da instituição. A cerimônia aconteceu na noite de sexta-feira (8), na Academia de Bombeiros Militar, no Setor Policial Sul.

O auditório, que tem espaço para acomodar 470 pessoas sentadas, recebeu o nome do Coronel José Nilton Matos, ex-comandante-geral da corporação, que faleceu em março de 2009. O coronel Luiz Cláudio Barbosa Castro, comandante-geral CBMDF, disse que a homenagem se justifica pelos relevantes serviços prestados pelo oficial à comunidade. Em Brasília desde a década de 1970,o coronel Luiz Cláudio Barbosa Castro, frequentou todos os cursos regulares da corporação, inclusive o de perícia e o de engenharia de segurança do trabalho.

“Nossa corporação foi forjada nos melhores princípios e valores, no espírito de corpo e na lealdade. Celebramos mais uma conquista”, agradeceu o comandante-geral da corporação, coronel Luiz Cláudio Barbosa Castro.

O governador de Brasília, Rodrigo Rollemberg e a primeira-dama Márcia Rollemberg, inauguraram o novo espaço cultural. O governador disse que o auditório fortalece a vocação de Brasília de ser um grande centro de eventos, de caráter profissional, científico e cultural. “É mais um espaço para promover o conhecimento e a cultura de nossa cidade”, declarou Rollemberg.

Nadal vence Roland Garros pela 11ª vez

O espanhol Rafael Nadal conquistou neste domingo mais uma vitória no tênis. Ele se tornou campeão pela 11ª vez do torneio francês ao derrotar o austríaco Dominic Thiem. O rei do saibro atropelou o austríaco por 3 sets a 0, apesar de cãibra na mão. Em duas horas e 42 minutos de jogo, o líder do ranking mundial conseguiu eliminar o austríaco por 6-4, 6-3, 6-2. Com a vitória, Nadal agora acumula 17 títulos de Grand Slam.

Em 24 disputas,Nadal só perdeu duas vezes desde 2005. “É espetacular. Nem consigo descrever os meus sentimentos porque era sequer um sonho ganhar 11 vezes. É impossivel pensar em alguma coisa como isso”, declarou o tenista no final da partida.

A garra e competência do espanhol foi testemunhada por Zidane, o cantor Roger Waters e o tricampeão de Roland Garros Gustavo Kuerten nas arquibancadas de Paris. Mesmo com cãibra na mão no terceiro set, Nadal bateu o próprio recorde e segue mais absoluto que nunca em Roland Garros.

 
RocketTheme Joomla Templates