Coluna Bernadete Alves - dia 22/04/2018

“Mil Dias: A Saga da Construção de Brasília”

O Canal History Channel, em coprodução com o Cine Group, lança “Mil Dias: A Saga da Construção de Brasília”, sua primeira série feita inteiramente no Brasil, com 80% da equipe formada por brasilienses e dirigida por Fernando Honesko. A produção mescla dramaturgia e entrevistas para falar sobre os que trabalharam na obra da construção de Brasília, criada para ser um símbolo da integração nacional.

Anna Christina Kubitschek, presidente do Memorial JK, promoveu no dia 20 a pré-estreia da minissérie que relata a história da construção da cidade pela ótica das pessoas que trabalharam para erguer a nova capital de todos os brasileiros. Os seletos convidados conheceram parte do elenco e os responsáveis pela produção e acompanharam a história da construção da cidade pela ótica das pessoas que trabalharam para erguer a nova capital de todos os brasileiros.

André Octávio, bisneto de JK, saudou os convidados. Ele falou que a história da construção de Brasília trouxe “confiança aos brasileiros, crença no país e projetou a nação internacionalmente, revelando a grande capacidade realizadora do povo e o talento dos arquitetos e engenheiros”. O filho de Anna Christina e do empresário Paulo Octávio, falou que é importante os brasileiros conhecerem “o fato histórico que nos ensina que a vontade política é transformadora e trás prosperidade e felicidade”.

No Memorial JK, a diretora de conteúdo do History, Krishna Mahon, disse a Anna Christina, neta de JK, que esta é a primeira série do canal produzida inteiramente no Brasil, por brasileiros. Krishna falou que topar o desafio de contar essa saga faraônica foi quase automático. “Não tinha nem o que pensar. As pessoas tinham muita esperança no Juscelino Kubitschek e estamos em um momento em que precisamos desse sentimento. Eu vejo uma identificação muito fácil do público com os personagens, o foco da série é no trabalhador”.

Mônica Monteiro, produtora executiva da série, disse que sempre quis contar a história de Brasília. “Muita gente diz que não gosta daqui, mas é porque não conhecem. É uma loucura uma capital ser construída em mil dias”.“Tem que ser fiel à história. Por isso a pesquisa é nossa base. Todos os objetos cênicos foram recriados a partir do trabalho de pesquisadores da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG)”, informou a produtora executiva.

A atriz Renata Calmon, que vive a arquiteta Gilda na história, contou que se apaixonou pela cidade durante as gravações, quando descobriu que suas concepções sobre a capital estavam equivocadas. “A gente veio para Brasília com esse olhar demonizado sobre a política. Saímos com a visão de quem conhece a história e ama essa cidade”. Locais como o Catetinho, Superquadra 308 Sul, Museu Vivo da Memória Candanga e Congresso Nacional são alguns dos lugares representados na série.

Para recriar a construção faraônica, a produtora Cinegroup simulou cenários em 3D para replicar diferentes etapas das obras. “Pesquisamos material fotográfico e buscamos referências da época, o que nos deu uma orientação de ângulos e de que forma os atores ficariam dispostos para o melhor resultado”, explicou a produtora-executiva Luciana Pires.

O empresário Paulo Octávio Pereira, recordou a sua chegada à nova capital em 1962, aos 12 anos. Disse que cresceu vendo as obras e acompanhando o crescimento da cidade. “Percebi que o trabalho e o sonho caminham juntos na construção dos grandes ideais”. O ex-governador de Brasília falou do seu amor pela cidade. “Aqui cresci confiante nos legados de coragem e vontade de realizar, herdados dos pioneiros. Um legado que o Brasil deveria receber de braços abertos e com ele ajudar a construir um país do qual possamos nos orgulhar , assim como fizeram JK e os brasileiros”, declarou o ex-senador.

“Mil Dias: A Saga da Construção de Brasília” será apresentada em quatro episódios. A produção explora a vida de quatro personagens fictícios: um topógrafo, um engenheiro, uma arquiteta e um operário. Eram figuras comuns no grande canteiro de obras que era o Planalto Central no fim da década de 1950, quando a cidade foi erguida em apenas mil dias. Depoimentos de historiadores, arquitetos e urbanistas são intercalados com a ficção.“Mil Dias: A Saga da Construção de Brasília” poderá ser conferida hoje às 23h35, no History Channel, Canal 83 da NET. Os demais episódios inéditos irão ao ar sempre aos domingos, também às 23h35, no mesmo canal.

Maria Estela Kubitschek, filha do ex-presidente Juscelino, que acompanhou a construção da cidade ao lado da mãe Sara e da irmã, Márcia, disse em entrevista à Agência Brasil que todos os anônimos contribuíram para fazer de Brasília o que ela é hoje. “Cada um teve e muitos ainda têm uma contribuição na construção de Brasília.” “O sonho de Juscelino Kubitschek de criar uma comunhão entre os brasileiros de várias regiões, raças, sotaques, neste país continental, numa verdadeira integração nacional, foi realizado”, afirmou Maria Estela.

Maria Estela disse que JK resistiu à ideia de Brasília ter uma pedra fundamental. No lugar da pedra, plantou uma cruz e chamou o arcebispo Dom Carlos Carmelo de Vasconcelos Motta, de São Paulo, para celebrar um ato ecumênico. O arcebispo trouxe uma imagem de Nossa Senhora Aparecida que hoje está na Catedral de Brasília. “Foi com a primeira missa, assim como no descobrimento, que nasceu Brasília”, relatou.

Brasil vence a Copa América de Futebol Feminino

A seleção brasileira venceu a Copa América de Futebol Feminino no Chile, por 3 a 0 sobre as colombianas no Estádio La Portada, em La Serena, com dois gols de Mônica e um de Formiga, em partida realizada na noite desse domingo.Foi a sétima vez que seleção conquista a Copa América, que é realizada desde 1991 e está na oitava edição. A única ocasião em que o troféu não veio foi em 2006, quando a Argentina foi campeã.

As meninas do Brasil não tiveram dificuldade nesta sétima conquista da competição. Foi 100% de aproveitamento, com sete vitórias em sete jogos, 31 gols marcados e apenas dois sofridos. O resultado garantiu também ao Brasil vagas nas Olimpíada de 2020, no Japão, e na Copa do Mundo 2019, na França. Marta orgulhosa beija a taça.

O treinador Oswaldo Alvarez, conhecido como Vadão, disse que a fase preparatória foi essencial para o desempenho da seleção na Copa América 2018. “Das 22 jogadoras que estão aqui conosco, 11 participaram dos três meses de trabalho na Granja Comary, em Teresópolis, quatro estiveram grande parte do tempo, e claro, as que atuam fora do Brasil se apresentaram nas datas da Fifa (datas em que a Federação Internacional de Futebol define para a realização de jogos preparatórios), declarou o técnico da Seleção Feminina de Futebol.

O Chile, segundo colocado do quadrangular final, ficou com vaga direta para o Mundial e jogará a repescagem das Olimpíadas. A Argentina, terceira, irá à repescagem da Copa. E a Colômbia, que amargou a lanterna, vai embora para casa sem qualquer vaga.

Parabéns as meninas do Brasil e ao técnico Oswaldo Alvarez,por mais esta conquista.

Curtas

Vacinação contra gripe começa amanhã no DF e vai até o dia 1º de junho. A 20ª Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza vai funcionar de segunda a sexta-feira das 8h às 17 horas em 114 postos. A Secretaria de Saúde do DF disponibilizará 777.700 doses. Poderão se imunizar de forma gratuita pessoas com mais de 60 anos, crianças de 6 meses até 5 anos, professores da rede pública e privada, trabalhadores de saúde,gestantes, puérperas (até 45 dias após o parto),pessoas com doenças crônicas, funcionários do sistema prisional, população privada de liberdade e povos indígenas.

Lionel Messi é o melhor remunerado na temporada: 126 milhões de euros (cerca de R$ 528 milhões) entre salário bruto, prêmios e receitas publicitárias, conforme ranking dos jogadores publicado na edição desta semana da renomada revista France Football revista France Football. Cristiano Ronaldo do Real Madrid aparece em segundo, com um montante de 94 milhões (R$ 392 milhões aproximadamente) e Neymar, do PSG tem receitas de 81,5 milhões (R$ 340 milhões). Na sequência, aparecem Gareth Bale (44 milhões de euros) e Gerard Piqué (29 milhões de euros) fechando o top 5.

Dia Mundial da Terra é celebrado em 190 países. Este dia representa a luta em defesa do meio ambiente, de modo a promover a reflexão sobre a importância do planeta Terra, a partir do desenvolvimento de uma consciência ambiental. Conservar os recursos naturais do mundo é dever de todos nós. A data foi criada pelo criado pelo senador norte-americano Gaylord Nelson, no dia 22 de Abril de 1970.

 
RocketTheme Joomla Templates