Coluna Bernadete Alves - dia 19/03/2018

Alimentos aliados de uma boa noite de sono

Dormir bem é fundamental para a nossa saúde. Segundo especialistas uma boa noite de sono ajuda a viver mais, pois diminui o estresse e melhora o humor. Ter um sono reparador muitas vezes parece ser missão impossível. A gente quer dormir e não consegue e com isso levantamos cansados e indispostos.

Segundo a Organização Mundial da Saúde, 40% da população dorme mal e apresenta algumas das 80 síndromes listadas pela Classificação Internacional dos Distúrbios do Sono. No Brasil, em pesquisa realizada pela Sociedade Brasileira do Sono, 53,9% dos indivíduos queixam-se de insônia e aproximadamente 43% continuam cansados durante o dia. Com isso, a qualidade de vida é diretamente afetada.

O que comemos ou bebemos antes de deitar pode ser um aliado ou inimigo do sono. Alguns alimentos como a banana, cereja, nozes, mel, aveia,leite, chá de camomila, peito de peru, por exemplo, contém substâncias que ajudam a combater a insônia e ainda são facilitadoras do sono profundo, segundo o doutor Russell Rosenberg, CEO da National Sleep Foundation. Os principais alimentos, segundo os nutricionistas, que colaboram para a qualidade do sono são: a banana, cereja, nozes, leite, mel, aveia, iogurte, chá de camomila, chocolate amargo, peito de frango e de peru e canja de galinha.

A banana contém magnésio e potássio, que proporcionam relaxamento muscular natural. A fruta também é rica em carboidratos, que ajudam a dormir melhor. Segundo o site Health, as bananas não só fazem bem ao nosso sono, como também à nossa saúde vascular. “Elas são promotoras da saúde global”, declara Rosenberg.

O iogurte também é um bom aliado do sono e pode ser consumido puro, misturado com frutas e batido e se for natural pode ser misturado com saladas. Além de saudável, ajuda a regular o intestino preguiçoso e ainda mata a fome. Comer iogurte antes de dormir garante uma noite tranquila. É que o produto contém um aminoácido, chamado triptofano, que ajuda no sono.

A Cereja é um dos poucos alimentos naturais que estimulam melatonina, hormônio do sono.

A saborosa frutinha pode ser consumida fresca como sobremesa ou em forma de suco junto com o jantar. Alguns estudos sugerem que beber o suco natural resulta em noite de sono com maior duração.

A aveia é um dos poucos cereais com melatonina. “Para potencializar seu efeito, é importante escurecer o quarto, uma vez que os níveis desse hormônio do corpo aumentam na ausência de luz, causando sono. Um copo de leite quente, servido antes de dormir, ajuda a ter uma noite tranquila. Esse recurso usado por mães e avós é comprovado cientificamente: a bebida é rica em triptofano, e por isso ajuda a relaxar e ter uma noite mais tranquila. O ideal é um copo 30 minutos antes de deitar.

Uma colher de mel é suficiente para estimular a liberação de melatonina, o hormônio do sono, no cérebro e desligar a orexina, que nos mantém em alerta.

Aumentar o açúcar no sangue pode reduzir a produção de orexina no cérebro. Orexina é um neurotransmissor que recentemente tem sido ligado à insônia. “Para potencializar o efeito do leite morno basta acrescentar uma colher de mel”, explica Dr. Gláucia Berreta Ruggeri, médica do Centro de Saúde Ocupacional do Hospital Albert Einstein, de São Paulo. De acordo com a especialista, o mel é um carboidrato simples e, por isso, facilita também a absorção do triptofano.tar facilita a digestão e o sono.

Todo mundo sabe que a canja de galinha é uma delícia herdada dos nossos ancestrais. Toda vovó confirma que o alimento é uma maravilha para a saúde. Nos Estados Unidos é chamada de “penicilina judaica” para combater a gripe e o resfriado. Pesquisadores do Mount Sinai Medical Center, de Miami, concluíram que a canja de galinha também melhorou a função dos cílios protetores, as pequenas projeções em forma de cordão no nariz, que impedem que os contágios entrem no corpo, de acordo com um relatório de 1998 contra a alergia e a asma.

O peito de peru e de frango também são boas opções pata comer no jantar. O peito de peru contém tripofano, assim como é ótima fonte de proteína, que vai nos deixar satisfeito por mais tempo. Comer uma salada com peito de peru no jantar ajuda a relaxar. Nutricionistas recomendam fazer as refeições de duas a uma hora antes de deitar para facilitar a digestão.

O chá de camomila é recomendado para tomar antes de dormir porque a bebida não contém a cafeína encontrada nos chás tradicionais e tem um efeito calmante sobre o corpo. Além disso, um líquido quente antes de dormir pode aumentar o calor do corpo e deixá-lo sonolento. É um aliado do sono desde o tempo das vovós.

O chocolate amargo além de delicioso e saudável, o doce contém serotonina, que relaxa a mente e o corpo. Mas apenas a versão amarga tem esse efeito.As oleaginosas, segundo o site da revista americana Fortune, são ótimas fontes de magnésio e vitamina B6. As amêndoas, pistaches e castanhas também são ótimas aliadas do sono.

Com a correria do dia a dia quando chega a noite, em vez de descansar, nossa mente começa a lembrar das coisas que não terminamos e o que precisamos fazer no dia seguinte. Este balanço das atividades compromete o sono, mesmo precisando descansar a mente e o corpo.

Conhecer o que podemos comer antes de dormir contribui para a digestão e vai ajudar no necessário descanso do corpo e da mente.

Itamaraty sedia a abertura do 8º Fórum Mundial da Água

Sediado pela primeira vez em um país do Hemisfério Sul, a oitava edição do Fórum Mundial da Água, foi aberta oficialmente pelo presidente da República, Michel Temer, pelo governador de Brasília, Rodrigo Rollemberg e pelo ministro das Relações Exteriores, Aloysio Nunes Ferreira.

A solenidade que dá início às mesas de debate do evento ocorreu no Palácio do Itamaraty e contou com a presença de chefes de Estado, delegações estrangeiras de 11 países, dirigentes de organismos internacionais, ministros, governadores, parlamentares e outras autoridades brasileiras. O 8º Fórum Mundial da Água começou ontem com o lançamento da Expo no Estádio Nacional de Brasília Mané Garrincha. Até sexta- feira dia 23 a arena esportiva e o Centro de Convenções Ulysses Guimarães serão sede do encontro internacional que abordará o tema “Compartilhando Água”.

O presidente Michel Temer ao abrir oficialmente o fórum, falou da necessidade de abordar o tema de forma coletiva. “O desafio da sustentabilidade é complexo. Exige políticas coordenadas e ações permanentemente integradas dentro dos países e entre os países”, disse. "Assegurar água é assegurar dignidade". "Esse é o propósito que naturalmente nos reúne em Brasília", continuou. "Se nos fecharmos em nós mesmos, se atuarmos de forma desarticulada, todos pagaremos um preço. As soluções que buscamos são sempre coletivas", alertou.

O governador de Brasília, Rodrigo Rollemberg, anfitrião do importante evento disse que o 8º Fórum Mundial da Água deve deixar um legado para esta e para as futuras gerações. “Estamos tratando do tema mais importante para o futuro da humanidade. Nada pode nos unir tanto quanto a água.” “Brasília os recebe com muito carinho e de braços abertos. Brasília é patrimônio cultural da humanidade e, a partir de hoje, a capital mundial da água. Os desafios em relação aos recursos hídricos são locais, nacionais e mundiais. Precisamos compartilhar água. Para isso, precisamos compartilhar saberes, culturas, opiniões, ideias, experiências”.

O presidente do Conselho Mundial da Água, Benedito Braga disse que “A gestão compartilhada e eficiente da água é um dos marcos da segurança hídrica. Com mais de 1,2 bilhão de pessoas vivendo em bacias hidrográficas onde a regra é a escassez, é importante o compartilhamento dos recursos”, enfatizou.

Loïc Fauchon disse que o Fórum Mundial da Água vem se tornando um encontro indispensável para a comunidade internacional debater sobre a sustentabilidade dos recursos hídricos. O presidente honorário do Conselho Mundial da Água destacou a necessidade de proteção dos recursos hídricos e a importância de implantar os objetivos do fórum.“Nossos recursos naturais não estão protegidos e a água é um dos recursos escassos em quantidade e em qualidade. Nós queremos oferecer segurança hídrica para o mundo, estabelecer um equilíbrio para termos água hoje e no futuro”.

“Nossa responsabilidade é assegurar a disponibilidade de água para todos os lugares”, disse. “O mundo está em crises, crises políticas, diplomáticas, militares e, principalmente, crises de alimentação, saneamento e ambientais, muitas delas relacionadas à escassez de água. Os desastres naturais estão se tornando cada vez mais maiores e bilhões de pessoas estão sofrendo por isso, ao passo que a urbanização está crescendo e a pobreza se espalhando. As populações estão clamando por acessos a serviços públicos básicos”, argumentou Loïc.

Os discursos do governador de Brasília, Rodrigo Rollemberg, e do presidente da República, Michel Temer, no Itamaraty foram transmitidos em em telão no Auditório Máster do Centro de Convenções Ulysses Guimarães. O Fórum Mundial da Água, que vai até o dia 23, vem se tornando um encontro indispensável para a comunidade internacional debater sobre a sustentabilidade dos recursos hídricos. A troca de conhecimentos durante o ciclo de palestras pode ajudar o Brasil a criar uma política nacional de prevenção à escassez hídrica.

 
RocketTheme Joomla Templates