Coluna Bernadete Alves - dia 01/03/2018

Presidência da República entrega Medalha do Mérito Oswaldo Cruz

Com o objetivo de reconhecer o trabalho desenvolvido por organizações e agentes nas áreas da medicina, higiene e saúde pública, pelas atividades científicas, educacionais e culturais que encampam nesses setores, a Presidência da República do Brasil entregou a Medalha do Mérito Oswaldo Cruz, durante cerimônia realizada no Palácio do Planalto.

Inspirada em um dos mais reconhecidos cientistas e sanitaristas do Brasil, Oswaldo Cruz, a premiação homenageia pessoas que se destacam no campo das atividades científicas, educacionais, culturais e administrativas para a saúde individual e coletiva dos cidadãos. Oswaldo Cruz foi um dos cientistas responsáveis pelas políticas públicas que contribuíram para a erradicação da febre amarela e da peste bubônica no País em 1907. Desde 1970, o Ministério da Saúde distribui as medalhas a profissionais que se destacaram no fortalecimento do Sistema Único de Saúde (SUS) para o bem-estar da população.

A homenagem é entregue tanto a cidadãos e entidades brasileiras como também estrangeiras, em três categorias: bronze, prata e ouro. Médicos, parlamentares, representantes da imprensa e de instituições filantrópicas com atuação na área receberam a condecoração do presidente da República, Michel Temer, e do Ministro da Saúde, Ricardo Barros. A homenagem é entregue tanto a cidadãos e entidades brasileiras como também estrangeiras.

A Força Aérea Brasileira (FAB), que realiza o transporte de órgãos para transplantes no País, também foi agraciada com a Medalha do Mérito Oswaldo Cruz, assim como a superintendente das obras sociais Irmã Dulce, Maria Rita Pontes; o secretário Especial de Saúde Indígena, Marco Antônio Toccolini, e a agente indígena de saúde e parteira tradicional Iolanda Pereira da Silva. “Esta homenagem não é só a mim, mas a todos os trabalhadores que levam a saúde a indígenas de norte a sul do país”, disse o secretário Toccolini.

Um dos 33 homenageados, o médico Roberto Kalil, do Hospital Sírio-Libanês e do conselho diretor do Instituto do Coração (Incor), destacou que o programa de transplantes e suporte mecânico Coração Novo mostra a união entre o hospital privado Sírio-Libanês e o Sistema Único de Saúde (SUS). “Esse tipo de programa deve sim ser replicado por todo o País e é um orgulho para nós brasileiros ter um programa como esse”, declarou o médico.

Superintendente das Obras Sociais Irmã Dulce, Maria Rita Pontes representou o setor filantrópico, grande parceiro do SUS em todo o País: “Representando o meu setor, eu diria que não prestamos uma assistência complementar, nós somos o SUS, que se dedica com amor procurando ajudar essa população carente”.

O médico e professor, Kleber de Melo Morais, presidente da Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh), também foi agraciado com a medalha de mérito Oswaldo Cruz, principal distinção do Estado brasileiro a quem presta relevantes serviços à saúde pública. Kleber Morais foi gestor da Maternidade Escola Januário Cicco (MEJC), da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), por 12 anos, até assumir a presidência da Ebserh, em 2016. Um incansável defensor dos hospitais universitários e de ensino.

O oftalmologista Claudio Lottenberg, presidente do Instituto Coalizão Saúde, ao receber a honraria, reforçou que a saúde é o que “mais representa a importância da vida”. “Os desafios da saúde são enormes: envelhecimento, incorporação tecnológica, inclusão, que trazem pra nós eventos que farão que nós tenhamos que trabalhar de forma articulada”, afirmou.

O presidente Michel Temer, destacou a importância dos homenageados para a promoção do setor de saúde para o Brasil. "Homenageamos aqui brasileiros que se destacam na promoção do bem-estar e na qualidade de vida da nossa gente", disse Temer.

Temer também falou das ações tomadas pelo governo para aperfeiçoar o Sistema Único de Saúde (SUS). O presidente informou que o atual ministro da Saúde, Ricardo Barros, realizou uma "economia extraordinária" nos gastos "supérfluos e inadequados" da área. Por isso, foi possível realizar um progresso "extraordinário no instrumental necessário para desenvolver a saúde no Brasil", avaliou Temer.

A Medalha do Mérito Oswaldo Cruz, na categoria ouro, foi entregue às seguintes personalidades, autoridades e instituições: ADEILSON LOUREIRO CAVALCANTE, Secretário de Vigilância em Saúde do Ministério da Saúde; ALEXANDRE EGGERS GARCIA, Jornalista; ANTÔNIO CARLOS FIGUEIREDO NARDI, Secretário-Executivo do Ministério da Saúde;ANTÔNIO DRÁUZIO VARELLA, Médico Cancerologista, formado pela Universidade de São Paulo; ARNALDO HOSSEPIAN SALLES LIMA JUNIOR, Membro do Conselho Nacional de Justiça;CARISSA FAUSTINO ETIENNE, Diretora da Organização Pan-Americana da Saúde;CLAUDIO LOTTENBERG, Presidente do Unitedhealth Group Brasil, Presidente do Conselho da Sociedade Israelita Brasileira Albert Einstein e Presidente do Instituto Coalização Saúde; DARCÍSIO PAULO PERONDI, Deputado Federal; DAVID EVERSON UIP, Secretário de Estado de Saúde de São Paulo, Médico infectologista brasileiro;DEISI NOELI WEBBER KUSZTRA, Presidente da Organização Mundial da Família;FÁBIO BISCEGLI JATENE, Professor Titular de Cirurgia Cardiovascular da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo, Diretor do Serviço de Cirurgia Cardiovascular e Vice-Presidente do Conselho Diretor do Instituto do Coração do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo;FLÁVIO JORGE MIGUEL JÚNIOR, Pároco do Santuário São Judas Tadeu de Sorocaba e Diretor Presidente da Irmandade Santa Casa de Misericórdia de Sorocaba;FLÁVIO JOSÉ ARNS, Professor e político brasileiro; FRANCISCO DE ASSIS FIGUEIREDO, Secretário de Atenção à Saúde do Ministério da Saúde;GERLANE BACCARIN, Secretária de Gestão Estratégica e Participativa do Ministério da Saúde;HIRAN MANUEL GONÇALVES DA SILVA, Deputado Federal e Presidente da Comissão de Seguridade Social;IOLANDA PEREIRA DA SILVA, Liderança Indígena;JOÃO CARLOS SAAD, Presidente do Grupo Bandeirantes de Comunicação;JOAQUÍN MOLINA, Representante da Organização Pan-Americana da Saúde da Organização Mundial da Saúde no Brasil; JOSÉ FERNANDO PINTO DA COSTA, Reitor da Universidade Brasil e Diretor Presidente do Grupo Educacional União das Instituições Educacionais de São Paulo; JOSÉ MENDONÇA BEZERRA FILHO, Ministro de Estado da Educação; KLEBER DE MELO MORAIS, Presidente da Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares – Ebserh; LUCIO GONÇALO DE ALCÂNTARA, Ex-Senador da República e Ex-Governador do Estado do Ceará; LUIZ CLÁUDIO COSTA, Presidente da Rede Record TV; MARCO ANTONIO DE ARAÚJO FIREMAN, Secretário de Ciência, Tecnologia e Insumos Estratégicos do Ministério da Saúde; MARCO ANTONIO TOCCOLINI, Secretário Especial de Saúde Indígena do Ministério da Saúde; MARIA FÁTIMA SOUSA, Diretora da Faculdade de Saúde da Universidade de Brasília; MARIA RITA PONTES, Superintendente das Obras Sociais Irmã Dulce.

MARTA TERESA SMITH DE VASCONCELLOS SUPLICY, Senadora da República; MAURO GUIMARÃES JUNQUEIRA, Presidente do Conselho Nacional de Secretarias Municipais de Saúde; MICHELE CAPUTO NETO, Presidente do Conselho de Secretários de Saúde; MIGUEL SROUGI, Professor Titular de Urologia na Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo; NÍSIA TRINDADE LIMA, Presidente da Fundação Oswaldo Cruz; ROBERTO KALIL FILHO, Diretor da divisão de Cardiologia Clínica do Instituto do Coração (InCor) do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo; ROGÉRIO LUIZ ZERAIK ABDALLA, Secretário de Gestão do Trabalho e da Educação na Saúde, do Ministério da Saúde; RUBENS BELFORT MATTOS JUNIOR, Professor Titular da UNIFESP; SIDNEY KLAJNER, Presidente da Sociedade Beneficente Israelita Brasileira Albert Einstein; TEDROS ADHANOM GHEBREYESUS, Diretor-Geral da Organização Mundial de Saúde; FORÇA AÉREA BRASILEIRA – Comando da Aeronáutica; e REDE SARAH DE HOSPITAIS DE REABILITAÇÃO.

Curtas

Noruega abate 1.400 renas selvagens com a perigosa Doença da Debilidade Crônica que ataca o sistema nervoso central. A CWD é uma doença contagiosa, semelhante ao Mal da Vaca Louca. Segundo o Ministério da Agricultura, não há registros de transmissão a humanos. Por razões de segurança, o governo da Noruega recomenda que a carne de cervídeos das áreas afetadas deve ser examinada antes do consumo.

A atriz Marina Ruy Barbosa, protagonista da novela Deus Salve o Rei, assina nova coleção da Life By Vivara intitulada “My Garden” (meu jardim, em inglês). Peças lindas e delicadas em prata com preço acessível no mês das mulheres. Colares, anéis, brincos e pingentes têm detalhes em turquesa, turmalina e topázio.

O empresário e chef Celso Jabour, da Sweet Cake, consagrado banqueteiro de Brasília, está fazendo o maior sucesso com o Varanda, um evento diferente na área externa do bufê, na QI 21 do Lago Sul, com menu especial em cada edição. O primeiro foi parrillada ao ar livre. Parabéns para o casal Celso e Simone que contam com o apoio dos filhos Luiz Augusto, Luiza e Gabriela.

Fernando Segovia, logo depois de ser demitido pelo novo ministro extraordinário da Segurança Pública, Raul Jungmann, do comando da Policia Federal, onde ficou por pouco mais de três meses, ganhou novo cargo. Será Adido Policial Federal na Embaixada do Brasil em Roma, Itália, pelo prazo de três anos. A nomeação foi publicada hoje no Diário Oficial da União.

STF decide que transexuais e transgêneros poderão mudar registro civil sem necessidade de cirurgia e sem autorização judicial, basta ir ao cartório. A presidente da Corte, Cármen Lúcia, declarou: “Somos iguais, sim, na nossa dignidade, mas temos o direito de ser diferentes em nossa pluralidade e nossa forma de ser”.

 
RocketTheme Joomla Templates