Coluna Bernadete Alves - dia 04/02/2018

Edison Garcia é o novo Procurador-Geral do INSS

O presidente do Instituto Nacional do Seguro Social, Francisco Lopes, empossou no último dia 31, Edison Antonio Costa Britto Garcia, como novo procurador-geral da Procuradoria Federal Especializada. Com 30 anos de experiência na advocacia pública, Edison Garcia ocupava a procuradoria do IPEA no Ministério do Planejamento. O cargo de procurador-geral do INSS estava vago há sete meses.

Edison Garcia é graduado em direito pelo UniCeub, em1983 e pós-graduado com LLM no IBMEC SP em Direito Societário, em 2007. Atualmente é Superintendente da Associação de Investidores no Mercado de Capitais em São Paulo. Integra o Conselho de Auto-Regulação de Mercado de Capitais da ANBID. Professor de Pós-Graduação na Universidade Anhembi Morumbi em São Paulo. Foi Conselheiro da OAB/DF, e procurador do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea).

O novo procurador-geral também atuou no Gabinete da Advocacia-Geral da União (AGU). Integrou o Conselho de Recursos do Sistema Financeiro Nacional por dois mandatos – 2000 a 2004. Foi Secretário de Estado de Planejamento e Coordenação Geral do Governo do Estado de Mato Grosso. Já ocupou diversos cargos públicos no Governo Federal. É Conselheiro Suplente no Conselho de Contribuintes do Ministério da Fazenda desde 1994. Lotado na Comissão de Valores Mobiliários, autarquia do Ministério da Fazenda, onde também foi Superintendente. Edison Garcia Iniciou sua vida profissional militando na Advocacia Empresarial.

O presidente do INSS, Francisco Lopes, enalteceu as qualidades do novo Procurador-Geral e disse que o Instituto precisa de agilidade na resolução de processos. Contratar pessoal é o princípio fundamental para a solução do problema. “O Dr. Edison é uma pessoa aguardada ansiosamente, estudou a Casa, conhece como funciona e vai ser, com certeza, um grande gestor da Procuradoria. Conseguiremos resultados muito mais rápidos e consistentes. Nós temos um problema que é a falta de peritos e servidores, uma das metas é a implementação digital. Nós temos que preparar o INSS pro futuro”.

O Procurador-Geral falou sobre o INSS ser a fonte de esperança de milhões de brasileiros que desejam uma aposentadoria merecida, além dos benefícios como o auxílio-doença. Destacou que a procuradoria do Instituto exerce papel de destaque entre os órgãos federais, contando com 1.700 procuradores nas suas regionais em todo o país, no auxílio consultivo e judicial à entidade.

Edison Garcia falou que o trabalho será árduo, porém necessário, uma vez que é preciso dar celeridade aos processos que tramitam na casa. “É com grande honra que eu integro esta Procuradoria Federal, que foi o berço e é uma grande escola de procuradores. Daremos segmento com passos firmes para que possamos dar ao INSS e ao cidadão brasileiro o benefício que lhe é de Direito Constitucional. Ele merece e contribui para isso”.

O presidente da OAB/DF, Juliano Costa Couto, falou que o novo procurador-geral reúne todas as características para o cargo. “Sabemos da competência de Edison. Ganha o INSS que terá um excelente gestor. Nossos votos de sucesso”, declarou Juliano Costa Couto.

Rogério Filomeno, vice-presidente da Associação Nacional dos Advogados Públicos Federais, disse que Edison Garcia é uma pessoa com uma larga vivência na Administração Pública, conquistou vários cargos importantes. “A gente só tem a desejar que ele possa colocar os projetos em prática. Ele é um procurador muito importante e a Procuradoria tem um belo papel a cumprir”. O presidente da ANPPREV, Antonio Rodrigues, também prestigiou a solenidade de posse do novo procurador-geral do INSS, o advogado Edison Garcia.

No Dia Mundial contra o Câncer a Asco anuncia nova terapia

A data foi instituída em 2005 pela União Internacional para Controle do Câncer (UICC) para unir a população mundial pelo controle do câncer. O objetivo principal da data é fazer com que toda a sociedade discuta o assunto para ajudar a controlar a doença que mata milhões de pessoas todos os anos ao redor do mundo.O câncer é uma das principais causas de morte em todo o mundo. Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), mais de 14 milhões de pessoas desenvolvem a doença todos os anos.

Boas doses de amor e apoio são fundamentais para manter o otimismo, a saúde emocional e a vontade de controlar a doença. A Sociedade Americana de Oncologia Clínica (Asco, na sigla em inglês) divulgou neste domingo, o maior avanço no tratamento contra o câncer do último ano: A terapias à base de CAR - T Cells. A técnica que usa as próprias células de defesa do paciente curou a doença em casos quase sem esperança – e foi eleito como maior progresso na oncologia.

Também chamadas de Linfócitos T com Receptores Quiméricos de Antígenos, essas novas estratégias basicamente transformam as células de defesa do próprio paciente em supersoldados, capazes de enfrentar tumores malignos.Resumindo: os médicos extraem células do sistema imune da pessoa com câncer e mexem no DNA dessas unidades para que desenvolvam um receptor capaz de identificar e destruir o câncer. Aí, reinserem essas tropas de elite no indivíduo para que elas arrasem a enfermidade. A promessa de 2018 pode, em tese, ser usada contra inúmeros tumores.

O oncologista Bruce Johnson, presidente da Asco, em comunicado à imprensa, comemora o novo tratamento. “É marcante ver décadas de desenvolvimento tecnológico se fundirem em um novo tipo de tratamento. O sucesso das CAR -T Cells demonstra o impacto profundo de novos tratamentos no prolongamento da vida das pessoas com câncer”. “A boa nova é que, segundo as pesquisas mais recentes, o processo de pegar a célula, colocá-la num veículo específico, levá-la a um centro e, depois, devolvê-la ao paciente não abalou sua efetividade. No entanto, o próprio custo da operação pode dificultar a viabilidade em grande escala. Teremos de aguardar os próximos capítulos para ver até onde esse tratamento a princípio revolucionário vai nos levar”, concluiu o oncologista.

O problema do novo tratamento é que o preço é praticamente proibitivo hoje em dia: chega a 1 milhão de dólares. A técnica, hoje, está autorizada só nos Estados Unidos. A Novartis, por exemplo, conta até o momento com um único centro desses nos Estados Unidos.

As CAR-T Cells podem marcar o início de uma nova era de tratamento personalizado contra diversos tumores. Mas os obstáculos para isso não são pequenos.Enquanto este novo tratamento esta só disponível nos EUA, os oncologistas da Associação Italiana de Oncologia Médica (Aiom) afirmam que “o câncer se vence também jogando antecipadamente, seguindo a regra de ouro da palavra mágica: prevenção". Segundo eles a melhor prevenção contra a doença é "seguir um estilo de vida correto, desde uma idade precoce".

As atitudes de ouro são: Não fumar: 30% de todos os cânceres estão relacionados ao consumo de tabaco. Consumo moderado de álcool: a única bebida essencial para o corpo é a água. É necessário beber pelo menos 1,5 ou 2 litros por dia. Siga uma dieta saudável e equilibrada: Coma frutas e legumes regularmente: limite os alimentos a uma quantidade de calorias. Evite bebidas açucaradas, conservas, alimentos ricos em sal, além da gordura da carne vermelha. Praticar atividade física moderada todos os dias. Manter um peso corporal saudável: obesidade e ingestão de gordura elevada são fatores de risco importantes a serem evitados. Não use lâmpadas solares : desta forma, você pode reduzir o risco de melanoma e outros tipos de câncer de pele.Proteja-se contra doenças sexualmente transmissíveis : use sempre preservativos durante a relação sexual.

Evite o uso de substâncias dopantes: os esteroides anabolizantes elevam o risco de tumores, especialmente no fígado, próstata e nos rins. Participe de programas de vacinação e leve os seus filhos, principalmente quando for prevenção de hepatite B e D papilomavírus (HPV). A amamentação reduz o risco de câncer: se puder, alimente seu bebê. Cuidado! A terapia de reposição hormonal pós-menopausa pode aumentar o risco de câncer. Participe de programas de triagem para diagnóstico precoce de câncer colorretal, de mama e tumores do colo uterino.

Em apoio a campanha de prevenção ao câncer, a sede do governo de Brasília ficará iluminada nas cores laranja e azul, até o dia 11 deste mês, para alertar o quanto é importante a prevenção da doença.

 
RocketTheme Joomla Templates