Coluna Bernadete Alves - dia 26/01/2018

Flagrantes fotográficos inusitados

A prestigiada revista científica “Nature” destaca em sua tradicional lista as maravilhas da tecnologia, obras da natureza e flagrantes fotográficos inusitados. As fotos escolhidas pelos editores da revista mesclam monumentalidade, beleza, mistério e surpresa como o mergulho na caverna Cenote Angelita, uma caverna subaquática no México onde um rio de água doce corre em baixo de oceano com água salgada e a flor anêmona que revela seus matizes nos raios da luz.

O eclipse solar ocorrido em agosto e que pôde ser observado em sua totalidade no Hemisfério Norte, o pouso do foguete Falcon 9, numa plataforma marítima nos Estados Unidos, a imagem da lua transitando o sol, feita pela sonda do Observatório de Dinâmica Solar da NASA, no ultravioleta extremo, mostra que foi um ano de belas imagens para a ciência.

A empresa americana SpaceX fez avanços com seu sistema de foguete reutilizável este ano. Nesta imagem, um estágio do Falcon 9 retorna ao Oceano Pacífico em janeiro, depois de lançar satélites em órbita, um procedimento agora rotineiro para a companhia.

Na ilha norueguesa de Svalbard, o sol ilumina uma antena que baixa os dados do Joint Polar Satellite System-1, lançado em novembro como o primeiro de um novo conjunto de satélites meteorológicos dos EUA.

Outros cliques impressionantes do periódico que chamam a atenção são o passeio de um polvo nas costas de uma tartaruga flagrado pelo fotógrafo Michael Hardie nas águas do Havaí. A imagem da flor anêmona, em luz ultravioleta revela os matizes sutis da linda flor, pelas lentes do fotógrafo norte-americano Craig Burrows. E a “árvore” de corais no fundo do mar na costa da Flórida.Mais de 400 “árvores de corais” crescem neste viveiro ao largo da costa de Tavernier, na Flórida, EUA. O arranjo colocado ali visa nutrir os corais que, na natureza, estão cada vez mais ameaçados por fatores como o aquecimento das águas e a acidificação dos oceanos.

 
RocketTheme Joomla Templates