Coluna Bernadete Alves - dia 08/11/2017

Natureza se rebela em Brasília

A madrugada desta quarta-feira deixou os moradores Distrito Federal em alerta. A chuva forte acompanhada de rajadas de vento de 50 km/h, causou em quase todas as regiões do Distrito Federal, vários estragos como alagamentos de ruas, queda de árvores, destelhamentos e interrupção no fornecimento de energia elétrica.

Segundo o Inmet o temporal foi causado devido a uma área de baixa pressão que atinge a região do Centro-Oeste."Isso favorece a formação de muitas áreas de instabilidade, joga o ar quente e úmido da superfície para cima e favorece a formação das Cumulonimbus, as nuvens de temporais", declara o meteorologista Luiz Cavalcanti.

O Lago Norte, Plano Piloto e Gama,foram os mais atingidos com queda de fios de alta tensão, de árvores e destelhamentos. O Corpo de Bombeiros teve de deslocar equipes para desobstruir as vias que estavam repletas de galhos, árvores caídas entre prédios residenciais e sobre os carros.

Pela manhã as vias do Distrito Federal tiveram grandes congestionamentos e complicações no horário de pico. O governo de Brasília montou uma força tarefa para restabelecer a ordem. Os órgãos do governo atuaram conjuntamente nas últimas 24 horas para garantir a liberação de vias obstruídas, a retirada de entulhos e de árvores derrubadas pelo vento e a limpeza de bocas de lobo. Representantes do Executivo estiveram reunidos todo o dia para discutir ações emergenciais.

A Companhia Urbanizadora da Nova Capital do Brasil (Novacap) registrou 150 quedas de árvores. No momento, 20 equipes de poda atuam em 30 pontos diferentes — os mais críticos estão na Asa Norte e no Lago Norte. Os agentes também limpam e desobstruem bueiros. A CEB Distribuição recebeu 1.421 pedidos de reparos na rede. A empresa está com 45 equipes nas ruas. Um dos pontos atingidos foi a Estação de Tratamento de Água do Lago Norte, o que ocasionou a interrupção no abastecimento no Itapoã e no Paranoá. A falta de energia impulsionou a pressão de um bomba de água, que provocou o rompimento de uma adutora nesta tarde. Técnicos da Companhia de Saneamento Ambiental (Caesb) trabalham na solução do problema.

O Inmet alerta para o risco de novas ventanias repentinas nos próximos dias.

Assentos de ônibus e Metrô são todos preferenciais a partir de hoje no DF

A Lei 5.984/2017que torna todos os assentos dos ônibus e Metrô preferenciais passa a valer a partir desta quarta-feira, 08 de novembro. Idosos, pessoas com deficiência ou mobilidade reduzida, gestantes e mulheres com crianças no colo, têm lugar garantido no transporte do Distrito Federal. Isto significa que um passageiro sentado terá de se levantar se alguma pessoa beneficiada pela medida estiver sem lugar para sentar. Antes apenas algumas cadeiras eram destinadas ao público prioritário.

O projeto, de autoria dos deputados Ricardo Vale do PT e Cristiano Araújo do PSD, foi sancionado integralmente pelo governador Rodrigo Rollemberg e determina que estações do Metrô e os próprios coletivos tragam avisos alertando para a nova regra. A Rodoviária do Plano Piloto já instalou totens alertam sobre a lei e o Metrô vai colocar avisos no sistema de som, de circuito de TV e adesivos nas paredes alertando os passageiros.

O DF é a primeira unidade da federação a adotar a medida. A nova lei vai colocar em prática o respeito ao próximo e reforçar o exercício da cidadania entre as pessoas.

 
RocketTheme Joomla Templates