Coluna Bernadete Alves - dia 29/10/2017

Isabela e Carlos Carpaneda promovem noite da Cartier em Brasília

A escritora Isabella Carpaneda e seu marido, o renomado cirurgião plástico Carlos Augusto Carpaneda, receberam seletos convidados na luxuosa casa no Lago Norte, para apresentar o relógio feminino Panthère, ícone de 1983, relançado em versões que vão do aço ao ouro rosa com diamantes. A joia é da internacional Cartier, criada em 1847 por Louis-François Cartier, em Paris e uma exposição de belíssimas joias inspiradas na arquitetura de Brasília.

Os convidados foram recebidos por Isabela, embaixadora da marca, em Brasília, por Luciano Antunes, diretor comercial da Cartier no Brasil, Tessa Ferraz, diretora de marketing nacional da marca, e por Tatiana Januário e o casal Margot Albuqerque e Diomédio Santos, da brasiliense Grifith Joalheria, responsável pela comercialização da coleção da marca francesa, no Iguatemi Brasília.

A estrela da festa, o complexo e delicado relógio Panthère, foi apresentado aos convidados, de mesa em mesa pelos “mensageiros Cartier” e pela diretora de marketing Tessa Ferraz. Tive a alegria de colocar em meu pulso, reviver os 34 anos de história do relógio que atravessa o tempo e receber uma foto Polaroid do momento único junto com um livro Cartier com a história de Alfred Cartier e seu filho Louis, a indústria relojoeira suíça, com um nível de desempenho jamais atingido e as últimas coleções da incomparável joalheria e relojoaria.

Gilbert Di Angellis

O Panthère, mesmo descontinuado no início dos anos 2000, nunca perdeu a majestade, se tornando desde então item disputadíssimo em casas de leilões. Agora, o Panthère volta à cena e em plena forma: apresentado em janeiro passado no Salão Internacional de Alta-Relojoaria de Genebra e agora na Capital do Brasil.

Disponível em mais de 15 versões, o novo Panthère chega ao Brasil em dois tamanhos, pequeno e médio - em peças que vão do aço a partir de R$ 15.800 ao ouro amarelo ou rosa com brilhantes.

Há exatos 103 anos, Louis Cartier, relojoeiro criativo, com espírito pioneiro, desenhou para a joalheria que leva seu sobrenome um relógio de pulso de diamantes brancos e ônix que imitava a pele de uma pantera, consagrando o animal como um dos símbolos da joia.

Misterioso e enérgico, o felino também empresta seu nome a um dos relógios mais icônicos da história da Cartier: batizado de Panthère por causa da pulseira supermaleável que faz referência ao movimento do animal, o modelo de 1983 foi desejo máximo na década em que foi lançado, circulando nos pulsos de Madonna, Gwyneth Paltrow e Keith Richards.

A mansão da família Carpaneda, foi decorada pela talentosa Valéria Leão Bittar, na cor emblemática da marca Cartier e do calor hospitaleiro da elegante anfitriã Isabela Carpaneda.

O jantar assinado por Due Amicci,harmonizado com champanhe Taittinger e drinques avermelhados,da Help Bar, ao som do quarteto de Jazz BSB Produções, Felipe Soul e Beth Vinil, e DJ Sony que levou todo mundo para as pistas até as 3 horas da manhã.

A noite foi de conversas agradáveis, clima de descontração, gente bonita e elegante e boa música. E claro o carinho e atenção de Isabela, Dr. Carpaneda e do filho Dr. Eric.

Entre os inúmeros convidados, Vera e Paulo Castelo Branco, Cláudia e Silvio Juca, Eliane e Samir Nasr, Anna Luiza e Elson Cascão II, Karina Curi, Cláudia Salomão, Ivana Valença e Edmond Yedid, Paula Santana e Celso Júnior, Luciana e Fabiano Cunha Campos, Ana Luiza Favato, a modelo Flaviany Leite e Eduardo Lira, Isabela Lira e Arthur Cardoso, Margarida Kalil e família Bittar.

Uma festa maravilhosa, tudo perfeito, um luxo só!

O tetracampeonato leva Lewis Hamilton às lágrimas no México

O GP do México, no Autódromo Hermanos Rodríguez, fez o piloto Lewis Hamilton chorar. Mesmo chegando em nono, o britânico garantiu o tetracampeonato na Fórmula 1,ao encerrar a prova mexicana com 56 pontos de vantagem para Sebastian Vettel, o segundo colocado. O piloto da Mercedes festeja com a torcida mexicana a conquista antecipada. Lewis é o britânico com o maior número de títulos na F1.

"Uau! Um muito obrigado para todos que vieram apoiar hoje”, declarou. “Preciso agradecer demais a todos os caras de Brixworth e Brackley, obrigado a todos vocês pelo trabalho duro. Vencer o Mundial de Construtores neste ano já foi uma enorme façanha, mas me ajudar a alcançar esta conquista incrível... eu sou muito grato”, afirmou. Com o quarto título mundial, Lewis Hamilton se iguala ao francês Alain Prost e ao alemão Sebastian Vettel, e está atrás apenas de Juan Manuel Fangio (5) e Michael Schumacher (7).

Na largada, Vettel, Verstappen e Hamilton foram para o tudo ou nada na primeira curva.Hamilton e Vettel, competidores pelo título se chocam ainda na primeira volta, e foram para os boxes. Max Verstappen, que largou em segundo, toma a ponta ainda na primeira volta. Daí em diante o holandês abriu larga vantagem para Valtteri Bottas.

No final do grid, Hamilton recebe bandeira azul e é obrigado a deixar o líder Verstappen ultrapassar. Mas depois de todo o sufoco, encerrado com um incrível duelo travado com Fernando Alonso nas últimas voltas, Lewis tirou o grito de tetracampeão da garganta. E se emocionou diante da multidão mexicana.

Max Verstappen recebeu a bandeirada com 19s678 de diferença para o finlandês da Mercedes. Esta é a segunda vitória em 2017 e a terceira na carreira. "O começo foi crucial. Depois da semana passada, esta foi a corrida perfeita”, declarou Verstappen.

Valtteri Bottas, chega em segundo, Kimi Raikkonen em 3º e Sebastian Vettel chega em 4º e mesmo perdendo o título foi eleito pelos fãs da F1 o "piloto do dia”. Fernando Alonso, que largou em 18º por conta de punições, terminou a prova no décimo posto. Para ele Lewis Hamilton teve um caminho “muito fácil” até o título da temporada 2017 da F1. O piloto acha que Hamilton não sofreu o bastante para chegar ao tetracampeão e lembrou que a disputa com Nico Rosberg no ano passado foi bastante mais difícil. “Ele não teve oponentes.Tomara que em 2018 possamos dar mais dificuldades para ele”, concluiu. Felipe Massa terminou em 11º com a Williams.

A Fórmula 1 volta no dia 12 de novembro, às 14 horas, em Interlagos, com o GP do Brasil. O primeiro treino livre será no dia 10 de novembro às 10h00 (de Brasília), com transmissão ao vivo do SporTV2.

Parque Infantil na orla da Ponte JK está revitalizado

Parceria entre o governo de Brasília e Associação dos Empresários do Beira Lago possibilitou a revitalização do parque infantil da orla da Ponte JK, no Setor de Clubes Sul. A Administração Regional do Plano Piloto disponibilizou 20 servidores para a execução dos serviços. Foram feitas a recuperação de calçadas, a pintura de meios-fios e a colocação de areia do espaço infantil.

A revitalização do espaço é mais uma opção de lazer para a comunidade e faz parte do projeto Orla Livre, que devolve o acesso ao Lago Paranoá à população de Brasília. O administrador do Plano Piloto, Gustavo Carvalho Amaral, que acompanhou os trabalhos de revitalização do espaço, disse que a parceria com os empresários foi fundamental para a realização do projeto. “Caso contrário, a proposta seria inviabilizada em virtude da questão orçamentária. Depois que [os módulos] do parquinho chegaram, foram três dias de trabalho. Foi muito rápido”, explicou.

O empresário Igor Soares, da Associação dos Empresários do Beira Lago, disse que a revitalização do espaço de 200 metros quadrados era um anseio dos empresários da região. “Antes tinha mais de 50 barracas de comércio ilegal e casos de criminalidade aqui em frente. Isso prejudicava nossa atividade”.

Para comemorar a reabertura as crianças participaram de oficinas de confecção de pipas, de dobraduras em papel e de treinamento de embaixadinhas com bola. As atividades integram o programa Criança Candanga, conjunto de políticas públicas voltadas para a infância e a adolescência em Brasília.

 
RocketTheme Joomla Templates