Coluna Bernadete Alves - dia 28/09/2017

Consumo consciente de água deve continuar mesmo com chuvas

A chuva que encerrou os 127 dias de seca no Distrito Federal foi muito comemorada. Chegou de mancinho e durou por várias horas. Esta primeira chuva, após uma longa estiagem, limpa a sujeira das árvores, fiação, calçadas, ruas e casas e com isso pode causar curtos circuitos e entupir calhas e bueiros. E foi o que aconteceu em várias regiões do Distrito Federal.

Segundo o Instituto Nacional de Meteorologia as pancadas de água que voltaram, oficialmente, no dia 27/9, vão se estender e se intensificar no fim de semana e devem permanecer até o dia 05 de outubro. Mesmo assim devemos consumir a água de forma consciente para não faltar. Ontem a Barragem do Rio Descoberto estava com 18,01% da sua capacidade, o menor índice já registrado na história, e o Reservatório de Santa Maria, com 30%.

De acordo com a Adasa a economia de água deve continuar por tempo indeterminado no Distrito Federal. Para garantir que as medidas de enfrentamento da crise hídrica sejam eficazes, é fundamental o alinhamento de ações do governo e a participação da sociedade. Desde 2014, o território sofre com a perda anual de 30% no volume das chuvas. Somadas, as perdas representam 90% a menos de chuva até 2017. As duas principais barragens dependem de precipitação para se recompor, o que torna a região vulnerável às alterações.

Para atenuar os efeitos da crise hídrica o governo de Brasília instituiu o racionamento e reduziu a pressão. O uso racional da água foi prioridade entre as medidas empregadas pelos diversos órgãos do governo do DF para atenuar os efeitos da longa estiagem. A Caesb limitou a captação do Descoberto a 3,5 mil litros por segundo, e a 500 litros por segundo o de Santa Maria. Até então, os valores eram de 4 mil e de 975 litros por segundo, respectivamente.

O horário para captação de água por meio de caminhões-pipa foi restrito, e estabelecimentos como lava-jatos, orientados a usar menos recursos hídricos. Também foram suspensas as emissões de permissões para perfuração de poços artesianos e cisternas. A redução da captação de água também chegou na área rural. Os produtores da Bacia do Descoberto reduziram a captação de água para irrigação e o governo realizou obras para diminuir a perda hídrica.

Além do mais o executivo local investiu e ampliou as fontes de captação de água para enfrentar a crise hídrica no Distrito Federal como a construção do Subsistema Produtor do Lago Norte para a retirada emergencial no Lago Paranoá e o Subsistema Produtor de Água do Bananal, próximo à saída da Estrada Parque Indústria e Abastecimento (Epia).Prevista para se iniciar até o fim de outubro, a captação significa um reforço de 726 litros por segundo para o Sistema de Produção Santa Maria-Torto. E para um futuro bem próximo o Corumbá IV.

Cruzeiro é pentacampeão da Copa do Brasil

O Cruzeiro recebeu o Flamengo com uma grande festa no Mineirão. O time celeste que havia empatado com os cariocas por 1 a 1 no Maracanã, foi um perfeito anfitrião em Belo Horizonte assim como as 61.061 pessoas presentes na final souberam respeitar os adversários. Os mineiros proporcionaram um show de luzes, cores e música.

Coube aos ídolos do Cruzeiro Juan Pablo Sorín e Junior do Flamengo, conduzir a Taça da Copa do Brasil até o gramado. A entrada dos jogadores foi marcante para as suas torcidas. O Mineirão estava vestido de festa e os torcedores transbordavam de alegria. Foi neste clima amistoso que começou a final da Copa do Brasil 2017.

O gol não saiu no tempo normal, mas o grito do torcedor cruzeirense foi solto no fim da disputa por pênaltis no Mineirão: o Cruzeiro fez 5 a 3 e pode comemorar o pentacampeonato da Copa do Brasil! O goleiro Fábio com o braço esquerdo defendeu a cobrança de Diego, o camisa 35 do Flamengo, e deu início a festa em Belo Horizonte!

A atuação no tempo normal não foi como Mano Menezes planejava.Aos 6 minutos do primeiro tempo o jovem Raniel, foi lesionado e Arrascaeta entrou em seu lugar, mas o time perdeu a referência no ataque. Até chegou a assustar, mas encontrava uma defesa rubro-negra bem postada. No segundo tempo, as chances de gol, que já eram raras, ficaram ainda mais escassas. Muralha não foi exigido, enquanto Fábio fez grande defesa em chute de Guerrero.Teve gol perdido e teve susto no segundo tempo, mas, no final deu tudo certo. O goleiro cruzeirense brilhou ao defender penalidade e depois de 1993, 1996, 2000 e 2003, o Cruzeiro conquista a Copa do Brasil pela quinta vez.

Thiago Neves, o camisa 30 do Cruzeiro, não teve a atuação que se esperava no tempo normal. Na cobrança da última penalidade, contou com a sorte ao converter sua cobrança nos pênaltis. Vai ficar marcado na história do Cruzeiro como o dono dos pés que decretaram a quinta conquista do torneio mata-mata ao lado de Henrique, Léo, Hudson e Diogo Barbosa, que foram impecáveis nas cobranças.

O Troféu do Cruzeiro é também uma vitória pessoal do técnico Mano Menezes. Representa o fim de um jejum desde 2009 quando Corinthians foi campeão da Copa do Brasil. Nos últimos oito anos, Mano Menezes passou pela Seleção Brasileira, Flamengo, Corinthians, Cruzeiro, Shandong Luneng e retornou ao Cruzeiro, para agora ser campeão da Copa do Brasil.

“O Cruzeiro foi se moldando, e o mérito está nos jogadores, que entenderam o que a gente pensa. Tivemos várias vezes momentos importantes que tivemos que interferir. No jogo contra o Palmeiras, em São Paulo, tivemos de explicar que o placar de 3 a 3 era bom (a equipe abriu 3 a 0 e cedeu a igualdade). Não adianta esquecer aquilo que realmente é. Como o lado externo influência na crítica, o jogador deixa escapar a oportunidade de evoluir na competição. Estamos contentes, é a coroação de uma grande campanha. É a hora de comemorar”, declarou Mano Menezes.

Para a CBF o meia Diego Ribas, do Flamengo, foi o melhor jogador da competição. Para o público o jogador de 32 anos teve uma atuação aquém das expectativas nas duas partidas com o Cruzeiro e ainda desperdiçou o pênalti e ainda assim ganhou a Bola de Ouro. Coisas do futebol.

Rollemberg completa 1.000 dias de governo

O governador de Brasília, Rodrigo Rollemberg, completou nesta quinta-feira , dia 28 de setembro, mil dias de gestão. O governador fez um balanço dos avanços das políticas públicas no Distrito Federal, destacou a responsabilidade com as finanças, melhorias da infraestrutura em locais carentes e conquistas sociais.

“Eu não vou ser conhecido como o governador que quebrou Brasília, mas como aquele que colocou a casa em ordem, governou com responsabilidade e sem corrupção”, declarou Rollemberg, em entrevista com internautas na página do governo de Brasília no Facebook.

Mesmo em meio à maior crise econômica nacional e as sérias limitações orçamentárias, a cidade obteve conquistas que melhoraram a vida da população.O governo durante esses dois anos e nove meses, lançou olhares para áreas carentes de infraestrutura, como o Sol Nascente, em Ceilândia, que desde 2015,passa por uma transformação como asfalto, redes de águas pluviais e equipamentos públicos diversos.

“É muito gratificante andar pelas ruas do Sol Nascente e perceber que aquelas obras têm levado dignidade aos moradores”, disse Rollemberg. O governador disse que Buritizinho é outra região que recebe atenção especial. Lá, as obras de drenagem de águas pluviais e pavimentação já ultrapassam os 80% de execução.”Além disso, quem reside em Vicente Pires convive com menos transtornos provocados pelas chuvas, graças às intervenções que incluem a instalação de 185 quilômetros de redes de águas pluviais e 253 quilômetros de pavimentação”.

Rollemberg enumerou os avanços na área de mobilidade como a obra Trevo de Triagem Norte, composto por pontes, viadutos e túneis que vai distribuir o fluxo de veículos com destino ao Plano Piloto, ao Eixão Norte e Sul, à W3, aos Eixinhos Leste e Oeste e à L2.Somadas às passagens previstas na Ligação Torto-Colorado, construção de uma pista marginal à DF-003 e de novos acessos aos condomínios, serão 28 intervenções.

Sobre a modernização do sistema previdenciário dos servidores, Rollemberg falou que é uma medida que acaba com a distinção entre os servidores e resgata o princípio da solidariedade do regime previdenciário, onde todos contribuem para a aposentadoria de todos. As ações do governo neste período de gestão podem ser conferidas https://www.agenciabrasilia.df.gov.br/.

Depois do balanço da gestão com internautas no Facebook, o governador recebeu na Residência Oficial de Águas Claras os representantes das entidades realizadoras da Terceira Mostra Tecnológica da Pecuária do Distrito Federal e da Região Integrada de Desenvolvimento do Distrito Federal e Entorno (Ride) – PecBrasília. A mostra acontecerá de 25 a 29 de outubro na Granja do Torto.

A PecBrasília é fruto de parcerias entre entidades e governo. A iniciativa é da Associação dos Criadores de Zebu do Planalto em parceria com o Sindicato dos Criadores de Ovinos e Caprinos do Distrito Federal e do Núcleo Quarto de Milha de Brasília. O evento conta com apoio da Secretaria da Agricultura, da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural (Emater-DF), da Centrais de Abastecimento do Distrito Federal (Ceasa-DF), da Embrapa, da Federação da Agricultura e Pecuária do DF e do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural.

 
RocketTheme Joomla Templates