Coluna da Bernadete Alves - dia 06/09/2011

Festa para Taty

Para festejar mais uma primavera da empresária Tatyane Araújo, seu marido, Mário Luiz Gomes da Silva, controlador de voo, organizou para hoje uma bela festa na Asbac. Como é natural do Rio de Janeiro e gosta de samba, ele providenciou muita música boa para a festa. Dedicado à família, fez questão de trazer da cidade maravilhosa o seu pai, Oscar Luiz, para brindar o aniversário da nora.

 

Conter gastos

É a palavra de ordem para as donas de casa, empresários de todos os portes, para o governo local, federal e até mesmo para os dez mais ricos do país. O tombo dos mercados internacionais afetou a vida de todos nós. Se não bastasse o estresse que vivemos no dia a dia, temos que aguentar a situação de estresse que o mundo está passando. Precisamos agir de forma prudente, redefinir prioridades e gastar somente o necessário. A presidenta Dilma já está contendo gastos. E poupando pode enfrentar a crise internacional sem abrir mão do crescimento econômico e da geração de empregos. São muitos desafios a serem vencidos. É nas crises que quem tem capacidade se estabelece, diz o ditado popular. A existência sempre permite um plano B. Por mais que a vida pese sobre nossos ombros não podemos perder a fé e a esperança na capacidade de inovar. Com a união da sociedade, empresas, universidades e governo, a inovação poderá ser universalizada.

 

Construtor de ideias

Sempre que leio a Revista Foco, da competente e respeitada Consuêlo Badra, me fixo nos artigos do advogado Pedro Gordilho. Com muita propriedade e ética ele dá lições como “o ideal da riqueza é a partilha”, “cada indivíduio tem a força da bondade, e basta um sinal para se exprimir”, “otimismo é dizer sim à vida, por mais trágica que seja”. Ele é um mestre e um artista, um colecionador de grandes obras e renomado pianista. Encanta com seu talento quando recebe em sua casa, ao lado da esposa, Cristina (foto). Pedro Gordilho formou-se em Direito em 1960 e aos 22 anos já era servidor público na Bahia. No início de Brasília, foi representante do seu estado no supremo tribunal Federal. Depois se tornou ministro do Tribunal Superior Eleitoral de 1975 até 1982. Até hoje sua passagem pelo TSE é lembrada com carinho. Eu, como advogada, sou sua fã. E conviver ele nas lides jurídicas é um grande aprendizado.

 

Emagrecimento eficiente

A fome persegue e atrapalha quem quer manter o peso ou emagrecer. O responsável por isso é o hormônio quelina, que é produzido quando o estômago está vazio. Este hormônio faz com que a gente procure alimentos de forma mais frequente. E com muita fome comemos rápido demais e ingerimos mais que o necessário, não dando tempo para a produção do hormônio da saciedade. É que os órgãos do aparelho digestivo levam cerca de 20 minutos para avisar o cérebro que já é hora de parar de comer. Por isso, a recomendação do médico Luiz Fernando Córdova é que a refeição seja tranquila, lenta e com mastigação cuidadosa. Também pensam assim os especialistas americanos Barbara Rolls e Robert Barnett, autores do livro “a dieta volumétrica”. Eles dizem que quanto mais a gente come mais emagrece. E para isso recomendam alimentos de menor densidade energética, como morango, tomate, alface, brócolis, iogurte natural desnatado, laranja, cenoura, maçã, pera, melancia, melão, legumes e vegetais verdes, assim como fibras, peixes e carnes brancas. O ideal é comer pequenas porções de 3 em 3 horas e de sobremesa comer grfrutas em vez de doces Sempre fui adepta de frutas e verduras, e antes do prato principal sempre como cenoura crua ralada, beterraba crua ralada, tomate, pepino, repolho, rúcula e todos os tipos de alface. Tempero com orégano e azeite de oliva extra virgem e não uso sal. Além de ser saudável e gostoso, tira a fome. Na hora do prato principal se come menos. No lanche, abuso das frutas. Qualquer uma faz bem. Para mim, este tipo de alimentação funciona, pois meu peso é o ideal. Com relação a alimentos com muitas calorias, procuro comer em menor quantidade. Como a ansiedade é um dos males da vida moderna, e ela nos faz comer mais, é preciso saber controlar, ter força de vontade para evitar a obesidade, que também pode comprometer a saúde emocional.    

 

Conversa com o governador

Estreou hoje, às 7 horas, a primeira edição do programa Conversa com o Governador, na rádio Cultura FM – 100,9. Sob o comando do jornalista Carlos Campbell, o governador falou sobre saúde, a maior queixa da população. O governador prestou contas sobre o atendimento nos hospitais e postos de saúde e sobre a distribuição de medicamentos. Se você quiser acompanhar este programa, ele é exibido todas as terças-feiras em quatro horários: às 7h, 9h, 12h e 18h30, na Cultura FM. A ideia é muito boa. Como o rádio tem um alcance grande em todo o DF, é uma forma do governador Agnelo prestar contas aos contribuintes e mostrar o que está sendo feito para a melhoria da qualidade de vida da população.  

 
RocketTheme Joomla Templates