Coluna Bernadete Alves - dia 13/11/2017

Dia Mundial da Gentileza propõe mais amor e generosidade

A ideia de criar um dia dedicado aos atos de gentileza surgiu em 1996, numa conferência em Tóquio. O grupo Movimento das Pequenas Gentilezas do Japão reuniu diversos grupos de diferentes países que propagavam a gentileza em suas nações e apresentou a proposta. Em 2000, foi oficializado o Movimento Mundial pela Gentileza, a corrente do bem.

Gentileza gera gentileza, que se multiplica em atitudes positivas, se alimenta de um sorriso e pode germinar em todo canto do planeta. Ou então se traduz em palavras, ganha a força do pensamento e conduz a uma vida melhor em sociedade. No dicionário significa “caráter gentil ou qualidade”. Um ato que vai além do significado, pois a gentileza contagia e faz vermos além de nós mesmos. O Dia Mundial da Gentileza foi criado visando espalhar essa alegria e generosidade pelo mundo. Vamos fazer da gentileza um hábito.

Diante de todas as tristezas que assistimos, de tantas intolerâncias é preciso mesmo pedir e contribuir para um mundo melhor. Não vamos deixar esta arte nobre escondida dentro de nós. Vamos sorrir mais para as pessoas, aprender a ouvir, respeitar opiniões diferentes, afinal as pessoas são diferentes e carregam cargas diferentes. Em algumas circunstâncias é preciso passar por cima da dor, do orgulho e responder gentilmente até para quem nos machucou. As coisas só mudam quando a gente muda.

O amor é o princípio universal em todas as religiões. E é a gentileza que leva o amor a um nível mais terno e acessível, com o qual a maioria se sente à vontade. Fazer o bem aos outros é reconhecer que todos à nossa volta são iguais a nós. Fica mais feliz quem recebe, e quem pratica a gentileza também. Gentileza, frugalidade e humildade, são atitudes que agradam a todo mundo. Os gentis podem ser corajosos, os frugais podem ser liberais e os humildes podem ser condutores de homens.

Itália está fora da Copa do Mundo 2018

A Azzurra, tetracampeã mundial, fica fora da Copa do Mundo pela primeira vez desde 1958 depois de perder o jogo de ida da repescagem nas eliminatórias europeias por 1 a 0 e empatar no jogo de hoje. Com o resultado a Suécia volta a disputar o Mundial após 12 anos. Alegria para uns e tristeza para os italianos, principalmente Gianluigi Buffon, goleiro da Itália, que perde a oportunidade de superar os recordes do goleiro mexicano Antonio Carbajal e do zagueiro-meia alemão Lothar Matthäus, que têm cinco Mundiais disputados no currículo. Buffon jogou as Copas de 1998, 2002, 2006, 2010 e 2014 e chegaria à sua sexta Copa em 2018. Após a eliminação, Buffon, aos 39 anos, confirmou se retirar da seleção para abri espaço aos mais novos. A eliminação da Itália quebra uma sequência de 14 participações seguidas na Copa.

O recorde ainda pertence ao Brasil, que terá jogado todas as 20 edições. A Alemanha é a segunda na lista, com 16 aparições desde que ficou fora em 1950. A Suécia volta a disputar o Mundial após doze anos. Essa será a 12ª participação da equipe, vice-campeã em 1958. A última participação foi na Alemanha, em 2006, com uma eliminação nas oitavas de final, para os donos da casa.

 
Coluna Bernadete Alves - dia 12/11/2017

Proteger, educar e conservar é a meta do Zoo de Brasília

O Jardim Zoológico de Brasília foi inaugurado em 1957, antes mesmo da capital do Brasil. A instituição é uma das grandes reprodutoras do país e participa de projetos mundiais de conservação para trocar informações com o objetivo de garantir diversidade genética dos animais. Entre 1982 e 2002, nasceram 57 tigres-de-bengala no Zoo de Brasília.

Além de fazer a manutenção do plantel de 804 animais, a instituição aposta na melhoria do bem-estar dos bichos e em ações de sustentabilidade. O diretor-presidente da instituição, Gerson Norberto, tem como meta proteger, educar e conservar as espécies e garantir a diversidade do local. Para tanto conta com 275 colaboradores que estão sempre prontos para receber novos hóspedes.

Na terça-feira dia 07 chegaram ao Zoo, dois tatus recém-nascidos, resgatados do incêndio que destruiu parte da vegetação na Chapada dos Veadeiros, em Goiás. Os filhotes que perderam a mãe não tinham condições de se alimentar ou se defender sozinhos na reserva. Eles estão sendo cuidados pelos veterinários do Zoológico de Brasília. Além de acolher bichos resgatados por órgãos de fiscalização ambiental, o berçário do Hospital Veterinário do Zoo recebe animais de várias partes do país. O local é referência para o cuidado de filhotes. Quem encontrar algum animal em risco, a recomendação é entrar em contato com a Polícia Militar Ambiental para receber os cuidados emergenciais e, caso necessário, serão encaminhados para o Zoológico de Brasília.

Em 2017, foram iniciadas as readequações nos recintos com o objetivo de aumentar o espaço de refúgio das espécies.“Plantamos mais vegetação para que o animal tenha onde se esconder, caso queira. Essa é uma forma de deixá-los mais confortáveis”, declarou o diretor-presidente do Zoo. Neste ano foram assinados termos de cooperação internacional com Bolívia, Chile, Alemanha e Argentina. De acordo com o responsável pela fundação, o programa de educação ambiental já atingiu 100 mil pessoas em 2017.

No local onde estão acomodados os felinos, as intervenções já foram feitas. Além da readequação dos espaços, alguns recintos, como o do tigre-de-bengala-branco já recebeu bombas de reuso e tratamento de água. No espaço existem animais idosos como a tigresa-de-bengala Laila, de 20 anos – o que equivale a uma senhora de 80 ou 90 anos, e seu companheiro Rabisco,da mesma espécie com 15 anos, também considerado idoso. Esses felinos vivem em média 14 anos na natureza e estão ameaçados de extinção.

Gerson Norberto disse que os filhos gerados por Laira e Rabisco vão colaborar para a conservação da espécie. “A Laila é um dos conjuntos genéticos mais bem representados no país. Com ela, avançamos muito em questões de manejo e bem-estar”, declara o diretor-presidente da Fundação.

O Zoológico abriga também Jeniffer, um cervo-nobre fêmea de 20 anos, e Sic, uma ariranha que tem 14 anos. Além delas, há uma cotia de 11 anos, um veado cariacu de 14 anos, e um waterbuck de 13 anos. Zoo abriga no plantel um casuar e um cisne-negro, de 15 anos; um arapapá e um guará, de 23 anos; um avestruz, de 17 anos; e um emu, de 13 anos. No Zoo de Brasília os animais idosos têm um manejo específico, observação diária, alimentação balanceada e alguns cuidados para facilitar a locomoção. Tudo para dar conforto e facilitar a vida dos animais idosos.

No berçário, segundo Norberto, foram instaladas placas fotovoltaicas, que estão em fase de testes. O equipamento foi doado em setembro pelo Ministério de Minas e Energia. O órgão entregou ao zoo 240 placas fotovoltaicas, 24 inversores e 52 controladores de carga para implementação de projetos de sustentabilidade.A instalação deve resultar em uma economia mensal de R$ 6 mil na conta de energia elétrica da instituição. Além das ações de sustentabilidade, o zoo investiu na atualização das 145 placas de identificação dos animais, para atender a média de 40 mil visitantes mensais.

O objetivo para 2018 é dar continuidade às ações iniciadas neste ano e investir ainda mais no conforto dos bichos. Estão previstos a instalação de painéis de vidro para proteger os animais do som e de possíveis ataques, como arremesso de lixo ou de pequenos itens, e o adensamento da vegetação nos recintos.“O desafio é montarmos ambientes cada vez mais naturais”, explicou Norberto. Outro projeto da gestão é criar locais específicos para as espécies características da Savana africana e do Pantanal brasileiro.

O Zoológico de Brasília funciona das 8h30 às 17 horas de terça a domingo e nos feriados. O ingresso custa 10 reais a inteira. Para quem for passar o dia o espaço dispões de duas (2) lanchonetes que servem bebidas não-alcóolicas, lanches rápidos, doces e refeições (prato feito). Uma está localizada próxima ao Centro Multifuncional de Acessibilidade (CEMFA) e ao recinto dos grandes felinos (Galeria África). A outra fica próximo à Administração do parque e ao Serpentário. O Zoológico conta também com 28 barraquinhas de pipoqueiros, quatro (4) de churros e dois (2) de cachorro-quente espalhados pelo parque. A Fundação Jardim Zoológico de Brasília fica na Avenida das Nações, Via L4 Sul, s/n, telefone (61) 3445-7000.

O Jardim Zoológico de Brasília é mais que um local de diversão para as crianças é um espaço de referência em conservação, pesquisa e preservação animal.

Massa se despede da F1 em dia de tetracampeões

O brasileiro Felipe Massa teve uma grande atuação em Interlagos na tarde deste domingo. Ganhou posições na largada, como de costume, saindo de nono para sexto ainda na primeira volta. Após a entrada do safety car, fruto de uma batida envolvendo uma série de carros, o piloto da Williams, partiu para cima de Fernando Alonso, fazendo uma bela ultrapassagem sobre o bicampeão mundial. Manteve um bom ritmo durante toda a prova mas acabou superado por Hamilton e Daniel Ricciardo, terminando em sétimo no GP do Brasil. Com isso Massa somou 42 pontos e reassumiu a décima colocação na tabela de classificação, ultrapassando o companheiro Lance Stroll, que tem 40.

Depois, sentiu todo o carinho da torcida ao parar seu carro nos boxes. No rápido contato que teve com a imprensa brasileira após a corrida, o piloto da Williams celebrou o que ele chamou de "prova perfeita".“Estou muito orgulhoso da corrida que fiz hoje. Foi tudo perfeito. O ritmo foi perfeito. Tudo aconteceu do jeito que deveria. A largada pegou na veia. A relargada também. Para mim, foi como uma vitória. Depois, ainda pude sentir o amor dessa torcida maravilhosa. Foi algo que nunca vou esquecer. Valeu a pena ter corrido mais um ano para ter vivido o que vivi hoje – ressaltou.

Interlagos foi palco, pela primeira vez na história da F1, de dois tetracampeões disputando o título na pista. Sebastian Vettel e Lewis Hamilton mostraram porque são os dois melhores pilotos da atualidade. Na largada o alemão da Ferrari partiu para cima do pole Valtteri Bottas, e na entrada do "S do Senna" tomou a ponta e fatura a quinta vitória no ano.

Lewis Hamilton, vencedor antecipado da edição 2017 do Mundial de Fórmula 1, que largou na última colocação, deu um show em grandes ultrapassagens, até chegar em  quinto atrás de Max Verstappen. Não demorou para que o britânico da Mercedes superar  o holandês e conquistar a quarta colocação. Hamilton foi eleito pelos fãs o "piloto do dia".

Esta é a terceira vitória de Vettel no Brasil, a quinta na temporada e a 47ª na carreira."Eu tive a chance de me espremer por dentro na largada e tentei controlar a corrida daí até o final. Eu estou satisfeito pelos caras em casa (Maranello), onde eles têm trabalhado muito forte”, declarou o campeão. Bottas, da Mercedes, ficou em segundo e Raikknem, da Ferrari em terceiro. A Red Bull Racing garantiu a quinta e sexta colocação com Verstappen e Ricciardo.

O Grande Prêmio do Brasil de Fórmula 1 acontece desde 1972 e faz parte do campeonato de Fórmula 1 desde 1973.Na época, a pista de Interlagos tinha 7,96 quilômetros de extensão. Em 1978, a prova foi para Jacarepaguá, no Rio de Janeiro, que passou a ser a sede definitiva do GP Brasil em 1981. Em 1990, a corrida voltou para Interlagos, em uma pista modificada e muito mais curta.

O brasileiro Emerson Fittipaldi venceu as duas primeiras edições em Interlagos (1973, pela Lotus, e 1974, pela McLaren). Os demais brasileiros foram: José Carlos Pace em 1975 (pela Brabham), Ayrton Senna em 1991 e 1993 (pela McLaren) e Felipe Massa em 2006 e 2008 (com a Ferrari). Nelson Piquet venceu duas provas no Rio de Janeiro, em 1983 (pela Brabham) e 1986 (pela Williams).

O maior vencedor do GP Brasil é Alain Prost. O francês conquistou seis vitórias, cinco no Rio de Janeiro (1982, 1984, 1985, 1987 e 1988) e outra em Interlagos (pela Ferrari, em 1990).

 
Coluna Bernadete Alves - dia 11/11/2017

Mudanças na lei trabalhista já estão em vigor

As principais alterações da Consolidação das Leis do Trabalho aprovadas com a reforma trabalhista, Lei nº 13.467, de13 de julho de 2017, entram em vigor neste sábado, 11 de novembro. Algumas regras já passam a valer imediatamente, outras mudanças, entretanto, precisarão de negociações entre empresas e empregados antes de começarem a valer, o que pode adiar a sua implementação. Direitos constitucionais, como o 13º salário, Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) e salário mínimo, estão preservados.

A lei 13.467, que atualiza mais de cem pontos da CLT e cria duas modalidades de contratação: trabalho intermitente (por jornada ou hora de serviço) e a do teletrabalho, chamado home office (trabalho à distância), entra em vigor hoje sob críticas de diversas entidades, como a Associação Nacional dos Magistrados da Justiça do Trabalho (Anamatra), que aponta ‘vícios inconstitucionais’ em vários itens e dos sindicalistas, claro.

As empresas brasileiras já começam a se organizar para tornar os contratos de trabalho mais flexíveis e a calcular as vantagens de adotar as novas modalidades de contratação prevista na nova lei trabalhista e os sindicalistas já estão protestando e fazendo greve. Já os executivos e os sindicatos patronais são unânimes em dizer que a reforma trabalhista ajudará a flexibilizar as jornadas de trabalho, a reduzir o número de ações na Justiça e a diminuir também a burocracia e os custos.

O juiz Marlos Melek, do Tribunal Regional do Trabalho do Paraná, um dos oito integrantes da comissão que redigiu a reforma trabalhista, diz que a maioria dos críticos da reforma está mal informada ou, como no caso dos sindicatos, vai ficar sem o dinheiro do imposto sindical. “As pessoas não leram, não sabem quais são as mudanças que a reforma traz e mesmo assim a criticam. Quem mais fala mal da reforma? Aqueles que vão perder o imposto sindical”, declara Melek, que é também autor do livro Trabalhista! E agora?

Embora ainda existam muitas dúvidas, reclamações e até ações no Supremo, algumas das mudanças já poderão ser aplicadas imediatamente como a demissão consensual, onde a empresa paga metade da multa de 40% sobre o saldo do FGTS e metade do aviso prévio indenizado; a rescisão contratual feita diretamente entre trabalhador e empresa, sem necessidade de homologação nos sindicatos; a divisão das férias em até três períodos e a inclusão do home office em contratos.

Um dos eixos centrais da reforma é que o negociado prevalece sobre o legislado. Isso permitirá que acordos trabalhistas modifiquem pontos da lei, como a redução do intervalo do almoço para trinta minutos. Também poderão ser feitas negociações para determinar jornada de trabalho, registro de ponto, trocas de emendas de feriado, entre outros pontos. Essas negociações poderão ser feitas a partir do primeiro dia de vigência da reforma. Mas para as mudanças começarem a valer, sindicatos e empresas devem seguir um procedimento já existente para esse fim. É preciso convocar assembleia, fazer acordo, ler o documento para os empregados e protocolar no Ministério do Trabalho.

Férias - Férias acumuladas poderão ser parceladas a partir de agora. A mudança na lei trabalhista permite que, se houver interesse do empregado, as férias sejam divididas em até três períodos, sendo que um deles deve ter pelo menos catorze dias e os demais, no mínimo cinco. Quem já tiver direito a férias, mesmo que acumuladas na lei anterior, poderá dividi-las.

Demissão consensual - Será possível sair da empresa recebendo 20% da multa do FGTS a partir do primeiro dia de vigência da reforma. Na lei atual, existem duas situações: se o trabalhador é demitido por justa causa ou se demite, não recebe multa sobre os recursos do fundo de garantia nem pode sacá-lo. Se é demitido sem justa causa, recebe a multa de 40% do saldo e pode retirar os recursos depositados. A reforma trabalhista traz a possibilidade de empregador e empregado chegarem num acordo para demissão, no qual o trabalhador recebe 20% da multa e pode sacar 80% dos recursos do FGTS.

Teletrabalho - As novas regras vão valer a partir do primeiro dia de vigência, desde que haja previsão dessa modalidade no contrato de trabalho existente. As novas regras exigem que as obrigações do serviço feito fora da empresa – como home office – sejam especificadas no contrato.O texto diz também que deve ficar claro quem é o responsável pela aquisição de materiais e infraestrutura necessária ao trabalho, e também a forma de reembolso. Embora não esteja expresso no projeto, a tendência é que seja assumido pela empresa. “Existe um princípio na lei trabalhista de que o empregador arca com os custos do trabalho. Não é porque a reforma regulamenta o home office que poderá transferir custos para o empregado”, explica Anna Thereza de Barros, sócia do escritório Pinheiro Neto.Se o contrato atual não prevê essa modalidade, a empresa poderá fazer um aditivo.

Compensação de banco de horas em seis meses - O limite de seis meses para a compensação passa a ser imediato, mas é possível que outras regras sobressaiam. Atualmente, as empresas têm que dar as folgas referentes a horas extras em até um ano. Esse limite máximo passará para seis meses, mas esse é um dos pontos que poderão ser negociados coletivamente. A dica dos especialistas é para a empresa fechar o banco de horas existente e abrir um novo, para não dar confusão.

Jornada parcial de trinta horas - Não entra em vigor até ser renegociada pelas partes. Atualmente, o limite é de 25 horas semanais e, com a nova lei, o máximo será de trinta horas. “No contrato parcial, normalmente vem descrita a quantidade de horas. Como o salário é normalmente pago em razão delas, e não por mês, o contrato teria que ser renegociado”, explica Carla.

Trabalho intermitente - Esse é um dos pontos mais polêmicos da reforma. Há pressão para que o governo edite uma MP vetando ou impondo limites para essa modalidade de contrato. Se a MP não for editada, a nova modalidade de trabalho entra em vigor a partir do primeiro dia de vigência da lei. Atualmente, é comum que uma empresa que tem variação na demanda, como restaurantes, mantenham contratados uma quantidade fixa mínima de funcionários, como garçons, e chamem trabalhadores “avulsos” para os dias de mais movimento. Com a mudança, será possível contratar apenas para períodos de necessidade, pagando somente pelo período trabalhado desde que o funcionário seja avisado com no mínimo três dias de antecedência.

Fim do pagamento das horas de deslocamento - A empresa deixará de pagar as horas de deslocamento a partir da vigência da nova lei. A Justiça trabalhista tem decidido que o empregador deve pagar pelo tempo total que o empregado fica a sua disposição. Isso inclui o tempo em que ele estiver dentro de um transporte fornecido pela empresa ou se deslocando para seu posto de trabalho. É o caso de trabalhadores rurais, cuja entrada da fazenda pode ser distante, ou de empresas localizadas em lugares afastados. Esse tempo, chamado de horas in itinere, não será mais considerado no pagamento, segundo a lei trabalhista em discussão no Congresso.

Um artigo da reforma trabalhista exclui prêmios e bônus da remuneração do funcionário, ou seja, não serão incorporados ao salário. Assim, essas verbas não vão entrar no cálculo de qualquer encargo trabalhista e previdenciário. Antes da reforma, premiações e bônus eram incorporados ao salário quando havia continuidade no recebimento. Agora, pelas novas regras, se todo ano a empresa dá bônus para quem bate meta de produtividade, essa verba – que antes entrava no cálculo do pagamento sobre férias, 13º, INSS, FGTS, descanso semanal remunerado (DSR) – deixará de ter o chamado reflexo na folha de pagamento

As horas extras já são o item mais reclamado em ações trabalhistas, e as novas cláusulas sobre o tema devem continuar rendendo brigas judiciais. O banco de horas, que antes da reforma só podia ser criado com acordo envolvendo sindicato (por meio de acordo ou convenção coletivos), agora pode ser fruto de negociação individual. A compensação das folgas do banco – que devia ser feita em até um ano pela lei anterior – agora deve ser quitada em seis meses. O período de compensação de horas extras, ou seja, quando o funcionário faz a jornada semanal de 44 horas trabalhando de segunda a sexta-feira e assim não trabalha sábado, foi ampliado de uma semana para um mês.

Fim da contribuição sindical obrigatória - A reforma prevê que a contribuição deixará de ser recolhida no próximo período de cobrança. A CLT estabelece que as empresas devem descontar em março o equivalente a um dia de trabalho e repassem o valor aos sindicatos, o chamado imposto sindical. Em tese, essa retenção não poderia mais ser feita em 2018, pois a nova lei trabalhista diz que o desconto só poderá ser feito se for aprovado pelo trabalhador previamente. Os sindicatos estão pressionando o governo Temer para a regulamentação de um instrumento alternativo para substituir o imposto sindical que deixa de existir a partir deste sábado.

Em pronunciamento à nação na noite de ontem, o ministro do Trabalho, Ronaldo Nogueira, reafirmou que a reforma trabalhista veio para gerar empregos e não para retirar direitos. “A modernização teve como base três eixos: consolidar direitos, promover a segurança jurídica e gerar empregos. Consolidar direitos, pois direito não se revoga, apenas se aprimora. Promover a segurança jurídica, pois apenas ela traz crescimento econômico duradouro. E apenas o crescimento econômico pode gerar empregos, o maior de todos os direitos do trabalhador. Assim, foram mantidos todos os direitos trabalhistas”, disse Nogueira.

O ministro disse ainda que “o Brasil que trabalha, que quer crescer, comemora a entrada em vigor da lei da modernização trabalhista”. Para os sindicalistas a lei tem artigos que tiram direitos dos trabalhadores. Entre os pontos apontados como mais problemáticos, citam o trabalho intermitente e o fim da homologação das demissões pelos sindicatos.

A nova legislação trabalhista se aplica a todas as categorias regidas pela CLT e também àquelas que dispõem de legislações específicas – como trabalhadores domésticos, atletas profissionais, aeronautas, artistas, advogados e médicos – no que for pertinente. As novas regras não afetam trabalhadores autônomos e servidores públicos estatutários, por não estarem vinculados à CLT. Quanto aos empregados públicos, aqueles aprovados em concurso público e regidos pela CLT, serão impactados.

Os Sindicatos e as Centrais de Trabalhadores realizaram ontem uma série de protestos contra as mudanças nas relações de trabalho e também contra a proposta de reforma da Previdência Social e a portaria editada pelo governo federal que modifica o conceito de trabalho escravo. O assunto ainda vai ser pauta por muito tempo.

Quilombo dos Palmares ganha reconhecimento internacional

O Parque Memorial Quilombo dos Palmares, na Serra da Barriga, em Alagoas, foi reconhecido como patrimônio cultural do Mercosul. O reconhecimento ao maior espaço de resistência de escravos durante mais de um século no período colonial de 1597 a 1704, é uma forma de combater a discriminação racial, principalmente no momento em que casos de racismo estão se acirrando, valorizar a cultura afro-brasileira e também a visibilidade da área pouca conhecida pela maioria dos brasileiros.

Segundo a história o Quilombo dos Palmares surgiu no século 16 para abrigar escravos fugidos das capitanias da Bahia e de Pernambuco devido aos maus tratos e castigos de seus feitores como permanecerem amarrados aos troncos, sob sol ou chuva, sem água e sofrendo com açoites e chicotadas.O local chegou a reunir até 30 mil pessoas no seu auge, no século 17, e era organizado em pequenos povoados, chamados de mocambos. Os principais eram Cerca Real do Macaco, Subupira, Zumbi e Dandara. O maior deles chegou a ter 6 mil pessoas, quase a mesma população do Rio de Janeiro à época.

As decisões políticas eram tomadas pela reunião da liderança de cada um deles em conjunto com o chefe supremo. Essa posição de comando foi ocupada por Acotirene, sucedida por Ganga Zumba e, depois, por Zumbi. No tocante às relações afetivas, Palmares era uma sociedade poliândrica, em que mulheres podem ter relação com diversos homens.

A Serra da Barriga foi tombada pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) em 1985. Em 2007, foi aberto o Parque Memorial Quilombo dos Palmares, próximo à cidade de União dos Palmares, a cerca de 80 quilômetros da capital do estado, Maceió. O projeto envolveu a construção de instalações em referência a Palmares, como a casa de farinha (Onjó de farinha), casa do campo santo (Onjó Cruzambê ) e terreiro de ervas (Oxile das ervas).

O Parque Memorial Quilombo dos Palmares é palco de reflexões e comemorações do 20 de Novembro, Dia Nacional da Consciência Negra. A data foi instituída em 2003 em homenagem a Zumbi, o último líder do Quilombo dos Palmares que morreu no dia 20 de novembro. Zumbi foi morto por ser traído por Antônio Soares, um de seus capitães.

No Brasil a Ponte Internacional Barão de Mauá, ligação entre as cidades de Jaguarão, no Brasil, e Rio Branco, no Uruguai; e a região das Missões, que abrange cinco países (Brasil, Argentina, Paraguai, Uruguai e Bolívia), já receberam o importante título.

 
Coluna Bernadete Alves - dia 10/11/2017

Brasília lança o “Chega Mais” - Selo de Qualidade de Serviços de Saúde para Adolescentes

Com o objetivo de reconhecer e incentivar que unidades de saúde ofereçam atendimento e serviços adequados e com qualidade para adolescentes, o Governo de Brasília, lançou o Selo “Chega Mais”. A iniciativa é uma das ações do Criança Candanga, programa do governo de Brasília de garantia dos direitos da infância e da adolescência. A solenidade de lançamento foi no auditório da Fundação de Ensino e Pesquisa em Ciências da Saúde sob a coordenação da diretora executiva da Fepecs, Maria Dilma Alves.

O “Chega Mais - Selo de Qualidade de Serviços de Saúde para Adolescentes” é resultado de parceria firmada entre o Fundo de População das Nações Unidas, Secretaria de Saúde do Distrito Federal e Secretaria de Políticas para Crianças, Adolescentes e Juventude do Distrito Federal. O órgão da Organização das Nações Unidas (ONU) vai fiscalizar e estabelecer os critérios de qualidade para o atendimento de adolescentes na rede de saúde do DF. Eles englobam desde acesso livre de discriminação até a integração em diferentes frentes de atendimento, além da educação permanente de profissionais.

O selo será uma certificação concedida pelo Fundo de População da ONU (UNFPA) a serviços públicos em saúde adequados a essa fase do ciclo de vida. Será concedido a partir de critérios de qualidade para o atendimento de adolescentes, com acompanhamento e aprimoramento contínuos. Os critérios envolvem desde acesso livre de discriminação até a integração em diferentes frentes de atendimento, a educação permanente de profissionais e a participação social.

O representante do UNFPA Brasil, Jaime Nadal, disse que a união de todos em prol da saúde dos adolescentes fará com que tenham todo o seu potencial realizado e que os investimentos certos e na hora certa podem fazer a diferença na vida e no futuro dessas pessoas. “Vemos com preocupação, por exemplo, o aumento das infecções por HIV, os casos de sífilis congênita e o número de adolescentes grávidas nos últimos anos no Brasil. Serviços de qualidade e adequados para a fase do ciclo de vida, com um olhar mais jovem, são sumamente importantes”, declarou Nadal.

A primeira-dama e colaboradora do Governo de Brasília, Marcia Rollemberg, agradeceu a parceria com a UNFPA e disse que no selo Chega Mais está o incentivo e o reconhecimento de boas práticas por parte dos profissionais de saúde que atendem os e as adolescentes. “Com essa iniciativa, somamos forças e compromissos. O Selo pode alavancar processos de educação, valorização, reconhecimento e aprimoramento de boas práticas. É um reforço à estruturação de uma política necessária e proeminente”, declarou Márcia. Federal, o Brasília + Jovem Candango e o #BoraVencer.

Ela mencionou as ações do governo que atendem os jovens como os Centros Olímpicos e Paralímpicos do Distrito Federal, o Brasília + Jovem Candango e o #BoraVencer. “Já temos iniciativas na cultura, na educação e faltava uma de maior peso na saúde: oferecer serviços adequados a adolescentes”.

O secretário de Saúde, Humberto Fonseca, disse que a certificação vai passar principalmente pelas Unidades Básicas de Saúde. Segundo ele, com a expansão da saúde da família, será possível ampliar esse atendimento especializado aos jovens. “Teremos condições para capacitar equipes e assim poderemos melhorar indicadores de condições de saúde que tenham a ver com esse ciclo da vida, como doenças sexualmente transmissíveis e gravidez na adolescência.”

Para o secretário de Políticas para Crianças, Adolescentes e Juventude do Distrito Federal, Aurélio de Paula Guedes, o selo é uma demonstração do governo de que esse público é prioridade na nossa cidade e também reforça a importância de atendimentos realizados em diferentes frentes, não apenas na saúde física. “Além da gravidez, das ISTs, do abuso de drogas e álcool, temos adolescentes altamente deprimidos e ansiosos, e também precisamos estar atentos a isso”, declarou. “Temos hoje os maiores índices de toda a história de adolescentes em depressão. Temos uma geração que precisa de atenção mais ampla, que atenda a saúde sexual e reprodutiva e a saúde física, mas que também dê atenção à saúde mental.”

Para o Ministério da Saúde, o selo Chega Mais é reforço aos esforços pela inclusão e pela qualidade no atendimento. “O maior desafio que temos é garantir o acesso dos adolescentes aos serviços de saúde. Precisamos quebrar as barreiras, atender e acolher todos e todas, atender e cuidar independentemente da idade”, declarou a representante do Ministério da Saúde, Juliana Rezende.

Atriz Márcia Cabrita perde luta contra o câncer

A comediante de grande talento, que conquistou o amor do público com a personagem Neide Aparecida, de "Sai de baixo", Márcia Cabrita, faleceu hoje aos 53 anos. A atriz estava internada há dez dias, no hospital Quinta D'Or, na Zona Norte do Rio, em decorrência do agravamento de um câncer no ovário, diagnosticado em 2010. A doença levou Márcia a deixar a novela Novo Mundo, da faixa das 6 da Globo, em que fazia a personagem Narcisa. Márcia Cabrita deixa uma filha, Manoela, de 17 anos. A notícia da morte sensibilizou colegas da atriz e fãs nas redes sociais.

Ricardo Parente - ex-marido de Cabrita e pai de sua filha, Manuela, de 16 anos - disse ao jornal "O Globo" que a artista estava internada há 10 dias no hospital Quinta D'Or, na zona norte do Rio, em decorrência do agravamento da doença. Segundo Parente, "ela foi em paz" e não sofreu.

O último trabalho da atriz Márcia Cabrita foi na novela Novo Mundo, que acabou em setembro. Inicialmente, ela interpretaria Germana, papel que acabou com Vivianne Pasmanter quando Márcia, ainda em tratamento, precisou se afastar. Como homenagem, os autores criaram uma outra personagem, Narcisa, que entrou mais tarde na trama. Mais uma vez, o câncer a obrigou a pedir uma nova licença.

Com figurinos apertados e decotados, a personagem Neide Aparecida, vivida por Márcia Cabrita, conquistou o público e os colegas pelo talento e simpatia. Como diarista da casa de Cassandra (Aracy Balabanian) e Caco Antibes (Miguel Falabella), ela transitava entre o sensual e o desajeitado. Alguns dos melhores momentos de Neide desde 1997 foram ao lado de Caco Antibes, que não perdoava as falas com erros de português e os hábitos de “pobre” da doméstica. Em 2000, a atriz gravou grávida da filha Manoela e ainda participou do especial de 2013, feito no canal pago Viva.

Márcia estudou artes cênicas e ao lado de Luís Salem, deu os primeiros passos na vitoriosa carreira nos palcos. Com ele, fez uma peça infantil produzida por Aloísio Abreu, outro com quem sempre trabalhou. Juntos, os três montaram o espetáculo "Subversões", encenado no antigo Crepúsculo de Cubatão, em Copacabana. Na trilha sonora, paródias de hits como "Meu nome é Creuza", versão de "Como uma deusa", de Rosana, que acabou fazendo sucesso.

O espetáculo Subversões a colocou na rota do humor nos anos 1990. Em 1992, estreou na televisão participando da minissérie As Noivas de Copacabana. No Sai de Baixo teve papel marcante por cinco anos. Com figurinos apertados e decotados, a personagem Neide Aparecida, vivida por Márcia Cabrita, conquistou o público e os colegas pelo talento e simpatia. Como diarista da casa de Cassandra (Aracy Balabanian) e Caco Antibes (Miguel Falabella), ela transitava entre o sensual e o desajeitado. Alguns dos melhores momentos de Neide desde 1997 foram ao lado de Caco Antibes, que não perdoava as falas com erros de português e os hábitos de “pobre” da doméstica. Em 2000, a atriz gravou grávida da filha Manoela e ainda participou do especial de 2013, feito no canal pago Viva.

 Depois do sucesso em Sai de Baixo, outro papel marcante foi o de Cacá, versão humana da Cuca, no Sítio do Pica-Pau Amarelo. Entre as novelas, participou de Desejos de Mulher (2002), Sete Pecado(2007), Beleza Pura (2008) e Morde e Assopra (2011). No cinema, esteve em Um Show de Verão (2004), Xuxa e o Tesouro da Cidade Perdida (2004), Xuxa Gêmeas(2006) e O Diário de Tati (2012). Em 2010, foi diagnosticada com a doença e iniciou uma série de tratamentos. Neste período, fez várias participações em seriados – em especial, na versão televisiva de Trair e Coçar É Só Começar (2014) – e estrelou peças de teatro, precisando parar algumas vezes por conta do câncer.

Márcia Cabrita deixa sua marca no humor brasileiro. Sua irreverência e talento serão sempre lembradas. A morte prematura é uma grande perda para o humor brasileiro. Descanse em paz, guerreira!

Jovens estão perdendo a audição por uso irregular de fones de ouvido

No Dia Nacional de Prevenção e Combate à Surdez, o Conselho Federal de Fonoaudiologia alerta as várias situações que podem causar problemas de audição. Os bebês podem nascer com deficiência auditiva por problemas na gestação, quando a mãe é usuária de drogas, teve sífilis ou rubéola durante a gravidez, ou problemas no parto. Por isso é importante fazer o teste da orelhinha na maternidade.

A perda auditiva pode ser de forma condutiva ou neurossensorial. A perda auditiva condutiva pode acontecer quando há um bloqueio na transmissão do som quando a cera entope o conduto auditivo e impede o tímpano de vibrar. Ou quando há uma interrupção na transmissão das ondas sonoras para o cérebro, como quando há ferimentos no tímpano.

Na perda neurossensorial há falha do nervo auditivo. Portanto, mesmo que as vibrações sonoras atinjam o ouvido interno, elas não são enviadas como impulsos para o cérebro. Isso acontece por conta do envelhecimento natural das células, por infecções virais, efeitos colaterais de medicamentos e barulhos muito altos. E é aí que está o alerta do Conselho Federal de Fonoaudiologia.

De acordo com a presidente do CFFa, Thelma Costa, a cada dia, mais jovens estão apresentando perda de audição causada pelo uso irregular de fones de ouvido. “Os adolescentes usam esse equipamento de som com volume muito alto. A gente vem notando que a audição deles não é tão normal como antigamente, já tem mais perda. E se continuar a usar esse som alto, eles terão uma perda irreversível, não volta mais ao normal”, alertou a presidente.

A fonoaudióloga explica que as perdas auditivas por causa de ruído estão aumentando entre a população, tanto por ruído industrial, quanto por equipamentos de som. Thelma cita como exemplo o caso dos músicos, lembrando que existem protetores auditivos que selecionam o som. "Então, eles conseguem seguir com a profissão e estão se prevenindo, o que não acontece com os adolescentes”.

Doenças como meningite e caxumba podem causar perda de audição, por exemplo, e há vacinas disponíveis na rede pública. No caso dos adolescentes, além do uso irregular dos equipamentos de som, eles podem ter as mesmas patologias das crianças. Os sinais mais comuns de perda de audição são o baixo rendimento escolar e a dificuldade de entendimento.

A Campanha nacional de Combate e Prevenção à Surdez, busca conscientizar pessoas sobre cuidados com a saúde auditiva. A maioria das pessoas cuida do coração, pele, olhos, sistema reprodutor, o físico como um todo e esquece da audição. O ideal é que todos façam uma avaliação audiológica por ano, para determinar se existe perda auditiva em um ou ambos os ouvidos em frequências essenciais para o desenvolvimento normal da linguagem e da fala.

Além do mais, cuidados simples ajudam a proteger a audição e prevenir perdas irreversíveis como evitar a exposição a sons altos por mais de 8h diárias. Ruídos acima de 85 dB já são considerados uma ameaça à saúde auditiva. Outro cuidado que podemos ter é manter hábitos saudáveis como: fazer atividades físicas regularmente e ter uma alimentação saudável. Frutas ricas em potássio, mineral responsável por suportar a transmissão de impulsos nervosos e que pode influenciar na transmissão do som.

Com o diagnóstico de perda auditiva, o uso de aparelho auditivo pode ser indicado. As próteses, mesmo acompanhadas de preconceito, têm um papel importante no resgate da qualidade de vida das pessoas. Afastam doenças, reduzem o isolamento social e oferecem benefícios que estão muito além da reabilitação auditiva. Ouvir bem faz toda diferença!

 
Coluna Bernadete Alves - dia 09/11/2017

Poluição do ar em Nova Déli é alerta para a COP-23

A capital da Índia está em estado de emergência devido aos níveis muito altos de poluentes na atmosfera. Os medidores espalhados por Nova Déli chegaram a apontar os níveis de poluentes 30 vezes maior do que o limite estipulado pela Organização Mundial da Saúde.Foram registrados recentemente dias de poluição intensa, que deixaram a capital indiana presa sob uma grande névoa tóxica.

A deterioração da qualidade do ar na Índia faz com que a atmosfera do país seja uma das mais letais do mundo, igualando a China em número de mortes provocadas pela poluição conforme aponta o estudo realizado pelos institutos de Efeitos à Saúde e de Métrica e Avaliação em Saúde. Juntas, as duas potências asiáticas representam mais da metade de todas as mortes globais relacionadas à exposição às PM2,5, declara o estudo.

“Em Pequim ou Nova Déli em um dia de muita poluição do ar o número de partículas pode ser maior do que 300 microgramas por metro cúbico. O número deveria ser em torno de 25 ou 35 microgramas”, destacou o pesquisador Dan Greenbaum, do Instituto Health Effects, de Boston, nos Estados Unidos.Os dados estão reunidos como parte do projeto chamado Global Burden of Disease (“Peso Global das Doenças”).

A situação em Nova Déli está tão crítica que as autoridades de saúde comparam a neblina cinzenta de poluição na atmosfera tão prejudicial à saúde quanto “fumar 50 cigarros por dia”. A deterioração da qualidade do ar causa irritação nos olhos e garganta, náuseas, falta de ar, dor de cabeça, palpitação e fadiga.Com pouca visibilidade das áreas da cidade devido as camadas densas de poluição atmosférica, a Associação Médica Indiana orientou a população a ficar em casa e as escolas foram fechadas.

Os efeitos negativos provocados pelo manto cinza que atrapalha a visão da cidade e prejudica a saúde das pessoas e dos animais, segundo o Gabinete Central de Controle de Poluição, surge mais no inverno quando os agricultores dos Estados vizinhos de Punjab e Haryana costumam queimar barro para limpar os campos. Essa prática junto com baixas velocidades do vento, emissões de gases dos veículos, poeira dos locais em construção, queima de lixo e foguetes utilizados em festivais também contribuem para que a região enfrente esse grave problema há anos.

Situações extremas como a enfrentada pela megalópole indiana provocam questionamentos sobre a sustentabilidade da maneira de viver em zonas tão populosas no momento em que a marca humana no clima está no centro da COP-23, que acontece na Alemanha. A 23ª Conferência do Clima da ONU é presidida por Fuji mas por falta de estrutura para receber tantas autoridades em um território pequeno, foi transferida para Bonn, na Alemanha.

Infelizmente a poluição do ar atinge várias partes no mundo e aqui no Brasil também enfrentamos esta triste realidade. Como indivíduos, temos poucas opções para nos proteger contra a poluição do ar, especialmente em áreas fortemente poluídas. A saída então, de acordo com estudiosos sobre os impactos da poluição do ar na saúde, é buscar formas preventivas e uma delas é o uso de vitaminas do Complexo B, conforme estudo realizado na Escola de Saúde Pública TH Chan de Harvard, na Suécia, China, Cingapura, México e Canadá, publicado online na revista americana Proceedings of The National Academy of Sciences.

O trabalho coordenado por Jia Zhong, da Escola de Saúde Pública Mailman, da Universidade de Columbia, sobre os efeitos epigenéticos da poluição do ar revela que o uso as vitaminas do complexo B, como o ácido fólico e as vitaminas B6 e B12, podem desempenhar papel fundamental como prevenção e na redução do impacto da poluição do ar sobre um tipo específico de modificação genética, que tem sido associada a doenças cardiovasculares e até mesmo ao câncer.

As vitaminas do complexo B estão presentes em alimentos como peixes, levedura de cerveja, fígado, castanhas, abacate e vegetais verdes, como couve e espinafre. Essas vitaminas participam da regulação e produção de energia no organismo, e ajudam a manter a saúde do sistema nervoso, da pele, dos cabelos e do intestino. Além disso, elas são importantes para prevenir anemia e fortalecer o sistema imunológico.

A Vitamina B1, também conhecida como tiamina, tem como funções melhorar o metabolismo e ajudar na regulação do gasto de energia. Ela pode ser encontrada em alimentos como levedura de cerveja em pó, gérmen de trigo, sementes de girassol e castanha do pará. A Vitamina B2,também chamada de riboflavina, participa da produção de energia a partir das vitaminas e açúcares vindos da alimentação.Ela está presente na levedura de cerveja, no farelo de aveia, nas amêndoas e no queijo cottage.

A Vitamina B3, também chamada de niacina, é responsável por transformar a gordura em energia no corpo, ajudando a queimar calorias.Ela também está na levedura de cerveja, no fígado, no amendoim e em peixes como a cavala. A Vitamina B5,conhecida como ácido pantotênico, atua melhorando a saúde da pele e dos cabelos, favorece a cicatrização de feridas e ajuda a controlar o colesterol e os sintomas da artrite reumatoide.Ela está presente em alimentos como fígado, sementes de girassol cogumelos, amendoim, queijo cottage e salmão.

AVitamina B6, também chamada de piridoxina, ajuda a produzir anticorpos, prevenir anemia e produzir energia a partir de proteínas e carboidratos. A vitamina B6 pode ser encontrada no fígado, na banana, no salmão, na ameixa, no avelã e no abacate.

A Vitamina B7, mais conhecida como biotina, serve para manter o metabolismo ativo, hidratar e fortalecer unhas, pele e cabelos e ajudar no controle da glicemia em casos de diabetes tipo 2. Os alimentos que são fontes desse nutriente são carnes, ovos e leite, e ela é facilmente reposta através de uma dieta equilibrada. Vitamina B9, mais conhecida como ácido fólico, estimula a produção de sangue e de células que carregam oxigênio no organismo, evitando o cansaço frequente e a anemia.O ácido fólico está presente em alimentos como levedura de cerveja, fígado, espinafre, lentilhas e feijão. A Vitamina B12, também chamado de cobalamina, também auxilia na produção de sangue e manutenção da saúde do sistema nervoso. Essa vitamina está presente no fígado, no salmão e em frutos do mar, como ostras e caranguejos, além de poder ser encontrada em alimentos fortalecidos, como cereais matinais, achocolatados em pó e em produtos de soja.

Edson Celulari e Karin Roepke casam em Toscana na Itália

Os atores Edson Celulari e Karin Roepke celebraram o amor em cerimônia intima na cidade de San Quirino D’orcia, na Toscana, Itália. Hoje os recém-casados postaram as fotos com a legenda: "Celebramos nossa união numa cerimônia familiar, certos de que merecíamos mais essa alegria na nossa história. Auguri !(Parabéns, em italiano)”.

Participaram da cerimônia os filhos de Edson com Claudia Raia – Enzo e Sophia – a mãe de Edson, Enoy Celulari, os pais e a irmã da noiva e algumas pessoas muito próximas ao casal. Para a celebração, Karin – que estreou a peça de teatro “Marido Ideal”, em São Paulo, fugiu do tradicional longo branco: ela optou por um vestido off-white rendado, curto e com decote em V.

O ator de 59 anos, e a atriz de 35 assumiram o relacionamento em janeiro de 2012. “A diferença de idade não é uma questão. O que nos une não é a diferença e sim as semelhanças. Nosso relacionamento é harmonioso. Gostamos muito de estar juntos”, declara a agora senhora Celulari.

Bola da Copa do Mundo de 2018 é apresentada por Messi

A Adidas apresentou hoje em evento na cidade de Moscou, a 'Telstar 18',a bola da Copa do Mundo de 2018, com a participação de Messi, Zidane, Kaká, Del Piero, Podolski e Xabi Alonso.

Depois de algumas edições da Copa do Mundo de Futebol usando bolas com nomes derivados de elementos culturais do país sede, dessa vez a Adidas resgatou o nome da bola Adidas Telstar 18, usada nas Copas de 70 (México) e 74 também serviu também de inspiração para o design da redonda que será usada no Mundial da Rússia.

O nome original é inspirado na sua posição como "estrela da televisão" (TELevision STAR) e ela foi a primeira com painéis pretos, padrão desenvolvido para se destacar em televisões em preto e branco. A estreia da Telstar 18 será na Rússia, no amistoso entre Rússia e Argentina, em Moscou, no sábado. A partida marca a reabertura do estádio Luzhniki, palco da abertura, da grande final e de mais cinco jogos do Mundial.

“Já conhecia a bola, tive a chance de provar. Gostei do desenho e das cores. - disse Messi ao subir no palco de surpresa, depois dos outros cinco craques, referindo-se à participação da seleção argentina e outras equipes patrocinadas pela Adidas no desenvolvimento da nova bola, entre elas Real Madrid, Manchester United e Juventus.

Na Copa do Mundo do Brasil em 2014, a bola foi batizada de Brazuca. O novo modelo da Telstar resgata algumas características da versão de 2014 e traz novas tecnologias. Podolski, atacante campeão do mundo em 2014 com a Alemanha, gostou do design e do material da bola. “Vamos ver como essa bola vai se comportar na Copa, quantos gols eles vão marcar com a bola. E o que eu gosto mais é a cor dela, preta e branca. É um uma bola legal, vamos ver durante a Copa”, declarou o craque.

A Telstar 18 começa a ser vendida a partir desta sexta-feira. O modelo oficial de jogos vai custar R$ 599,99. A réplica sai a R$ 159,99, a versão society tem o preço de R$ 149,99, a de futsal, R$129,99, e a mini, R$ 59,99.

 
Coluna Bernadete Alves - dia 08/11/2017

Natureza se rebela em Brasília

A madrugada desta quarta-feira deixou os moradores Distrito Federal em alerta. A chuva forte acompanhada de rajadas de vento de 50 km/h, causou em quase todas as regiões do Distrito Federal, vários estragos como alagamentos de ruas, queda de árvores, destelhamentos e interrupção no fornecimento de energia elétrica.

Segundo o Inmet o temporal foi causado devido a uma área de baixa pressão que atinge a região do Centro-Oeste."Isso favorece a formação de muitas áreas de instabilidade, joga o ar quente e úmido da superfície para cima e favorece a formação das Cumulonimbus, as nuvens de temporais", declara o meteorologista Luiz Cavalcanti.

O Lago Norte, Plano Piloto e Gama,foram os mais atingidos com queda de fios de alta tensão, de árvores e destelhamentos. O Corpo de Bombeiros teve de deslocar equipes para desobstruir as vias que estavam repletas de galhos, árvores caídas entre prédios residenciais e sobre os carros.

Pela manhã as vias do Distrito Federal tiveram grandes congestionamentos e complicações no horário de pico. O governo de Brasília montou uma força tarefa para restabelecer a ordem. Os órgãos do governo atuaram conjuntamente nas últimas 24 horas para garantir a liberação de vias obstruídas, a retirada de entulhos e de árvores derrubadas pelo vento e a limpeza de bocas de lobo. Representantes do Executivo estiveram reunidos todo o dia para discutir ações emergenciais.

A Companhia Urbanizadora da Nova Capital do Brasil (Novacap) registrou 150 quedas de árvores. No momento, 20 equipes de poda atuam em 30 pontos diferentes — os mais críticos estão na Asa Norte e no Lago Norte. Os agentes também limpam e desobstruem bueiros. A CEB Distribuição recebeu 1.421 pedidos de reparos na rede. A empresa está com 45 equipes nas ruas. Um dos pontos atingidos foi a Estação de Tratamento de Água do Lago Norte, o que ocasionou a interrupção no abastecimento no Itapoã e no Paranoá. A falta de energia impulsionou a pressão de um bomba de água, que provocou o rompimento de uma adutora nesta tarde. Técnicos da Companhia de Saneamento Ambiental (Caesb) trabalham na solução do problema.

O Inmet alerta para o risco de novas ventanias repentinas nos próximos dias.

Assentos de ônibus e Metrô são todos preferenciais a partir de hoje no DF

A Lei 5.984/2017que torna todos os assentos dos ônibus e Metrô preferenciais passa a valer a partir desta quarta-feira, 08 de novembro. Idosos, pessoas com deficiência ou mobilidade reduzida, gestantes e mulheres com crianças no colo, têm lugar garantido no transporte do Distrito Federal. Isto significa que um passageiro sentado terá de se levantar se alguma pessoa beneficiada pela medida estiver sem lugar para sentar. Antes apenas algumas cadeiras eram destinadas ao público prioritário.

O projeto, de autoria dos deputados Ricardo Vale do PT e Cristiano Araújo do PSD, foi sancionado integralmente pelo governador Rodrigo Rollemberg e determina que estações do Metrô e os próprios coletivos tragam avisos alertando para a nova regra. A Rodoviária do Plano Piloto já instalou totens alertam sobre a lei e o Metrô vai colocar avisos no sistema de som, de circuito de TV e adesivos nas paredes alertando os passageiros.

O DF é a primeira unidade da federação a adotar a medida. A nova lei vai colocar em prática o respeito ao próximo e reforçar o exercício da cidadania entre as pessoas.

 
Coluna Bernadete Alves - dia 07/11/2017

Alimentos que previnem o Câncer de Próstata

O Instituto Nacional de Câncer alerta que a cada sete homens, pelo menos um receberá o diagnóstico do câncer de próstata. Para este ano a estimativa era de que 61,2 mil novos casos surgiriam. A incidência alta é mais um motivo para que os homens deixem o preconceito de lado e façam os exames urológicos anualmente. O câncer de próstata é o segundo tipo que mais acomete homens no Brasil. Por isso a partir dos 45 anos é fundamental fazer o exame de toque retal e o exame de PSA. Esta é a maneira mais garantida de detectar a doença no estágio inicial, o que facilita a cura.

Além da prevenção feita dentro dos consultórios, a ciência aponta que atitudes como manter o peso ideal, a realização de atividades físicas frequentes, não fumar, beber moderadamente e uma dieta rica em licopeno, suforafano e fitoestrógenos, podem ajudar a prevenir a doença.O Licopeno é um potente antioxidante e inibidor de proliferação celular. Ele é encontrado no tomate, mamão papaia, melancia, cenoura, pitanga e goiaba vermelha. O Suforafano previne que certas enzimas ativem agentes causadores de câncer no corpo, além de aumentar a produção de enzimas que eliminam carcinógenos do sistema antes que se tornem células perigosas. Está presente no Brócolis, repolho, couve-flor, alho e cebola. O Fitoestrógenos tem potencial de exercer influência sobre doenças associadas ao hormônio masculino, a testosterona, regulando sua dosagem. É encontrado no Soja, frutas em geral, vegetais em geral, chás e linhaça.

Estudo realizado pelas universidades de Cambridge, Oxford e Bristol, aponta que existe um alimento que pode ajudar a evitar que o tumor maligno se desenvolva. A pesquisa feita pelos britânicos revelou que homens que comem mais de dez porções de tomate por semana podem reduzir em 20% os riscos do câncer. A maneira como ele é consumido pode variar, seja em saladas ou na forma de suco, e o organismo será protegido contra danos nas células e no DNA. A descoberta não é uma novidade para a ciência. Há alguns anos foi comprovado que o tomate age nos lados da próstata por conta do licopeno , o pigmento responsável pela coloração vermelha do fruto. Isso acontece porque o fitoquímico acaba interrompendo a multiplicação das células defeituosas que dão origem à doença.

Ainda não se sabe exatamente porque a região mais afetada pelo licopeno é a próstata. Porém, o conselho de incluir mais o alimento vermelho nas refeições é válido, considerando que os países com menor incidência de tumor na glândula são os que também têm o tomate assiduamente no cardápio de suas populações, como a Grécia e a Turquia. Dois copos de suco de tomate por dia podem ajudar a prevenir osteoporose: aos apreciadores de tomate, um motivo a mais para ingeri-lo. De acordo com uma pesquisa da Universidade de Toronto, no Canadá, dois copos de suco da iguaria fortalecem os ossos e podem prevenir a osteoporose. O possível responsável pelo benefício é o licopeno, que dá a cor vermelha ao alimento. Estudo divulgado no Journal of the National Cancer aponta que o tomate, tem o poder de proteger o organismo de radicais livres que são produzidos no metabolismo.

Segundo o urologista e membro da Sociedade Brasileira de Urologia, Dr. Joabe Carneiro, tudo que faz bem ao organismo, desde o tipo de alimento ou habito alimentar, nos faz ter um corpo saudável, resultando em ações preventivas no câncer de próstata.Verduras crucíferas como o brócolis possuem uma substância com enxofre denominada de “sulforafano”, que atua de forma eficaz na reparação de danos das células. Por isso, é essencial incluir o alimento nas refeições.

A melancia possui o carotenoide licopeno, uma propriedade poderosa no combate ao câncer de próstata. É essencial incluir frutas em sua alimentação diária, pois além de prevenir diversas doenças, elas ainda fazem bem à saúde, hidratam o organismo, e ajuda a manter o corpo mais bonito. Assim como a melancia, a goiaba vermelha também possui o carotenoide licopeno, que protege contra o câncer. Você pode consumir a fruta crua, fazer sucos ou ainda preparar diversos outros alimentos com ela. Fica uma delícia e faz bem a sua saúde!

Cientistas americanos da Universidade da Califórnia - Davis e do Centro de Pesquisa Regional do Oeste, do Departamento Americano de Agricultura, constataram que nozes podem tornar mais lento o crescimento do câncer de próstata, segundo testes em ratos. Os animais que consumiram a iguaria tiveram o aumento dos tumores reduzido de 30% a 40%.

Um estudo realizado pelo American Journal of Epidemiology apontou que os homens que consomem o óleo de peixe, além do ômega-3 possuem 40% menos de chance de desenvolver o câncer de próstata. Procure incluir o peixe em sua alimentação ao menos três vezes por semana.Peixes de água fria, como salmão, sardinha, atum e truta, são ricos em ômega-3.

O chá verde é uma bebida muito consumida no continente asiático, onde a incidência do câncer de próstata é mais baixa. Uma pesquisa feita por estudiosos da Universidade de Maastricht concluiu que quem consome no mínimo duas xícaras de chá verde por dia tem menos risco de desenvolver câncer de próstata. O chá verde conta com propriedades como flavonoides, polifenóis e catequinas.

Marcelo Grohe recebe diploma de “Melhor defesa do século 21”

O goleiro do Grêmio, Marcelo Grohe, fez história debaixo das traves com sua defesa espetacular durante jogo de ida da semifinal da Libertadores contra o Barcelona. A decisão ficou marcada com a impressionante defesa de Marcelo Grohe na conclusão à queima de roupa de Ariel na pequena área, em goleada por 3 a 0 do Grêmio sobre o Barcelona-EQU.

Narrador da partida no Equador, Galvão Bueno destacou a importância do "milagre" do arqueiro gremista, que classificou de "monumental" no momento da locução. A defesa teve importância fundamental. O Grêmio fez 1 a 0, fez 2 a 0, mas se essa bola entra, incendiava o jogo. Seria 2 a 1. Ele faz a defesa, o Grêmio vai para o ataque, faz 3 a 0 e acaba com o jogo, acaba com a semifinal.

Por este feito o goleiro do Tricolor gaúcho foi homenageado na noite de ontem no programa "Bem, Amigos" com um diploma pela "melhor defesa do século 21". Galvão Bueno destacou a importância da defesa de Marcelo Grohe na partida contra o Barcelona-EQU, e Caio Ribeiro pede estátua para eternizar o lance.

“Agradeço a homenagem, quero dividir com a minha família, com o pessoal do Grêmio, professor Rogério, professor Ênio, preparadores que trabalham diariamente comigo. São grandes profissionais. Ali seria 2 a 1 e tinha bastante gente no estádio, estava lotado, certamente teria muita pressão. E logo em seguida o Luan faz o terceiro gol e aí praticamente liquida (a partida)”, declara o goleiro do Grêmio.

Acho que o Marcelo merecia não só uma placa, mas uma estátua até em homenagem à escola de goleiros que o Grêmio já teve. Tive a oportunidade de jogar com o Danrlei, que é um ídolo, teve o Mazzaropi. Mas uma defesa como essa tem que ser eternizada. O Grêmio deveria fazer algum tipo de homenagem porque a defesa foi espetacular. Grohe agradeceu as palavras de Caio Ribeiro e de Galvão Bueno e lembrou que as luvas que usou na partida foram solicitadas pela diretoria para que sejam expostas no museu do clube.

Grohe afirmou estar ansioso para a decisão contra o Lanús no dia 22 e que isso é algo a ser controlado nos jogos pelo Campeonato Brasileiro. O goleiro afirmou que ficar no G4 é um objetivo claro no Campeonato Brasileiro, para evitar a Pré-Libertadores independentemente do que vai ocorrer na final contra o Lanús.

 
Coluna Bernadete Alves - dia 06/11/2017

Mesa de JK está de volta ao Palácio do Planalto

A mesa, sofá e poltrona, desenhadas em 1958 pela equipe de Oscar Niemeyer, usadas no gabinete presidencial de Juscelino Kubitschek e até o governo do general Emílio Médici (1969 a 1974), estão de volta ao Palácio do Planalto por determinação do atual presidente.Os móveis históricos foram recuperados para dar ar modernista e inspiração ao governo Temer.

A utilização do mobiliário do acervo histórico ocorre no momento em que o governo quer mudar a imagem de que ele é o “presidente da travessia” e que entregará o país economicamente estável para o seu sucessor, é o que quer a equipe de marketing da Presidência da República.

“No momento em que colocamos um mobiliário concebido para o Palácio do Planalto, fortalecemos a arquitetura modernista e a cultura brasileira”, diz João Magalhães, coordenador da Comissão de Curadoria da Presidência.

A mesa de jacarandá de 14 lugares, tem uma “gêmea” que está no gabinete do ministro Moreira Franco, Secretário-Geral da Presidência.

Camisas da década de 80 e 90 estarão na Copa do Mundo de 2018

A moda no futebol é interessante. O ditado “nada se cria tudo se recria” vai estar presente na Copa do Mundo da Rússia. Alguns uniformes e até a bola da Copa de 2018 serão "releituras" de modelos icônicos de décadas passadas. As primeiras imagens foram vazadas pelo site britânico Footyheadlines, especializado em artigos esportivos.

Foi isso que se viu hoje quando a Adidas apresentou as camisa que serão usadas por suas principais seleções durante a Copa do Mundo da Rússia, em 2018. Os modelos tem um ar “retrô”, com figuras geométricas e outras referências à modelos das décadas de 80 e 90.

A anfitriã Rússia vai usar uniforme idêntico ao usado pela União Soviética na conquista da Olimpíada de Seul-1988. O da Alemanha é parecido ao da conquista do Mundial de 1990 e os da Argentina, Colômbia e Espanha são releituras bem próximas de modelos do início da década de 90.

Esta tendência já pôde ser vista no Jogo das Estrelas da Major League Soccer, a principal liga dos Estados Unidos, em agosto deste ano.O uniforme de goleiro, com “grades” em amarelo e vermelho, é ainda mais parecido ao utilizado por seleções como Bulgária, Suécia e Alemanha no Mundial dos EUA, em 1994. Vestindo uma camisa estrelada, muito parecida à da seleção americana na Copa de 1994, a equipe de estrela da liga, empatou em 1 a 1 com o Real Madrid e foi derrotada nos pênaltis.

Os primeiros detalhes do uniforme da seleção brasileira para a Copa do Mundo da Rússia, em 2018, foram vazadas em outubro pelo site britânico  Footyheadlines. Segundo a publicação, o Brasil vestirá uma camisa com uma marca d’água, em um formato de estrela, que se inicia contornando o escudo do time. Conforme o desenho se afasta do distintivo, o detalhe aumenta cada vez mais e se alastra pelo resto da vestimenta. A cor amarela e tradicional da camisa brasileira promete ser ligeiramente diferente das versões anteriores.

Joe Valle viaja à Espanha para conhecer tecnologias modernas de cultivo

À convite do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas, o deputado Joe Valle, presidente da Câmara Legislativa do Distrito Federal, viajou ontem para a Espanha onde participará junto com outros agricultores do DF e do Entorno, de evento voltado à “produção de cultivos protegidos”. O parlamentar é proprietário da Malunga, a maior produtora de hortaliças orgânicas da América Latina.

O deputado do PDT, Joe Valle, ficará afastado do comando do Poder Legislativo local, por 10 dias. A Casa ficará a cargo do deputado Wellington Luiz, do PMDB, vice-presidente da CLDF. De acordo com Ato da Mesa Diretora, a chamada “missão técnica internacional” é bancada com recursos próprios, sem custos para a Casa, exceto o subsídio do parlamentar.

Conhecer os avanços tecnológicos e o universo desta forma de produção de maneira mais eficiente, alcançada em pequenas áreas, é tão importante para o Distrito Federal que em junho deste ano a Embrapa Hortaliças Brasília, fez visita técnica na Espanha, mesmo destino do deputado Joe Valle. A Espanha é conhecida mundialmente por seus cultivos protegidos de hortaliças e frutas. Suas fazendas são altamente tecnológicas que oferecem um produto final de extrema qualidade ao mercado.

As províncias de Murcia e Almeria, ao Sul da Espanha, são os principais polos de produção de hortaliças em cultivo protegido, e por isso é o destino escolhido pelos pesquisadores, produtores, professores, estudantes e empresários que atuam na cadeia produtiva de hortaliças. O Brasil e o Distrito Federal tem muito que avançar no uso do cultivo protegido e conhecer experiências bem-sucedidas é o caminho para o conhecimento tecnológico acerca de novas formas de produção e para a troca de informações entre as diferentes culturas.

Brasília ganha espaço coworking Nube Hub

Grupo seleto de convidados conheceu em primeira mão o espaço inovador Nube Hub, idealizado pelas irmãs Sofia, Júlia e Joana Wanderley Peixoto, filhas da artista plástica Rosália e do empresário Lourenço Peixoto. O empreendimento focado na diversidade profissional reuniu profissionais de diversos segmentos da cidade.

O local do coworking, no edifício Via Brasil, na 710/910, Asa Sul, ideal para freelancers e startups, oferece salas de reunião, serviços de secretariado e horários com contadores. O projeto foi assinado por Sofia e Júlia Peixoto que são arquitetas. A inauguração oficial está prevista para o dia 13 deste mês.

Joana Wanderley Peixoto está nos Estados Unidos concluindo seus estudos e por isso não compareceu ao lançamento do Nube Hub, um ambiente contemporâneo com sustentabilidade. O local nas cores azul, preto, cinza e branco das paredes, foi inspirado nos espaços We Work, de Nova York e Google Campus, em São Paulo. O mobiliário é da Kartel.

Dentre os convidados Glaucia Benevides, Denise Zuba, Mônica Oliveira, Luiza Nasser, Tata Canhedo, Marcos Paulo e Marcos André Coutinho, Gian Piero, Janine Britto, Suely Nakao, Patricia, Bruno Bontempo, a colunista do Metrópolis Isadora Campos, Ivonice Campos, Solange Ferrer, Marcella Peixoto, Iran Nakamura, Nevinha Costa, Jorge Eduardo e Andréia Salles, e o colunista do Jornal de Brasília Marcelo Chaves.

Os convidados brindaram com as novas empreendedoras Sófia e Júlia Peixoto e seus pais, Rosália e Lourenço, durante saboroso coquetel com comidinhas e drinks especiais e ao som do quarteto New Chicks On The Block e do DJ Matheus Hartmann.

Os coworkings são espaços que proporcionam a troca de experiências, consultorias e ideais para mentes criativas. E por falar em criatividade, em janeiro de 2018, o espaço receberá o Nube Café, onde a pâtisserie Joana Peixoto apresentará suas criações aprendidas durante especialização na escola French Pastry, em Chicago.

O Nube Hub já é sucesso devido ao talento, criatividade, determinação e simpatia das empreendedoras Sofia, Júlia e Joana Peixoto. 

 
Coluna Bernadete Alves - dia 05/11/2017

“Festeja Brasil” reúne estrelas do “feminejo” na cidade do Rock

O Parque Olímpico da Barra recebeu no sábado, a edição do Festeja Brasil, evento musical de final de ano da TV Globo. Esta foi a primeira edição no Rio de Janeiro desde que o festival itinerário criado em 2012 com o intuito de celebrar a música sertaneja e que já arrastou milhares de pessoas após mais de 60 edições dentro e fora do país. Com apresentação da atriz Juliana Paz, os maiores nomes femininos da música sertaneja, brilharam no palco e também na escolha do look para participar do festival.

Festeja recebeu alguns dos principais nomes do gênero, tendo como foco principal expoentes do chamado “feminejo” como as hitmakers do momento: Marília Mendonça, Maiara & Maraisa e Naiara Azevedo, além de Paula Mattos e das quase veteranas Paula Fernandes e Wanessa Camargo. Completaram a escalação a cantora e drag queen Pabllo Vittar, o badalado Dennis DJ e o cantor João Gabriel.

Para o show no Festeja Brasil a cantora Paula Fernandes divou em um look total Black. A cantora chamou atenção pela sua simpatia e beleza. Sempre solícita atendeu à imprensa para algumas perguntas e surpreendeu a todos com uma revelação: ela está solteira! Marília Mendonça escolheu vestido com detalhes em preto para o show no festival. Paula Mattos usou a roupa escolhida pelo público do Gshow na enquete do site.

Maiara e Maraísa escolheram modelos cheios de brilhos para o festival de música sertaneja. Wanessa Camargo esbanjou estilo ao se apresentar no 'Festeja Brasil' com vestido verde e bota de cano alto preta. Simone e Simaria optaram por looks brilhosos para o show no Festeja Brasil. Pabllo Vittar apostou no look em vichy para cantar no festival. Naiara Azevedo apostou em um look verde e batom vermelho para a gravação do festival sertanejo.

Bruno Graça Melo Côrtes, executivo responsável pela área de shows da Som Livre, gravadora de grande parte dos artistas do evento,disse que o fato de o Festeja Brasil ser no Rio representa o fortalecimento da música sertaneja na cidade, muito impulsionado pelo poder que o gênero ganhou na voz das mulheres, as grandes estrelas deste ano.

Os portões da cidade do rock foram abertos à 17 horas e fecharam às 4h da madrugada desde domingo. O programa Festeja Brasil será exibido na TV Globo no dia 20 de dezembro.

AmazonLog17 começa amanhã na tríplice fronteira

Tabatinga, Amazonas, sedia de 6 a 13 deste mês o AmazonLog17, exercício de logística multinacional inédito na América do Sul, na tríplice fronteira com a Colômbia e o Peru, com cerca de 2 mil participantes. Além de reforçar a presença do estado brasileiro na região, e de órgãos públicos, também vai deixar um legado para a população local como atendimento a saúde e a realização de um seminário com lideranças locais e representantes de órgãos públicos, para discutir soluções para os problemas da região.

Além das três armas do Brasil, da Colômbia e do Peru, também acompanham os exercícios militares dos Estados Unidos. Do Brasil serão cerca de 1.550 militares; a Colômbia deve enviar 150; o Peru, 120, e Estados Unidos, 30. Os outros países levarão menos que dez representantes como a Alemanha, Rússia, o Canadá, a Venezuela, Alemanha, França, o Reino Unido e Japão. A expectativa é de que a maioria dos militares comece a chegar à área do evento a partir deste domingo.

O general Antonio Manoel de Barros, designado Chefe do Estado-Maior Combinado do exercício de simulação, disse em entrevista a Agência Brasil e a Rádio Nacional do Alto Solimões, que o exercício visa não só a capacitar militares das Forças Armadas, como também a promover uma maior integração entre os membros das principais instituições responsáveis por socorrer as vítimas de catástrofes naturais e acidentes, como, por exemplo, Defesa Civil, Corpo de Bombeiro, secretarias estaduais, polícias Militar e Civil. O general informou que durante o exercício militar serão realizados atendimentos de saúde para a população local, comunidades ribeirinhas e indígenas do Brasil e dos países vizinhos, nas especialidades de clínica geral, ginecologia, pediatria, ultrassonografia e um cirurgião, que vai ficar no Hospital de Guarnição de Tabatinga.

O comandante citou como uma das benfeitorias, a recuperação de parte da rede elétrica da cidade, executada em parceria com a Eletrobras. Foram trocados postes, parte da fiação, com substituição de fios de cobre por fios de alumínio, e instalados quatro transformadores que atenderão ao evento, mas que depois ficarão disponíveis. O general Manoel de Barros disse que existem tratativas com a prefeitura para transformar o local que receberá a base de operações do exercício de simulação em uma área de lazer para a população local. Ainda segundo o general, a melhoria de instituições de saúde das Forças Armadas que atendem a população local também fica como uma espécie de legado. “Há uma parceria de uso do posto médico do nosso do quartel com a população local. Além disso, a nossa engenharia, por meio de um convênio, recuperou dois postos de saúde”, declarou.

UniCeub debate, em seminário, os grandes desafios da era tecnológica

O Instituto UniCEUB de Cidadania (IUC), em parceria com o Instituto Palavra Aberta, realiza nos dias 6 e 7 deste mês, às 19 horas, no auditório do Bloco 3, Campus da Asa Norte, o Seminário “As liberdades na era digital e os limites do estado” com lideranças do Judiciário e especialistas ligados ao tema. A iniciativa visa ampliar a necessária discussão entre a liberdade de expressão e os grandes desafios que esta nova era tecnológica traz para a sociedade, com enfoque no interesse público e no direito à privacidade.

O presidente do UniCEUB Cidadania, ministro Marco Aurélio, diz que com o avanço da tecnologia, surgem novos desafios jurídicos e que o seminário será oportuno para abordar estas indagações sob à luz da Constituição. “A primeira é o chamado direito ao esquecimento: as pessoas têm o direito a que determinadas informações sejam esquecidas com o passar do tempo? A segunda refere-se à proteção dos dados pessoais frente ao Estado. Por motivos de segurança, o Estado pode acessar livremente os dados de qualquer pessoa? Quais requisitos devem ser observados?”.

Participam do seminário tem como objetivo evidenciar assuntos como a transformação na era digital, a liberdade de expressão x direito ao esquecimento e a proteção de dados, a procuradora-geral da República, Raquel Dodge; o ministro do STF, Marco Aurélio, o ministro do STF; Dias Tóffoli; o ministro do STJ, Luis Felipe Salomão; Demi Gtschko, um dos pioneiros da internet no Brasil; Guilherme Sanches, advogado do Google Brasil; Oscar Vilhena, diretor da Escola de Direito da FGV/SP, e Eduardo Mendonça, professor de direito do UniCEUB.

 
Coluna Bernadete Alves - dia 04/11/2017

Cachorros já “trabalham” com seus donos

Estima-se que existam pelo menos 525 milhões de cães no planeta. De acordo com a Organização Canina Mundial há 339 raças reconhecidas e registradas. Segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, 62% das famílias brasileiras possuem algum animal de estimação em casa. Os pets convivem intensamente com os membros da família e formam laços.

Cachorros podem ajudar humanos a viver mais felizes e saudáveis. Um estudo da Universidade de Melbourne aponta que eles proporcionam um efeito terapêutico intensificando o sistema imunológico e reduzindo o risco de alergias durante a infância em 15%. Cachorros auxiliam em tratamentos dessa forma desde os anos 1700.

Estudos sugerem que cachorros entendem a rotina. Eles podem ser treinados para esperar certos eventos futuros com base em atividades anteriores, como caminhadas ao entardecer ou a hora de comer e o momento do dono voltar do trabalho e até mesmo quando uma tempestade se aproxima.

Que tal levar o seu cachorro para o trabalho? Cachorro no escritório é parte de política de flexibilização nos escritórios "pet friendly", que liberam a entrada de animais de estimação dos seus funcionários. Empresas de tecnologia da Califórnia estão encorajando seus empregados a levarem seus cachorros para o escritório, afirmando que a presença deles pode aumentar a produtividade, aliviar o estresse e melhorar o ambiente de trabalho. Na Gumgum, uma empresa de Santa Monica especializada em inteligência artificial, por exemplo, cachorros proporcionam “efeito calmante” nos empregados.

Essa prática já está sendo adotada no Brasil por uma empresa fabricante de ração animal e dona de marcas como Pedigree e Whiskas. No escritório da Mars, de Campinas, animais ficam soltos e podem passear pelos corredores. Segundo a companhia, a iniciativa reduz estresse e promove interação no ambiente de trabalho. Essa prática, aos poucos, vai se tornar cada vez mais popular.

Os cães são fieis companheiros que sonham e tem até impressões digitais. As marcas dos narizes deles são tão únicas quanto as impressões digitais dos humanos, e podem ser usadas para identificá-los.Para proteger seus órgãos vitais e abdômen de predadores eles se encolhem para dormir,e quando está tendo espasmos ou mexendo as patas enquanto dorme, ele com certeza está sonhando.

Chile vai sediar Jogos Pan-Americanos de 2023

Em decisão unânime, ocorrida hoje em Praga, a Assembleia-Geral da Organização Desportiva Pan-Americana (Odepa), escolheu Santiago, do Chile, para ser a sede dos XIX Jogos Pan-Americanos de 2023, depois que os representantes da República Dominicana, do Paraguai e do Canadá, manifestaram à Odepa, organização que reúne 41 comitês olímpicos da América, o apoio à candidatura chilena.

A Odepa assinou o contrato com o ministro de Esporte, Pablo Squella, o intendente da cidade de Santiago, Claudio Orrego, e o presidente do Comitê Olimpico do Chile, Miguel Ángel Mujica.

Cálculos preliminares apontam que os Jogos exigirão cerca de US$ 500 milhões de investimento, dos quais US$ 200 milhões serão para a Vila Olímpica. A ideia do governo do Chile é que esse investimento seja assumido pelo setor privado, que depois poderá vender as instalações como moradias e estabelecimentos comerciais."É um desenvolvimento importante para nossa política esportiva. Estamos em condições de sediar um evento pan-americano", assegurou o ministro Squella.

A presidente do Chile, Michelle Bachelet, enviou uma mensagem gravada à assembleia, na qual destacou o objetivo comum do Estado e do setor privado para trabalhar lado a lado. "O país sonha em poder sediar os Jogos Pan-Americanos. O governo tem a absoluta certeza de que podemos fazer. Essa meta foi assumida com um objetivo comum", disse Bachelet.

Santiago é a maior cidade do Chile e está localizada em um vale. A capital é moderna e charmosa e impressiona os visitantes pelos edifícios históricos e pelo desenvolvimento. A cidade com mais de 6,5 milhões de habitantes é grande, limpa, arborizada e tem um sistema de metrô eficiente e pontos turísticos bem variados como visitar as vinícolas próximas a cidade. Na chegada o espetáculo da Cordilheira dos Andes e sua imensidão de picos. Esta é a visão que cerca a capital chilena.

 
<< Início < Anterior 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 Próximo > Fim >>

Página 8 de 231
RocketTheme Joomla Templates