Coluna Bernadete Alves - dia 19/07/2018

Futebol – a paixão que agrega todas as raças

O esporte mais praticado no Brasil é celebrado neste 19 de julho.A data foi escolhida pela Confederação Brasileira de Desportos, atual Confederação Brasileira de Futebol (CBF), em 1976, em homenagem ao time mais antigo do país em atividade, o Sport Club Rio Grande, do Rio Grande do Sul, fundado no dia 19 de julho de 1900.

Criado na Inglaterra no século XIX veio para o Brasil em 1894, quando o paulista Charles W. Miller, que estudava na Inglaterra trouxe o livro com as regras do jogo e um par de bolas. Um ano depois aconteceu a primeira partida a Cia. Ferroviária São Paulo Railway contra Funcionários da Companhia de Gás. As equipes eram formadas por ingleses radicados em São Paulo. Charles W. Miller passou a ser considerado o “pai do futebol brasileiro”.

Até 1920 o futebol era um esporte de elite e aos poucos foi se popularizando e passou a fazer parte também de bairros pobres de grandes cidades, como São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte e Porto Alegre. Com a profissionalização foram criados os clubes: Fluminese em 1902, Grêmio em 1904, Botafogo em 1904, Atlético Mineiro em 1908, Internacional em 1909, Corinthians em 1910, Flamengo em 1911, Palestra Itália, atual Palmeiras, em 1914 e Vasco da Gama em 1915.

O Brasil é o país com mais títulos mundiais de futebol. São cinco títulos: 1958, 1962, 1970, 1994 e 2002. Nosso país também tem o maior jogador de todos os tempos, Edson Arantes do Nascimento, o Pelé e os craques Garrincha, Leônidas da Silva, Nilton Santos, Didi, Djalma Santos, Gilmar, Orlando, Carlos Alberto Torres, Ademir da Guia, Jairzinho, Zico, Rivelino, Gérson, Tostão, Sócrates, Falcão, Careca, Romário, Ronaldo e Ronaldinho. Os craques atuais todos conhecem e cada time tem os seus valorosos jogadores e técnicos.

Apesar da Seleção Brasileira de Futebol Masculino não ter trazido o Hexa para casa, ano que vem o Brasil estará na da Copa América de Futebol Feminino. Portanto, o futebol não é só sucesso com os homens. As mulheres também se apaixonaram pelo esporte e participam de diversas competições pelo mundo. No Brasil, os campeonatos femininos não se firmaram ainda, mas a seleção brasileira de futebol feminino é heptacampeã da Copa América de Futebol Feminino e, em 2019, vai buscar o primeiro título na Copa do Mundo de Futebol Feminino, em Paris.

Neste dia e que se comemora o futebol é bom exaltar a força da mulher neste esporte.

Filme “Turma da Mônica” está sendo rodado em MG e SP

Os famosos quadrinhos de Mauricio de Sousa começam a ganhar vida na sétima arte. A adaptação para o cinema está prevista para estrear em 2019. O longa 'Turma da Mônica - Laços', dirigido por Daniel Rezende já está sendo rodado no interior de Minas Gerais e São Paulo. A trama gira em torno de uma aventura do grupo em busca do cão Floquinho, enquanto Mônica e Cebolinha disputam o posto de líder da empreitada.

Os atores mirins são: Gabriel Moreira como Cascão, Giulia Benite como Mônica, Kevin Vechiatto como Cebolinha e Laura Rauseo como Magali.Já os atores Monica Iozzi será Dona Luísa, Paulo Vilhena interpreta Cebola, pai de Cebolinha, e Ravel Cabral como Homem do Saco.

Devido ao interesse das pessoas com a criação da Turma da Mônica, Mauricio de Sousa resolveu abrir as portas de seu estúdio em São Paulo para visitas pagas e guiadas. Em coletiva de imprensa Maurício disse que a ideia era sonhada e desejada. “Muita gente quer saber como fazemos tudo, como é o Mauricio de Sousa, qual a cara dos desenhistas.” No estúdio trabalham, além do próprio Mauricio de Sousa, seus filhos Marina e Mauro, e sua mulher, Alice, diretora-executiva da MSP.

As visitas terão 90 minutos de duração e inicia com uma pequena exposição sobre a trajetória da Turma da Mônica e de seu criador. O trabalho de Mauricio como repórter policial, a estreia da Mônica – em uma tirinha do Cebolinha, em 1963 – e a primeira história da trupe criada pelo cartunista – protagonizada por Franjinha e o cachorro Bidu, em 1959 – se destacam. Em seguida, o público é encaminhado ao auditório, onde é exibido um vídeo de boas-vindas com as instruções para o resto do passeio.

Os passeios ocorrerão a partir do dia 7 de agosto, às terças, quartas e quintas-feiras, em dois horários, das 10 às 11h30 e das 14h30 às 16h, de fevereiro a novembro de cada ano. Os ingressos custarão 150 reais (a inteira) e 75 reais (a meia, para crianças de até 12 anos). Também é possível adquirir um combo de três ingressos, por 270 reais (nesse caso, cada entrada sai a 90 reais). O agendamento pode ser feito no site oficial. O valor dos ingressos inclui o trânsfer do Hotel Ibis Style, na Barra Funda, para a MSP, e a volta para o mesmo local depois da visita.

Princesa Mako de Akishino está no Brasil para celebrar imigração

A princesa japonesa Mako de Akishino, 26 anos, neta do imperador Akihito chegou ontem no Rio de Janeiro para uma visita de duas semanas ao Brasil. Mako irá a 14 cidades em cinco estados para participar das comemoração aos 110 anos da imigração japonesa no Brasil. O retorno ao Japão está previsto no dia 31. Mako é filha do segundo príncipe na fila de sucessão ao trono do Japão. O Brasil concentra a maior comunidade nipônica fora do Japão.

O primeiro compromisso da princesa foi no jardim japonês, localizado no Jardim Botânico do Rio, para plantar uma muda de pau-brasil, um clone da que foi plantada pelo imperador japonês Akihito, quando ele esteve no Brasil há 51 anos. Em seguida, a princesa visitou o monumento ao Cristo Redentor, no Corcovado. A última agenda pública na cidade do Rio foi um encontro, no final da tarde, com a comunidade japonesa na associação Nikkei, no Cosme Velho, na zona sul da cidade do Rio de Janeiro. A princesa disse estar "feliz de fazer esta visita neste ano memorável"."Sinto amizade por este país desde menina, apesar da distância física, e agradeço a recepção que me deram e por estar hoje na Cidade Maravilhosa", afirmou a princesa.

Mako também agradeceu ao público presente pelas "dificuldades que eles e seus descendentes enfrentaram para contribuir para o desenvolvimento" da sociedade japonesa no Brasil. A princesa também distribuiu elogios aos brasileiros, pelo calor com que receberam os imigrantes e desejou que esta "história seja conservada pelas próximas gerações" para que "se fortaleça a relação entre Japão e Brasil".

Nesta quinta a princesa visita o Paraná. Em Londrina a princesa regou um ipê branco, plantado para marcar a visita, uma tradição para receber membros da família imperial. A princesa irá para Rolândia, onde também participa de eventos do Imin 110.

Há 110 anos, em junho de 1908, chegou ao porto paulista de Santos o "Kasato Maru", embarcação que trouxe 781 japoneses a bordo, na sua maioria camponeses de regiões pobres do país que tinham sido contratados como mão-de-obra barata para trabalhar nas prósperas fazendas de café do estado de São Paulo. A chegada de imigrantes continuou sem interrupção até o começo da II Guerra Mundial e atualmente o Brasil é o país que acolhe a maior comunidade de japoneses do mundo fora do Japão, com cerca de 1,9 milhão de pessoas.

A última visita ao Brasil de um integrante da família real japonesa foi a do príncipe herdeiro do Japão, Naruhito, que participou em março deste ano, aqui em Brasília, do Fórum Mundial da Água ao lado do anfitrião governador Rodrigo Rollemberg.

 
Coluna Bernadete Alves - dia 18/07/2018

Centenário de Nelson Mandela é celebrado hoje

Um dos maiores líderes do século 20, Nelson Mandela, que dedicou sua vida à luta pela liberdade e abriu caminho para a consolidação da democracia no continente africano, é referenciado hoje no mundo inteiro. Por sua contribuição à luta antirracista, o 18 de julho foi transformado pelas Nações Unidas no Mandela´s Day, o Dia Internacional Nelson Mandela – pela liberdade, justiça e democracia, uma forma de lembrar a dedicação e seus serviços à humanidade, com forte atuação também no enfrentamento ao vírus HIV e na mediação de conflitos.

Mandela teve papel determinante no fim do sistema de segregação racial conhecido como “apartheid”. Também chamado de Madiba, nasceu livre para correr pelos campos ao redor da cabana onde morava e que por seu engajamento na luta contra o racismo, passou 27 anos atrás das grades, mas nem por isso a luta diminuiu. Mandela tinha 72 anos quando deixou a prisão e se tornou uma lenda inspiradora para cidadãos de todo o mundo.

“Quando eu sai em direção ao portão que me levaria à liberdade, eu sabia que, se eu não deixasse minha amargura e meu ódio para trás, eu ainda estaria na prisão”, declarou Mandela. Para ele ser livre não era apenas quebrar as próprias correntes, mas viver de uma maneira que respeitasse e aumentasse a liberdade dos outros.Ele virou símbolo mundial da igualdade. O ícone da liberdade da África do Sul, formado em Direito, ganhou o Prêmio Nobel da Paz em 1993 e no ano seguinte, tornou-se o primeiro presidente democraticamente eleito no país. Governou até 1999 e morreu no dia 05 de dezembro de 2013 aos 95 anos.

As homenagens em memória ao centenário do primeiro presidente negro da África do Sul inclui uma extensa programação com exposições, debates, iniciativas de incentivo à educação, ao voluntariado, publicação de livros, lançamento de filmes, músicas,concertos e jogos. O Barcelona anuncia amistoso com time sul-africano para marcar o centenário de Mandela. O Monumento erguido no local onde Nelson Mandela foi capturado, em Howick, perto de Durban, na África do Sul, simboliza a injustiça cometida contra o líder.

Barack Obama, ex-presidente dos EUA, admirador de Nelson Mandela, regeu a homenagem ao centésimo aniversário de nascimento do ex-presidente da África do Sul. Ontem Obama falou em Joanesburgo, na África do Sul, para mais de 15 mil pessoas durante a 16ª Palestra Anual Nelson Mandela. Obama repudiou a política anti-imigração de Donald Trump e criticou o atual presidente americano por mentir e adotar política do medo e do rancor. Obama participou da homenagem antecipada com Graça Machel, viúva de Mandela,a cantora Thandiswa Mazwai e o presidente sul-africano Cyril Ramaphosa.

Os livros “Mandela, a construção de um homem” e “Mandela - O Rebelde Exemplar”, de António Mateus, publicados em Portugal, mostram um pouco da grandiosidade e referências que Mandela deixou e que são atuais em todos os países e continentes. Segundo o autor das obras, Mandela dizia que a vida é como um tijolo. “Podemos usar para atirar na cabeça do outro, para fazer um muro ou para fazer uma ponte". Para Mandela, a solução passava pela construção de pontes.

Em 1991, a Universidade de Brasília concedeu a Nelson Mandela o título de Doutor Honoris Causa. Em parceria com o Itamaraty, a organização da universidade conseguiu levar o líder e a então esposa, Winnie Mandela, até a UnB.A cerimônia de entrega do título ocorreu na tarde do dia 5 de agosto de 1991, no auditório da Faculdade de Medicina da UnB, completamente lotado.Na ocasião, Mandela discursou ao lado do então reitor da universidade Antonio Ibañez Ruiz. Depois de passar por Brasília, pelo Rio,Vitória, São Paulo e Salvador, declarou-se “sufocado de tanto amor” no Brasil. Mandela voltou em 1998, como presidente já em final de mandato, para uma visita oficial ao colega Fernando Henrique Cardoso. Na ocasião, recebeu uma comitiva do PT, liderada por Luiz Inácio Lula da Silva.

Mandela dava o melhor de si o tempo inteiro e o que não gostava dizia de forma cortês, construtiva. Não tolerava atrasos e afirmava que o tempo era o bem mais precioso de uma pessoa. “Tempo é vida", afirmava o líder sul-africano que influenciou gerações por sua força, sabedoria, resistência, ativismo e respeito.Lembrar da relevância de Mandela é fundamental para a luta internacional contra o racismo.

Jovens tailandeses recebem alta e falam com a imprensa

Os meninos, que têm entre 11 e 17 anos, e seu técnico, Ekapol Chantawong, de 25 anos, que foram resgatados do complexo de cavernas de Tham Luang, na Tailândia no dia 10, graças a uma fabulosa operação internacional, receberam alta e fizeram a primeira aparição pública. Vestidos com a camisa do time “Mu Pa” (Javalis Selvagens), time de futebol do qual fazem parte,distribuíram sorrisos e agradecimentos. O resgate deles comoveu o mundo.

Durante a entrevista coletiva, informaram que naquele dia, eles estavam em um treino de futebol perto da caverna e era aniversário de 17 anos de um dos integrantes do grupo. Foi por isso que decidiram entrar na gruta para explorar o local e não conseguiram mais sair porque a água bloqueou a abertura para o exterior.

Um dos jovens informou que o técnico manteve todos calmos com meditação.”Éramos como uma família dentro da caverna”, disse um enquanto o outro dizia que tentava encher o estômago com água que saia da rocha para matar a fome. “Foi um milagre”, declarou outro jovem, ao ser perguntado pelo momento em que escutaram os dois mergulhadores britânicos que os localizaram após 18 dias presos.

Os meninos também ressaltaram que a experiência serviu como uma lição de vida. “Acredito que me deixou mais forte”, disse um. “Depois disso, vou tentar viver cada minuto da minha vida”, respondeu outro. Quando questionados sobre o que diriam aos seus pais, a maioria dos garotos respondeu com pedidos de desculpas. “Fui teimoso e me comportei mal. Não avisei que estaria na caverna, apenas disse que iria ao treino”, disse.

O técnico do grupo e os meninos resgatados prestam homenagem ao militar que morreu durante a operação de resgate. O programa chamado "Enviando os Javalis Selvagens para Casa" foi transmitido pelas principais redes de televisão durante cerca de 45 minutos após o grupo receber alta.

As equipes de resgate já estão cuidando do psicológico dos jovens para que eles possam continuar com as suas vidas normais. Inclusive a coletiva de imprensa foi monitorada por especialistas, que acompanharam cada pergunta e resposta no local. O departamento de relações públicas da província de Chiang Rai também solicitou as questões antecipadamente à imprensa para submetê-las a psiquiatras.

 
Coluna Bernadete Alves - dia 17/07/2018

Colônia de Férias da OAB/DF proporciona diversão sadia

Com o objetivo de estimular a integração familiar, auxiliar no desenvolvimento físico e emocional das crianças e proporcionar diversão sadia ao ar livre, a Ordem dos Advogados do Brasil Seccional Distrito Federal criou a sua Colônia de Férias. Sabemos que em meses de férias escolares as crianças passam mais tempo em casa e ficam à mercê dos jogos eletrônicos, televisão e tablets. E a colônia de férias é importante para auxiliar os pais que trabalham e ficam preocupados com o período ocioso dos filhos.

A 6ª edição começou ontem no Clube dos Advogados e vai até o dia 20 com atividades lúdicas e animadas, brinquedos infláveis, oficina de arte, piscina, gincanas e muitas brincadeiras, que prendem a atenção das crianças e, ao mesmo tempo, proporcionam inúmeros benefícios. As crianças de 3 a 13 anos, foram recebidas pelos personagens Capitão América, Ladybug, Homem de Ferro e Elsa. O encerramento da Colônia de Férias está marcado para sexta-feira, dia 20, às 18h, com a participação dos pais.

Juliano Costa Couto, presidente da OAB/DF, diz que quando as crianças estão com o dia mais livre e sem o convívio dos coleguinhas da escola, sentem a necessidade de estar mais com o pai e a mãe. E que a Colônia de Férias da OAB permite que os pais também possam retomar a infância brincando com os filhos. Na sexta-feira, dia do encerramento, a família vai poder se divertir com os filhos. Costa Couto declara que é muito gratificante ver um projeto dessa dimensão se tornar tradição entre a advocacia. “Cada edição que se passa, nós recebemos mais crianças e é sempre muito bom vermos que somos uma opção de entretenimento seguro e barato para os filhos da advocacia do DF. É uma alegria receber a família de todos”. Juliano é pai da pequena Manú.

O secretário-geral da OAB/DF, Jacques Veloso, falou que a Colônia de Férias é um serviço de apoio que a Seccional presta aos advogados por terem o dia tão corrido e complicado. “A ação da Caixa ajuda neste período de férias escolares e faz com que o advogado tenha tranquilidade ao saber que seu filho está sendo bem cuidado pela Casa”.

“Esse evento já faz parte do nosso calendário oficial, porque é muito benéfico aos filhos e dependentes dos advogados. Teremos mais edições durante as próximas férias escolares, mas sempre com aprimoramentos e novidades para os nossos convidados, que são as crianças”, garantiu o diretor-tesoureiro da CAA/DF, Marcelo Lucas.

A Colônia de Férias é uma ótima iniciativa da OAB/DF. Faz bem para a criança que se tornará um adulto mais sociável e feliz e proporciona tranquilidade para os pais. A cada edição ela se renova com a mesma qualidade e segurança.Os psicólogos dizem que “Vivenciando a integração familiar, a criança terá mais confiança e segurança no futuro”.

 
Coluna Bernadete Alves - dia 16/07/2018

Presidente da Croácia foi a sensação da Copa da Rússia

A primeira mulher a comandar a Croácia, Kolinda Grabar-Kitarovic,chamou a atenção durante a Copa da Rússia, pela simplicidade, elegância, beleza, exemplo de bom caráter e bom senso na política. Para acompanhar alguns dos jogos da Seleção de seu país, a presidente tirou dias de folga, devidamente descontados de seu salário, viajou em voo comercial e pagou os ingressos do próprio bolso. O respeito ao dinheiro público e a seriedade com que governa o seu país já foi elogiado pelo Papa Francisco, pela imprensa internacional e pelos croatas.

Nas redes sociais Kolinda aparece no avião ao lado de vários torcedores, com a legenda "vamos para a vitória". Ela estava a caminho de Nizhny Novgorod para assistir à partida entre Croácia e Dinamarca, em 1º de julho.Um dos torcedores no mesmo voo comentou o fato à agência de notícias Tass, da Rússia: "Ela gosta do esporte, e o que ela está fazendo é algo normal para um presidente. Ela pegou um voo com pessoas comuns, cumprimentou a todos. Eu gosto disso. Somos um país pequeno, mas é como um time."

Nas partidas da Croácia, a presidente dispensou protocolos oficiais. Ela preferiu as arquibancadas aos camarotes. Vestida com o uniforme quadriculado da seleção croata, Kolinda torceu muito, incentivou os jogadores e entoou o cântico "chame, apenas chame/todos os falcões /eles darão a vida por você" (em tradução livre). Ela ganhou as redes sociais e conquistou o coração de milhares de pessoas pela simplicidade e pelo respeito ao dinheiro público. O vídeo de sua celebração viralizou. Além de vibrar com as mãos ao alto, ela aparece comemorando um gol no estilo "toca aqui", batendo mão com mão com o presidente da federação croata de futebol, Davor Suker.

Descrita como populista conservadora, Kolinda Grabar-Kitarovic, do partido União Democrática Croata (HDZ), foi eleita a primeira mandatária mulher do país em 2015, no segundo turno das eleições gerais, ao derrotar o candidato social-democrata e então presidente croata, Ivo Josipovic, com 50,54% dos votos.Dois anos antes, em 2013, a Croácia, país de 4,1 milhões de habitantes (segundo o Banco Mundial) que declarou independência da antiga Iugoslávia em 1991, havia entrado para a União Europeia.

Ontem, antes da bola rolar entre França e Croácia na final da Copa do Mundo da Rússia, grandes encontros marcam o pré-jogo. Kolinda Grabar-Kitarović, primeira mulher presidente da Croácia e Putin posaram lado a lado segurando a camisa da seleção croata. E na premiação foi carinhosa com todos os jogadores e agradeceu a cada um pela conquista. Com a chuva ela permaneceu na tribuna com toda a sua elegância, beleza e simpatia.

A presidente Kolinda dá exemplo de austeridade econômica, infelizmente em falta aqui no Brasil. Não usar dinheiro público e nem as benesses do cargo em viagens pessoais é o mínimo que se espera dos políticos.

Cármen Lúcia suspende coparticipação em planos de saúde

A ministra Cármen Lúcia, presidente do Supremo Tribunal Federal, suspendeu nesta segunda-feira, temporariamente a Resolução Normativa 433, de 28 de junho de 2018, da Agência Nacional de Saúde Suplementar, da ANS que “propõe-se a regulamentar, a utilização de mecanismos financeiros de regulação no âmbito dos planos privados de assistência à saúde, a exemplo de franquia e coparticipação”.

Na decisão a ministra afirma que “saúde não é mercadoria. Vida não é negócio.Dignidade não é lucro”. E complementa: “Anote-se também a inquietude dos milhões de usuários de planos de saúde, muitos deles em estado de vulnerabilidade e inegável hipossuficiência, que, surpreendidos ou, melhor, sobressaltados com as novas regras, não discutidas em processo legislativo público e participativo, como próprio da feitura das leis, veem-se diante de condição imprecisa e em condição de incerteza quanto a seus direitos”, completa a presidente do Supremo.De acordo com a decisão de Cármen Lúcia, a resolução fica suspensa até o exame feito pelo ministro-relator, Celso de Mello, ou pelo plenário da Corte.

A resolução da ANS, publicada em junho, diz que os pacientes de planos deverão pagar até 40% no caso de haver cobrança de franquia e coparticipação sobre o valor de cada procedimento médico realizado. Em função disso o Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil, ajuizou medida cautelar no dia 13 de julho. “A referida resolução foi muito além e desfigurou o marco legal de proteção do consumidor no país”, ‘tendo usurpado’, “da competência do Poder Executivo (e também do Poder Legislativo) por parte da Agência Nacional de Saúde Suplementar, que arvorou-se a regulamentar matéria - mecanismos de regulação financeira (franquia e coparticipação) - sem a devida competência para tanto e, ainda, sem o devido processo legislativo”, diz a OAB na ação.

Em nota, a Agência Nacional de Saúde Suplementar destaca “que editou a norma observando rigorosamente o rito para edição de ato administrativo normativo, especialmente quanto à oportunidade de participação da sociedade. Além disso, a norma foi analisada pela Advocacia-Geral da União sem que tenha sido identificada qualquer ilegalidade ou inconstitucionalidade”.

Claudio Lamachia, presidente da OAB, em nota assegura que “a referida resolução institui severa restrição a um direito assegurado (o direito à saúde) por ato reservado à lei em sentido estrito, não a simples regulamento expedido por agência reguladora”. A OAB, autora do pedido, salienta ainda que a norma é uma “a lesão ao preceito fundamental da separação de poderes”. “A lei que cria a ANS determina que ela fiscalize o setor visando à proteção e à defesa do consumidor. Claramente ela se desviou de sua finalidade”, declara Lamachia.

 
Coluna Bernadete Alves - dia 15/07/2018

Blogueira Ju Rodrigues festeja nova idade

A pioneira digital influencers de Brasília, Ju Rodrigues, festejou sua bela existência ao pôr do sol, na Orla do Lago Paranoá, junto com o filho Natan Andrade e amigos íntimos. Jú estava deslumbrante e transbordava felicidade. Afinal, teve um ano memorável e inesquecível, e era hora de festejar a vida pessoal e profissional.

A Ju é uma pessoa muito querida, simples e prestativa. Uma profissional de múltiplas habilidades que passa pelos problemas mais complexos com sabedoria. Há dez anos a influencer criou seu Blog. A partir da visibilidade de cada foto postada, as lojas começaram a procurar a blogueira para divulgar seus produtos. Ju foi conquistando cada vez mais clientes e hoje passa dos 100 mil seguidores.

Saber lidar com as pessoas e as compreender é um enorme diferencial no mercado contemporâneo. Ju é mestre no que faz. Conquistou o êxito ao mirar o Sol e seguir sua estrela. Parabéns pelo seu aniversário! Desejo vida longa com saúde, prosperidade e bênçãos. Que a coragem esteja sempre contigo e que a tua alegria continue impulsionando os teus passos.

França vence a Croácia e conquista sua segunda Copa do Mundo

Vinte anos após sediar a Copa do Mundo em 1998, e ser campeã na final contra o Brasil, a França é bi-campeã na Copa da Rússia 2018 ao vencer a Croácia por 4 a 2, neste domingo, no estádio Lujniki, em Moscou. Com o título, o time francês se iguala aos uruguaios e argentinos como bicampeões do mundo.

A premiação ocorreu debaixo de uma forte chuva em Moscou.Os jogadores receberam as medalhas do presidente da Fifa, Gianni Infantino, da Rússia, Vladimir Putin, do presidente francês, Emmanuel Macron e da presidente da Croácia, Kolinda Kitarovic.“Podemos nos orgulhar da organização da Copa de 2018” comemorou Putin.

Com a conquista da Copa do Mundo da Rússia, o treinador Didier Deschamps, capitão da França em 1998, se iguala a Zagallo e Beckenbauer como único a ser campeão mundial como treinador e jogador e Griezmann foi eleito o melhor jogador da final. O prêmio de jogador revelação da Copa ficou com Kylian Mbappé Lottin, de 19 anos. Na vitória francesa sobre a Croácia por 4 a 2, Mbappé fez o quarto gol, aos 19 minutos do segundo tempo, tornando-se o segundo jogador mais jovem a marca em uma partida final de Copa do Mundo, Antes dele, apenas Pelé conseguira tal feito. Com 17 anos, o brasileiro fez dois no jogo contra a Suécia, na decisão da Copa do Mundo de 1958, que deu o primeiro título mundial ao Brasil.

Luka Modric da Croácia, foi escolhido o melhor jogador da Copa do Mundo Rússia 2018. Ao receber a Bola de Ouro, o craque croata deixou para trás estrelas como o argentino Messi, o português Cristiano Ronaldo, e o brasileiro Neymar, cujas seleções não conseguiram chegar a semifinais. O troféu de artilheiro da Copa foi para o inglês Harry Kane. Nas sete partidas que disputou pela Seleção da Inglaterra, o craque do Tottenham marcou seis gols. "Trabalhei muito duro nos últimos jogos, mas esse é um trabalho de equipe”, disse Kane. O melhor goleiro do mundial foi Thibaut Courtois, da Bélgica. Na vitória da seleção belga por 2 a 1 sobre o Brasil, Courtois foi responsável por importantes defesas, que garantiram a classificação de sua equipe para a fase semifinal da Copa.

A Croácia, vice-campeã da Copa do Mundo da Rússia, perdeu o jogo mas caiu de pé. Os jogadores colocaram o coração na ponta da chuteira, deram tudo em campo, foram valentes e mostraram sua dignidade ao mundo. Foram os campeões nos corações de milhares de pessoas. Zlatko Dalic agradeceu o carinho dos torcedores, a união e determinação de sua equipe, falou sobre a grandeza do evento, a representatividade do feito de sua seleção e pediu: a população do país precisa festejar a ocasião e mostrar sua cara para o planeta.

O meio-campista Luka Modric, capitão do time, disse que os jogadores saem de cabeça erguida.“Tenho uma sensação de orgulho. Acho que podemos ficar assim com o que fizemos. Nunca é fácil perder a final, mas demos tudo. Lutamos e não abaixamos a cabeça. Continuamos tentando mesmo com o 4 a 2. Saímos com a cabeça erguida. Acredito que merecíamos mais hoje, mas assim é o futebol. Só podemos ficar orgulhosos”,declarou Modric.

“Não vi o pênalti, mas me disseram que não foi intencional. O primeiro gol da França também não foi falta. Isso afeta um pouco todo mundo. Estávamos bem e dominávamos o jogo. Facilitou as coisas para eles. Mas não podemos mudar o que aconteceu”, finalizou o capitão da Croácia.

O técnico Didier Deschamps, que jogava na seleção de 98, montou um time de qualidade coletiva e com jovens talentos. Apostou na solidez de sua defesa e na eficiência de seus atacantes para enfrentar a valente Croácia.

A Croácia, mesmo com o cansaço de três prorrogações nas costas, começou a partida mais agressiva e ofensiva.Os croatas não se intimidaram com a favorita França e foram para o ataque e jogaram muito bem.O problema surgiu aos 17 minutos quando foi marcada uma falta, que para a maioria dos comentaristas não ocorreu, e a França saiu na frente no placar com gol contra.Griezmann colocou a bola para dentro da área e o atacante croata Mandzukic tentou cortar e acabou enganando o goleiro Subasic no lance.

O time do técnico Zlatko Dalic acostumado a correr atrás do prejuízo nas partidas de oitavas, quartas de final e semifinal, buscou o empate com um belo gol de Perisic. Aos 27 minutos, ele recebeu na entrada da área, após cruzamento de Modric, e acertou um belo chute cruzado no canto de Lloris. Animados, continuaram mandando no campo. A França pouco chegava ao ataque e o segundo gol chegou com auxílio do VAR. Perisic cortou um cruzamento com o braço. Os franceses reclamaram, o árbitro argentino Néstor Pitana foi rever o lance no vídeo e marcou o pênalti.

Mesmo em desvantagem, a Croácia começou o segundo tempo mais ofensiva, e determinada a buscar o empate novamente. Os croatas foram para cima e a França a aproveitava para contra-atacar. O camisa 10 Mbappé arrancou pela direita aos 14 minutos e cruzou para Griezmann, que mandou para Pogba bater de canhota e ampliar o placar. Cinco minutos depois, Mbappé recebeu pelo meio e arriscou de fora da área, marcando o quarto.

A mudança no placar desarrumou o time da Croácia e ajudou a França a sair mais para o jogo e não dar espaço para os atacantes adversários. Cansados pelas três prorrogações seguidas, os croatas ainda conseguiram descontar com gol de Mandzukic em falha de Hugo Lloris. A Croácia se animou com o gol e tentou mais um, mas a defesa francesa foi sólida, assim como em toda a Copa do Mundo, e garantiu o resultado.

Com a conquista da Copa do Mundo da Rússia, o treinador Didier Deschamps, capitão da França em 1998, se iguala a Zagallo e Beckenbauer como único a ser campeão mundial como treinador e jogador e Griezmann foi eleito o melhor jogador da final.

Mesmo com a derrota para a França na decisão por 4 a 2 neste domingo em Moscou, a Seleção Croata de Modric, Rakitic e Mandzukic entra para a história com a melhor campanha do país em uma Copa do Mundo. Até então, o principal feito havia sido o terceiro lugar no Mundial de 1998, na França. “Nós mostramos a Croácia ao mundo", disse o treinador. A Croácia mostrou suor, esforço e talento nos gramados.

A Seleção da França, conforme o relatório do Observatório do Futebol CIES, é a mais “cara” entre todas as seleções que participaram da Copa da Rússia. O time francês custa cerca de R$ 6,1 bilhões. Completando o top cinco vem a Inglaterra com R$ 6 bilhões, Brasil com R$ 5,5 bilhões, Espanha com R$ 4,2 bilhões e Argentina com R$ 4 bilhões.

Fotos: Getty Imagens/FIFA.

 
Coluna Bernadete Alves - dia 14/07/2018

Brasília Capital Moto Week 2018 vai incentivar a sustentabilidade

O lançamento da 15ª edição do Brasília Capital Moto Week, o maior encontro motociclístico da América Latina, no mezanino da Torre de TV foi bem prestigiado. Os organizadores, Marco Portinho, Juliana Jacinto e Pedro Affonso, querem comemorar os 15 anos do festival com o foco e protagonismo feminino. Dentre as novidades do universo motociclístico, muitos legados sociais como o “Caveiras do Bem”.

“Queremos comemorar os 15 anos do festival com uma cara nova, um evento novo. Vamos falar mais sobre as pessoas, a devoção pelo universo motociclístico e a inclusão. Para tanto criamos o Caveiras do Bem, para mostrar a essência dos motociclistas, que somos todos iguais e desmistificar a imagem de pessoas que usam preto e têm várias tatuagens”, declara Juliana Jacinto, uma das organizadoras.

A sustentabilidade é um dos pontos abordados neste ano e os organizadores querem incentivar ações contínuas, como destinação correta dos restos e uso do lixo orgânico do evento para compostagem de mudas e plantação de 10 mil árvores. Além disso, a intenção da produção é despertar a consciência dos participantes para fazer o bem.

Quem aplaudiu a novidade foi o ex-secretário do Meio Ambiente Igor Tokarski que participou do coquetel de lançamento ao lado de seus pais Elin e Donizete Tokarski. Igor defende e apoia a coleta seletiva e a destinação adequada dos resíduos e o reflorestamento. “Reciclar é a palavra de ordem para a preservação do meio ambiente”, diz Tokarski.

Marco Antônio Portinho, um dos organizadores do Capital Moto Week, disse que no ano passado o festival, com o apoio do governo de Brasília, plantou 2 mil mudas de árvores e que este ano a meta é 10 mil. Portinho diz que na praça de alimentação estará disponível o canudo compostável, feito de material biodegradável que se decompõem mais rapidamente no meio ambiente. Todo Staff do evento usará squeeze ao invés de garrafa descartável e haverá com pontos de reabastecimento de água. 

Brasília Capital Moto Week acontece de 19 a 28 deste mês, na Granja do Torto e reunirá milhares de motociclistas do Brasil e exterior. O festival terá shows de peso como Capital Inicial, Titãs, Scalene, Raimundos e outras 48 atrações musicais. Além de casamentos, espaço voltado para as motociclistas, Moto kids, globo da morte, bares temáticos e uma série de atrações que prometem conquistar até quem não está familiarizado com o mundo das duas rodas.

O protagonismo feminino vai estar presente no espaço Lady Bikers, que conta com salão de beleza Hélio Diff, lojas de roupas e acessórios, farmácia, espaço zen e tatoo. São inúmeras opções disponíveis. Entre elas, a galeria de arte de Ralfe Braga, cinema e várias atividades. A programação completa está disponível no site www.capitalmotoweek.com.br, onde também podem ser adquiridos ingressos, ou na loja conceito do Capital Moto Week, no piso superior do Shopping Iguatemi, em Brasília-DF.A Cherry Comunicação é a responsável pelo marketing e identidade do evento de 2018.

Geração belga conquista 3º lugar na Copa do Mundo da Rússia

A Bélgica derrotou a Inglaterra, neste sábado por 2 a 0, pela disputa do 3º lugar da Copa do Mundo da Rússia, em São Petersburgo, e ficou com a medalha de bronze do Mundial. Este foi o melhor resultado da seleção na história do torneio. Em uma partida movimentada, os belgas mostraram superioridade sobre o adversário durante toda a partida. Fizeram o primeiro gol aos quatro minutos, marcado por Meunier, e não tiveram problemas para segurar o ataque inglês. Aos 37 minutos do segundo tempo, o segundo gol saiu dos pés do craque Hazard. O terceiro lugar em 2018 foi a melhor colocação já alcançada pelo país em uma Copa. Antes, o melhor resultado havia sido um quarto lugar em 1986.

Os belgas dominaram o 1º tempo da partida, sem correr grandes riscos. Já na etapa final, os ingleses conseguiram chegar mais ao ataque e ficaram perto de empatar, principalmente aos 25 minutos, quando o volante Dier conseguiu encobrir Courtois e só não fez o gol devido ao corte providencial de Alderweireld em cima da linha.

Para a partida com a Bélgica, o técnico Gareth Southgate decidiu substituir quase todo o meio-campo do time inglês, com as entradas de Delph, Dier e Loftus-Cheek nos lugares de Henderson, Lingard e Dele Alli. Sem alcançar o empate, o time ficou vulnerável nos contra-ataques, em um destes, Hazard ampliou o placar e garantiu o triunfo belga. A Inglaterra ficou com o 4º lugar, mesmo resultado da seleção na Copa de 1990, quando alcançou ás semifinais pela última vez.

Após três vitórias na primeira fase, a Bélgica eliminou Japão, Brasil e caiu para a França nas semifinais. Com a vitória sobre a Inglaterra, a equipe comandada por Roberto Martínez ultrapassou a 4ª posição alcançada pelos belgas no Mundial de 1986 e consolidou a campanha de 2018 como a melhor da história da seleção em 13 participações.

Com a vitória de hoje a equipe de Hazard também ficou muito próxima de ter o melhor ataque da competição. O técnico Roberto Martínez destacou o ataque belga, que marcou 16 gols na competição. "A gente começou pressionando muito alto e isso cansa um pouco e cai a concentração. Mas a gente poderia ter marcado mais um gol. Tivemos quatro ou cinco oportunidades. O número de gols que a gente marcou no torneio fala por si. Essa equipe quebrou um recorde e esse legado vai ficar durante muitos anos", declarou o treinador.

Quando terminou a disputa Ingleses e belgas se cumprimentaram no campo, como se tivessem jogado um amistoso. As comemorações eram discretas entre os belgas. Os atletas da Inglaterra não demonstraram tristeza pelo quarto lugar e aplaudiram sua torcida antes de deixarem o gramado. Ao final, os jogadores e comissão técnica belga receberam medalhas de bronze pelo terceiro lugar conquistado.

Parabéns a geração de ouro da Bélgica.

 
Coluna Bernadete Alves - dia 13/07/2018

Rainha Elizabeth II toma chá com presidente Donald Trump

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, e sua mulher, Melania, foram recebidos pela rainha Elizabeth II, no Castelo de Windsor, há cerca de 40 quilômetros de Londres. Após tomar o tradicional chá inglês com a monarca e assistir a um desfile militar, o líder americano encerra sua agenda oficial na primeira visita ao Reino Unido.

Pela manhã o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, se reuniu com a primeira-ministra britânica, Theresa May, em sua residência oficial de Chequers, a cerca de 65 quilômetros de Londres. Trump afirmou que a relação do seu país com o Reino Unido é "muito, muito forte".

Em breve pronunciamento conjunto antes de começar sua reunião, Trump disse à imprensa que "provavelmente" os dois líderes nunca tiveram "uma relação melhor" que no jantar de gala que ela lhe ofereceu ontem à noite na mansão inglesa de Blenheim, no começo da sua primeira visita oficial a este país.

Por sua vez, May disse que ambos abordarão "as oportunidades reais" que existem para estreitar a relação comercial depois que o Reino Unido sair da União Europeia (UE) em 2019, assim como "a relação especial bilateral e assuntos de política externa e segurança".

A primeira-dama dos Estados Unidos,Melania Trump, visitou nesta sexta-feira o Royal Hospital Chelsea, situado no sudoeste de Londres, como parte de sua agenda oficial no Reino Unido. Ela estava acompanhada de Philip May, o marido da primeira-ministra britânica, Theresa May, que estava reunida com Trump na residência oficial desta em Chequers, a 65 quilômetros da capital britânica.

A visita do presidente dos Estados Unidos ao Reino Unido gerou protestos na frente do parlamento britânico, em Londres. Manifestantes usaram um balão inflável gigante que representa Trump como um bebê. O balão de seis metros é laranja, tem braços curtos, um topete e está de fralda. O Bebê inflável é uma crítica ao jeito Trump de governar.

Após cumprir com seus compromissos políticos, o casal americano fará visita particular a Escócia, na cidade de Glasgow, para passar o fim de semana jogando golfe no campo de Turnberry.

Palco Giratório está em cartaz no Sesc do Distrito Federal

O "Palco Giratório", iniciativa do Sesc, chega à sua 21ª edição trazendo 625 apresentações artísticas e mais de 1,6 mil horas de oficinas em todo o Brasil. Consolidado como o maior projeto de difusão e intercâmbio de Artes Cênicas do país, o circuito chegou na capital federal dia 07 e fica em cartaz até 29 de julho. Em 2018, será destacado o circo, e tem como homenageado o Palhaço Biribinha, que é considerado patrimônio vivo da cultura alagoana.

A casa oficial do Palco Giratório no DF continua sendo o Teatro Sesc Garagem, da 913 Sul, mas acontecerão apresentações também nas unidades de Ceilândia, Taguatinga Norte e Gama. De acordo com Leonardo Braga, técnico de Cultura do Sesc Gama, o festival se reafirma como o principal no cenário das Artes Cênicas.

"A cada ano o Palco Giratório se fortalece como uma das mais importantes ações dentro do teatro, contemplando todas as linguagens. E o Distrito Federal é o único Regional que está desde o início quando o Palco assumiu o caráter de festival. O nosso objetivo por meio do evento é valorizar o artista, além de promover o debate e diálogo entre os grupos e o público", explica Braga.

O Palco Giratório conta com espetáculos para todas as faixas etárias, programação de oficinas e pensamentos giratórios (debates). Tudo isso é realizado com a participação da plateia e de artistas locais e convidados. Para este ano, foram selecionados 20 grupos de 12 estados e do Distrito Federal. Ao longo do circuito, 132 cidades devem receber a programação.

 
Coluna Bernadete Alves - dia 12/07/2018

Arthur, o meio-campista do Grêmio, já é jogador do Barcelona

O Barcelona, campeão espanhol, apresentou hoje a sua nova contratação: Arthur, o meio-campista do Grêmio. O brasileiro foi aprovado nos exames médicos nesta quinta-feira e, em seguida, assinou contrato diante da presença do presidente Josep Maria Bartolomeu. Arthur é o 39º brasileiro a defender as cores do clube, no Camp Nou.

“Ele encaixa com seu perfil e seu talento, por isso dissemos que precisávamos contratá-lo. Tem controle de bola, tem visão. Ele se encaixa no Barcelona”, definiu Eric Abidal, dirigente do Barça. O novo atleta do Barça foi contratado por 31 milhões de euros e tem cláusula de rescisão de 400 milhões de euros (cerca de R$ 139,2 milhões e R$ 1,8 bilhão, respectivamente), como revelou durante a entrevista o vice-presidente do clube, Jordi Mestre.

Arthur chegou ao estádio na companhia do pai Ailton e do irmão Paulo. Ele estava radiante e foi muito simpático com os jornalistas. “Fico muito feliz por este dia mágico que estou vivendo. Está sendo, talvez, o dia mais feliz da minha vida. Agradeço a todos que foram amáveis comigo. Comecei a torcer para o Barcelona desde pequeno, vendo grandes brasileiros no clube que foram minhas inspirações. Foi um clube que eu simpatizei desde criança, imaginam então, a minha felicidade quando soube que poderia jogar no Barcelona”, declarou Arthur.

Durante a entrevista o craque explicou que é um jogador de centro de campo, mas vai jogar onde Valverde precisar. Sua maneira de dominar a posse de bola com passes precisos e controle de jogo rendeu comparações a Iniesta e Xavi, dois ídolos catalães que não estão mais no elenco. E Arthur ficou contente com a lembrança. “Ser comparado a esses dois grandes jogadores, fico muito feliz. Não escondo de ninguém minha paixão por eles. Sempre foram dois jogadores da minha posição que eu admirei. Eram muito parecidos. Não muda muito a característica nem de um, nem de outro. São dois espelhos para mim”, disse.

Arthur Henrique Ramos de Oliveira Melo vai fazer falta ao Grêmio. Junto com Pedro Geromel e Luan, ele foi destaque na Libertadores 2017 e no Campeonato Gaúcho 2018. Com a camisa do Imortal Tricolor, Arthur, colocava o seu coração na ponta da chuteira. Chegou menino, fez história e foi visto pelo Barcelona.

Pavilhão de Exposições é palco da 26ª Expotchê

A 26ª Expotchê, uma das maiores feiras dedicada à comercialização de produtos da região Sul, está no Pavilhão de Exposições do Parque da Cidade com cerca de 300 expositores. O evento que começou no dia 06, reúne em estandes comerciais, empresas de roupas, calçados, couro, malhas, lãs, queijos, salames, vinhos, sucos, chocolates, churrasco, chimarrão, móveis e outros produtos do sul do Brasil.

A Expotchê funciona de segunda a sexta, das 16h às 23h; sábados e domingos, das 11h às 23h, com uma programação intensa de shows, danças folclóricas e grupos musicais da região. Ingressos: R$ 20,00 (meia) mediante doação de alimentos, R$40,00 (inteira). A primeira hora é gratuita. Pessoas caracterizadas com pilchas (bombachas, vestido de prenda ou outra roupa típica gaúcha) e crianças até 7 anos não pagam ingresso.

A ideia da feira é apresentar aos brasilienses os principais costumes da região Sul. Entre as iguarias, os visitantes poderão conferir molhos artesanais e temperos gourmet de Curitiba (PR); produtos em couro como botas, jaquetas, bolsas; artigos de moda country, hipismo, cavalgada; casacos de lã de Caxias do SUL (RS); chocolates de Gramado; salames (coloniais, de javali), queijos, vinhos, sucos, doces e geleias diretamente da Serra Gaúcha, inclusive, com degustação.

A Expotchê tem uma área destinada à Federação Tradicionalista Gaúcha do Planalto Central que traz para o evento a representação do movimento tradicionalista. No local o público encontra um brechó de roupas típicas, o tradicional arroz carreteiro, pinhão, cusco, sagu, quentão de vinho e outras iguarias regionais.Outra novidade, desta edição, é a apresentação da corte da Expotchê com a rainha feira Jéssica Mocellin e as princesas Samantha Kornalewski e Larissa Coletto.

Também tem o mascote da Expotchê, o Boneco de Neve "Tchêzinho", que estará à disposição do público para fotos durantes todos os dias do evento. Muitos expositores aproveitam o evento para visitar os comerciantes do DF e fechar representações, parcerias, pontos de revenda, ampliando o resultado de negócios. Afinal, a Expotchê é uma feira cheia de oportunidades. A Expotchê é realizada desde 1992 pela Rome Eventos e vai até domingo.

ONU Mulheres escolhe a jogadora Marta como embaixadora

A atacante brasileira Marta foi escolhida hoje como nova embaixadora da ONU Mulheres, cargo com o qual poderá trabalhar a favor da igualdade de gênero no mundo do esporte e em outros âmbitos da sociedade. Considerada por muitos como a melhor de todos os tempos, a brasileira é a maior artilheira da história do Mundial feminino de futebol e recebeu cinco vezes o prêmio de melhor jogadora do mundo.

"Marta é um modelo excepcional para as mulheres e as meninas de todo o mundo. Sua própria experiência de vida conta uma poderosa história do que pode ser conseguido com determinação e talento. Esperamos trabalhar em estreita colaboração com Marta para levar o poder transformador do esporte a mais mulheres e meninas, para construir assim rapidamente a igualdade”, declarou Phumzile Mlambo-Ngcuka, diretora da ONU Mulheres.

Em comunicado, Marta disse estar honrada por ter recebido o convite e se comprometeu a trabalhar para "garantir que mulheres e meninas de todo o mundo tenham as mesmas oportunidades que os homens e os meninos para desenvolver seu potencial. Hoje, no mundo todo, as mulheres estão provando que podem ter sucesso nos papéis e postos antes ocupados por homens", declarou Marta. A atacante do Orlando Pride já tinha colaborado com a Organização das Nações Unidas como parte do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (Pnud).

 
Coluna Bernadete Alves - dia 11/07/2018

Brasiliense Octávio Rold vai expor Museu do Louvre em Paris

O artista plástico brasiliense Octávio Rold, 28 anos e professor no Centro de Ensino Fundamental 1 do Paranoá-DF, vai expor seus trabalhos no Salão Profissional de Arte Contemporânea do Carrousel du Louvre, em Paris, de 16 a 24 de outubro, no Museu do Louvre. Durante o evento, artistas emergentes, renomados e internacionais expõem as obras selecionadas. O brasiliense vai expor quatro obras em aquarela e nanquim sob papel.

O professor efetivo da Secretaria de Educação é formado em artes plásticas pela Universidade de Brasília (UnB) e em história da arte pela Universidade de Florença. Rold criou um estilo próprio, com linguagem expressiva, fluida, que foge do óbvio .O artista trabalha com duas técnicas: nanquim e aquarela sobre papel e tinta acrílica em tela.

Rold diz que uma das grandes incentivadoras para o desenvolvimento acadêmico e profissional da carreira foi a doutora e professora do Departamento de Artes Visuais do Instituto de Artes da UnB Thérèse Hofmann Gatti. Em entrevista ao Correio Braziliense a professora doutora fala da sua admiração pelo pupilo. “É um artista jovem, extremamente promissor. Ficamos muito orgulhosos de ele conseguir transitar nesse eixo de artista-professor e professor-artista. Além da qualidade do desenho e do domínio das técnicas, Rold tem visão de pesquisa, iniciação científica e didática, e certamente mostrará aos alunos a importância da estética, da sensibilidade, do saber traduzir o mundo visual em que vivemos”, afirma Thérèse.

Otávio Rold vem de uma quinta geração de professores na família,que contribuíram de forma significativa para a sua formação profissional. Além da avó, da bisavó e da tataravó, a mãe, Márcia Regina Pereira, trabalhou durante 32 anos como professora de português na Escola do Parque da Cidade. “Quero trazer a arte como perspectiva de vida. Torná-la acessível aos meus alunos. Assim como o esporte e a religião podem contribuir para a formação, a arte é mais um mecanismo e, para mim, o principal. Em uma comunidade onde muitas das crianças com que trabalho são oprimidas socialmente, aprender a se expressar artisticamente empodera, abre horizontes e, nesse sentido, salva”,declara o professor artista.

O professor quer implementar em sala de aula um projeto de confecção de artesanatos, como sabonetes, para que os alunos consigam vender as próprias produções. “Os materiais artísticos, em geral, são caros. Mas isso não é um empecilho. Por isso, quero ensinar aos meus alunos a produzirem os próprios materiais, dar autonomia a eles por meio da arte. Muitas vezes, essas crianças não se imaginam artistas, e trabalhar com criações artesanais é uma maneira de estimulá-las.”

Octávio Rold é autor de uma das obras permanentes da Embaixada do Brasil em Roma. Em 2013, fez a primeira exposição internacional, em Florença. Dois anos mais tarde, foi a vez de representar a capital brasileira em Milão, com uma série de aquarelas que ilustram frutas típicas do país tropical, como o guaraná, a jabuticaba, a acerola e a goiaba. Inspirado por impressionistas como Monet e Van Gogh, Rold registra os monumentos de Brasília colocando a própria identidade nas obras. “Eu gosto muito de pegar templos, locais e pessoas e tirá-los do óbvio, mostrando o meu ponto do vista."

Croácia está na final de uma Copa do Mundo pela primeira vez

Croácia enfrentou sua terceira prorrogação seguida e eliminou a Inglaterra com um gol salvador de Mandzukic, em virada na prorrogação. Os croatas vão para a primeira final de Copa do Mundo da sua história após uma partida de altos e baixos. Foram dominados no primeiro tempo por uma Inglaterra que marcou um gol cedo, aos 5 minutos, mas se acomodou com o resultado e perdeu boas chances de ampliar. No segundo tempo, a Croácia apareceu, fazendo a melhor performance desde a fase de grupos.

“Estamos na final. Foi merecido. Não fui eu [o responsável pela vitória], foram os jogadores. O que esses meninos fizeram hoje, o quanto lutaram e correram, isso tem que ficar na história”, disse o técnico da Croácia, Zlatko Dalic após a partida.

A Croácia correu e lutou. Mesmo quando o ataque parecia nulo, com Rebic e Mandzukic errando tudo que tentavam, a defesa foi sólida na maior parte do tempo. Quando funcionou, o ataque teve a colaboração fundamental do lateral Vrsaljko e do meia Perisic.

O artilheiro inglês Harry Kane foi discreto. Desperdiçou as poucas chances que teve e jogou recuado, buscando o jogo no meio campo na maior parte do tempo. A Inglaterra cai em uma semifinal de Copa do Mundo novamente, após 28 anos.

A Inglaterra começou o jogo a todo vapor. Logo aos cinco minutos, Modric derrubou Dele Alli perto da meia-lua da área. O lateral Trippier fez uma cobrança perfeita e não deu chances para o goleiro Subasic. A Inglaterra conseguia seu gol no início da partida. Era o cenário perfeito para o time do técnico Gareth Southgate.

O segundo tempo mostrou um jogo mais consistente da Croácia no ataque. A Inglaterra tinha espaço para contra-ataques e a partida ficou movimentada. O sistema defensivo inglês, eficiente até então, ruiu aos 22 minutos do segundo tempo. Vrsaljko cruzou pela direita e Perisic foi mais esperto que a defesa inglesa. Se antecipou de Trippier e Walker e, na base da raça, deu um toque providencial para o gol.

A Inglaterra sentiu o gol sofrido, a defesa perdeu a concentração e passou a errar muito nas saídas de bola. A Croácia melhorou no jogo e criou as melhores oportunidades a partir de então. Foi melhor até o final do segundo tempo, mas não teve forças para virar o jogo. Esta foi a terceira prorrogação seguida da Croácia. A Inglaterra melhorou na prorrogação e conseguiu reequilibrar a partida. O segundo tempo da prorrogação mostrou uma Croácia ofensiva novamente. E chegou ao gol da vitória com Mandzukic, que fez um gol típico de centroavante, aproveitando uma bola sobrada na área. A Croácia foi eficiente na defesa e esperta no ataque. Quando recuperavam a bola, gastavam tempo no ataque. Após o apito final de um jogo tenso, a Croácia pode comemorar a primeira final de Copa da história. Croatas e franceses se enfrentam na final no próximo domingo (15), ao meio-dia. A decisão do terceiro lugar, entre Bélgica e Inglaterra será no sábado (14), às 11h.

 
Coluna Bernadete Alves - dia 10/07/2018

Caio Vieira de Mello assume o Ministério do Trabalho

O presidente Michel Temer empossou hoje (10) Caio Luiz de Almeida Vieira de Mello como ministro do Trabalho, em cerimônia no Palácio do Planalto. Em discurso, Temer disse que Caio Vieira de Mello assume a pasta no momento em que o emprego é a prioridade do povo brasileiro e do governo.

“O ministro Caio Vieira de Mello é um nome de grande experiência e traz para a nossa equipe décadas de atuação na área jurídica, mas sobretudo na área da Justiça trabalhista. Acumula um conhecimento valiosíssimo neste momento em que a necessidade maior do brasileiro e, portanto, a prioridade do nosso governo é precisamente o emprego”.

O presidente defendeu a reforma trabalhista levada adiante durante sua gestão e disse que a modernização das leis trabalhistas trouxe o Brasil para o século 21, reduziu litígios trabalhistas e estimulou contratações. Ao finalizar o discurso, Temer disse que nos seis meses restantes de seu governo será possível avançar ainda mais.

Formado em direito pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), o desembargador aposentado foi vice-presidente Judicial do Tribunal Regional do Trabalho da Terceira Região, em 2008 e 2009. Até ontem (9), atuava no escritório de advocacia Sergio Bermudes como consultor jurídico.

O novo ministro do Trabalho,Caio Luiz de Almeida Vieira de Mello, disse que o ministério tem que ser “extremamente técnico”. “Temos que funcionar tecnicamente”, afirmou.

Perguntado se será necessário fazer uma revisão nos cargos da pasta após a terceira fase da ‘Operação Registro Espúrio’, deflagrada pela Polícia Federal, que afetou a cúpula do ministério, então comandado pelo PTB, o novo ministro afirmou que se as mudanças forem necessárias serão feitas.“Como bom mineiro vou examinar bem a situação e as medidas serão tomadas, com transparência”, disse.

No entanto, Caio Vieira de Mello ressaltou que se os indicados políticos tiverem capacidade técnica, eles permanecem no cargo. “Não estou dizendo que vou trocar [os cargos]. Eu vou conduzir o ministério tecnicamente”, disse. O desembargador aposentado também destacou que o presidente Michel Temer pediu que ele desse agilidade ao Ministério do Trabalho “e ajudasse a resolver os problemas que existem lá”.

Sobre a reforma trabalhista, o novo ministro disse a alteração de legislação é “uma coisa normal”. “A adaptação vai se fazendo pela jurisprudência e o tempo vai mostrando a vantagem ou desvantagem. Se houver necessidade, haverá mudança também. Não vejo nenhuma necessidade de mudança no momento”.

O advogado Vieira de Mello foi anunciado para ocupar a pasta quatro dias depois de o ex-ministro do Trabalho Helton Yomura(PTB) ter sido afastado por corrupção do cargo por decisão do ministro Edson Fachin, do STF. Ele foi apontado como um dos alvos da terceira fase da Operação Registro Espúrio. O objetivo da operação foi aprofundar as investigações sobre uma suposta organização criminosa suspeita de fraudar a concessão de registros sindicais junto ao Ministério do Trabalho. Desde a quinta-feira, dia 05, o ministério passou a ser comandado interinamente pelo ministro Eliseu Padilha (MDB), que acumulou o ministério da Casa Civil.

Marinha tailandesa resgata com sucesso meninos e treinador

O mundo parou para acompanhar o resgate de 12 meninos e seu treinador presos em uma caverna do norte da Tailândia há mais de duas semanas. Os estudantes, de 11 e 17 anos que fazem parte do time de futebol Wild Boars, e o treinador assistente, Ekapol Chantawong, de 25 entraram na caverna no dia 23 de junho depois de um treino de futebol, quando foram surpreendidos por fortes chuvas que inundaram o local e bloquearam a saída.

Eles ficaram presos no local e só foram localizados no dia 2 de julho,após intensa busca, por dois mergulhadores britânicos que achou o grupo em uma câmara de ar da caverna. "Quantos vocês são?", perguntou o mergulhador assim que avistou os meninos aglomerados sobre uma rocha, tentando se manter distantes da água que inundou a caverna.

"Somos treze", respondeu o adolescente, em inglês, para então perguntar "que dia é hoje" e dizer que todos estavam famintos. Os mergulhadores responderam que é "segunda-feira" e que o grupo já estava havia mais de uma semana na caverna. Nos dias que se seguiram, enquanto a Tailândia e o mundo se mobilizavam para tentar salvar os adolescentes e o treinador de futebol, veio a tona a história de vida de Samon, o único que falava inglês e conseguiu se comunicar com a dupla de mergulhadores britânicos.

Os pais de Samon conseguiram enviar o menino aos 7 anos para estudar no norte da Tailândia, onde foi acolhido por um casal de professores membros de uma igreja cristã. Além de falar inglês, Samon fala birmanês, tailandês e chinês. Mas o que mais chama a atenção de quem conhece o jovem é a educação e a humildade.Segundo professores, o adolescente é apaixonado por futebol e toca piano e guitarra, além de ir bem nos estudos. "Ele é bom tanto nos estudos quanto nos esportes. Conquistou várias medalhas e certificados de excelência para a nossa escola", disse à AFP Phunawhit Thepsurin, diretor do colégio onde o jovem estuda.

Enquanto estavam presos os meninos trocaram cartas com os parentes, transportadas pelos mergulhadores. Samon escreveu que sentia saudades dos pais e pediu para eles não se preocuparem. Os outros jovens são: Chanin Vibulrungruang, 11; Panumas Sangdee, 13; Duganpet Promtep, 13; Somepong Jaiwong, 13; Mongkol Booneiam, 13;Nattawut Takamrong, 14; Ekarat Wongsukchan, 14; Adul Sam-on, 14; Prajak Sutham, 15; Pipat Pho, 15;Pornchai Kamluang, 16; e Peerapat Sompiangjai, 17.

Os jovens tailandeses foram encontrados a quatro quilômetros da entrada principal da caverna e o resgate foi impressionante e envolveu 90 mergulhadores da Marinha tailandesa. O contingente internacional de mergulhadores resgatistas, junto aos meninos e o treinador, superaram um complexo de labirínticas galerias parcialmente inundadas e com desníveis e visibilidade nula para alcançar a saída da caverna.

O porta-voz informou que outras 4 pessoas - um médico e 3 membros da Marinha - também deixaram a caverna após permanecer dias em tarefas de assistência médica e psicológica para o grupo de meninos. Os 13 resgatados permanecerão, pelo menos, uma semana internados no hospital provincial de Chiang Rai para passarem por uma completa revisão médica.De acordo com representantes do governo, os jovens resgatados estão em "bom estado de saúde físico e mental", mas ficarão em observação no hospital por pelo menos sete dias.

Segundo a cultura tailandês é um sinal de agradecimento aceitar o que é dado sem fazer perguntas.Segundo profissionais do serviço tailandês da BBC, os pais que aguardavam o resgate dos filhos não pediam mais informações do que as que lhes eram oferecidas, conscientes dos esforços empreendidos pelas autoridades e equipes de resgate.O povo tailandês, conhecido por ser modesto e respeitoso, valoriza enormemente a mobilização destes agentes e não queria comprometer o andamento das operações pedindo mais informações.

Os parentes ficaram todos juntos em um acampamento montado na entrada da caverna. Desde que se ficou sabendo do desaparecimento de 12 adolescentes e seu treinador, o povoado mais próximo da caverna, Maesai, se uniu. Voluntários têm se oferecido para ajudar com alimentos e apoio psicológico às famílias dos jovens, além de terem arrecadado dinheiro para ajudar os parentes que precisaram se ausentar do trabalho para acompanhar as operações.

 
<< Início < Anterior 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 Próximo > Fim >>

Página 4 de 252
RocketTheme Joomla Templates